Chip Internacional: Claro Passaporte Europa vale a pena? veja prós e contras 5



Veja aqui se vale a pena contratar o serviço Passaporte Europa da Claro, para usar em seu chip de celular durante sua viagem ao continente europeu. Vamos mostrar aqui os prós e contras do roaming internacional da Claro na Europa, bem como compará-lo com outras opções de uso do celular por lá.

Uma vez contratado o Passaporte Europa, é permitido o uso do celular em roaming sem custos na Europa, desde que observadas estas regras:

  • Você usará o celular como se estivesse no Brasil: minutos de conversação, volume de dados, uso da internet, SMS, tudo será debitado de sua franquia mensal, a mesma que você usa no Brasil;
  • Na Europa, só são permitidas ligações para o Brasil ou dentro do próprio país que está viajando; Para qualquer outro país, serão aplicadas tarifas pesadas de roaming internacional. Exemplo: se você está na França, pode ligar sem custo para o Brasil e dentro da França também, mas ligações da França para Portugal, Espanha, Itália, etc serão tarifadas;
  • Lista dos países onde posso usar: Albânia, Alemanha, Áustria, Bélgica, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Chipre, Croácia, Dinamarca, Escócia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Holanda, Hungria, Inglaterra, Irlanda, Irlanda do Norte, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Malta, Moldávia, Mônaco, Montenegro, Noruega, País de Gales, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia, Rússia, São Marino, Sérvia, Suécia, Suíça, Turquia, Ucrânia, Vaticano.
  • Uso máximo por 30 dias no exterior. Depois disso, próximo uso deve ser no Brasil. É permitido usar outras vezes no ano, desde que respeitado o período máximo de 30 dias no exterior. No ano, o tempo de uso no exterior não deve exceder o uso no brasil. Caso desrespeitadas estas regras, a claro pode suspender o passaporte Américas ou então te cobrar a mais pelo uso, fica a critério deles.

O que posso usar na Europa?

  • Internet: Você poderá navegar na internet na Europa, e seu consumo será debitado de sua franquia de dados de seu plano pós pago no Brasil. Exemplo: Se você tem 6 GB mensais para usar no Brasil, seu uso no exterior será debitado daí;
  • Minutos de Voz: os minutos de voz utilizados nas ligações internas no país de destino, e deste país para o Brasil, serão debitadas de sua franquia de minutos. Se você tem minutos ilimitados no Brasil, então eles serão ilimitados também nos países da Europa, respeitado estas regras;
  • SMS: vale a mesma regra dos minutos de voz.

Quanto Custa?

Na chamada da Claro, a propaganda coloca em letras garrafais: R$19,99/mês.

Mas atenção ao texto: é um plano anual (e não mensal)! se você ler até o final da propaganda, naquelas letras pequinininhas que ficam ao final da página, irá notar que a cobrança virá em 12 parcelas de R$ 19,99, totalizando R$ 239,88. Este é o valor que você irá efetivamente pagar para usar o celular em roaming na Europa com a Claro. Esse preço é por linha, portanto o custo para 2 linhas = 2 x 239,88 = R$479,76, e assim por diante.

Convertendo em euros, isso dá hoje aproximadamente entre €$ 55 e €$ 60. Comparativamente, na Europa há opções mais baratas, que permitem a você usar seu celular por todos os países do União Européia a partir de €$ 10 a €15.

Prós e Contras

Prós:

  • MESMO CHIP: Não ter que comprar outro chip de celular (se for cliente Claro Pós pago);
  • LIGAÇÕES DE VOZ PARA O BRASIL: alguns planos na Europa não contemplam este recurso;
  • MANTER SEU NÚMERO: útil se você recebe muitas ligações em seu número (mas com o uso do whatsapp não é um “pró” tão importante assim), e quem “paga a conta” é quem te liga.
  • USO PERMITIDO VÁRIAS VEZES AO ANO: desde que respeitado o limite de uso de 30 dias consecutivos no exterior, pode-se usar várias vezes ao ano. Exemplo: 30 dias na Europa em março, voltou para o brasil em abril, depois mais 30 dias na Europa em setembro, depois voltou para o Brasil, e assim vai.

Contras:

  • CUSTO: ao contratar, não é “apenas” R$19,99/mês, mas R$ 239,88, e você ainda fica amarrado 12 meses com a Claro. Pode até sair para outra operadora, mas neste caso pagará o que falta para completar os R$239,88;
  • FRANQUIA USADA: se você já tiver consumido (ainda que parcialmente) sua franquia no Brasil, somente o resto dela estará disponível na sua viagem ao exterior, o que seria péssimo. Exemplo: sua franquia de dados é de 4GB no Brasil, e você já usou 3,5GB até a véspera da viagem… o que sobrou para uso no exterior? 0.5GB! só que você pagou (ou ainda vai pagar) R$239,88 por isso! Neste caso é um mal negócio – tome cuidado se sua franquia for pequena.
  • FRANQUIA de INTERNET ESGOTADA: se isto acontecer, é pior ainda que o caso anterior: os pacotes extras contratados no Brasil não são válidos, e se quiser continuar usando a internet no seu celular no exterior, terá que pagar a tarifa diária internacional (hiper salgada) da Claro: R$29,90 ou R$79,90 por dia, dependendo do país:

  • PÓS PAGO: Este serviço só está disponível para linhas pós pagas da Claro.
  • LIMITE DE DIAS CONSECUTIVOS: 30 dias no exterior, depois próximo uso deve ser no Brasil.

Vale a pena?

Os custos de roaming internacional na Europa cobrados pela Vivo, Claro, Tim eram absurdamente altos. Com o Passaporte Europa da Claro, tornaram-se razoáveis, um avanço da Claro em relação à concorrência.

Ainda assim, o preço do Claro Passaporte Europa permanece mais caro quando comparado a alternativa de comprar um chip de celular na Europa. Mas é um custo que talvez valha a pena pela comodidade – você não precisa correr atrás de um chip no exterior.

Na Europa, um chip de celular com acesso a internet é vendido a partir de €$ 10 a €15. Caso tenha interesse em comprar por lá, recomendo a leitura de nossas matérias específicas aqui no blog:

Na matéria abaixo conto um pouco de nossa experiência na compra e uso de alguns planos de celular na Europa:

Se quiser conhecer os planos e chips disponíveis para venda para cada país, confira:

E você, já usou o Passaporte Europa da Claro? Valeu a pena? deixe aqui sua opinião.

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 pensamentos em “Chip Internacional: Claro Passaporte Europa vale a pena? veja prós e contras

    • Evaldo Klotz

      A Claro esta fazendo uma propaganda enganosa que devemos denunciar.
      Ela induz a ideia que com a compra do passaporte claro, 12 meses e o contrato pós pago também por 12 meses, que ela obriga o consumidor a adquirir, você poderá utilizar o seu celular no exterior por 12 meses, o que não é verdade.
      O comentário do Lippe em 3 de setembro de 2018 está corretíssimo. Deveria ter sido destacado e difundido.
      Não podemos permitir que a CLARO continue a enganar os consumidores.

  • marcia

    usei passaporte america e foi perfeito..no caribe me descuidei e tive que pagar 80 reais pq nao cobria.uma das ilhas que fui..mas no estados unidos foi perfeito gostei e recomendo…so ficar atento aos paises que sao permitidos….agora ja to mais atenta..melhor que comprar o chip de dados..prepaid..

  • Daniel

    Será que eu entendi os comentários?!
    O valor mensal do passaporte Europa é R$239,88 e a Claro divide em 12x de R$ 19,99, então se eu quiser usar o passaporte durante o ano todo terei que desembolsar R$2878,56? Ou o passaporte vale durante todo o ano? Fiquei em dúvida rsrsrs