Hangzhou e as belezas do West Lake 6



Visitamos o West Lake em Hangzhou em um bate e volta que fizemos de Shanghai. O lago foi declarado Patrimônio Mundial da Unesco em 2011, e é um desses lugares que você precisa conhecer quando estiver em Shanghai! O parque onde fica o West Lake é enorme, você vai precisar de um dia inteiro para explorá-lo.

Vamos mostrar aqui cada canto que visitamos por lá, para você saber o que fazer em Hangzhou e aproveitar melhor o seu passeio. Se preferir, clique nos links abaixo para ir direto a um tópico específico desta matéria. Vamos contar também como chegar em Hangzhou partindo de Xangai:

O maravilhoso West Lake em Hangzhou

Você provavelmente vai chegar ao West Lake de táxi – há vários na estação de tem (falamos disso ao final desta matéria). Logo na entrada do parque, uma placa informa que o local é Patrimônio Mundial da Unesco – o lugar merece o título, como verão pelas fotos.

West Lake Hangzhou - Patrimonio da Unesco

Como em todos os parques com lagos que visitamos na China, há sempre uma ponte em formato de arco (no caso do West Lake são várias) :

West Lake Hangzhou

Próximo daí repare no búfalo de bronze (tamanho real) dentro da água, vimos estátuas desse bicho em outros parques da China, havia um no Summer Palace em Pequim, próximo à ponte dos 17 arcos, deve ter algum significado especial para os chineses.

Listening to Orioles Singing in the Willows

Séculos atrás 10 cenas imperiais foram associadas a momentos considerados memoráveis da vida em Hangzhou. Uma dessas cenas – chamada Listening to Orioles Singing in the Willows – se passa neste lugar do parque, onde há muitas árvores do tipo chorão. Estariam estes dois velhinhos chineses da foto acima ouvindo o canto dos passarinhos nos chorões?

Outra similaridade que notamos nos parques chineses: é um local importante para socialização dos idosos – você os verá jogando cartas, dominó, dançando ou simplesmente contemplando a natureza… pra mim era sempre muito bonito vê-los cheios de vida.

Vimos muitas pontes no West Lake construídas em zigue-zague, pois assim seriam supostamente “à prova de maus espíritos”. Segundo a crença popular, os espíritos só se movem em linha reta, e não conseguiriam atravessar pontes nesse formato!

DICA: Próximo daí, não perca este belo lugar para uma foto:

West Lake Hangzhou

Hubin ou Lakeside

Esta é a região do West Lake que faz fronteira direta com a cidade de Hangzhou. Fica aí a fonte musical do lago (foto abaixo), com shows programados durante algumas horas do dia, duração de 15min por vez. Esse aí assistimos às 11:00h da manhã – são lindos, vale a pena parar para admirar:

West Lake Hangzhou

PASSEIOS DE BARCO: Há diversos tipos no West Lake, desde barcos a remo, mais lentos, para menos pessoas e mais contemplativos:

… até barcos a motor, mais rápidos, cabem bem mais pessoas e são mais “turísticos”, tem guia com auto falante – detalhe, só falam chinês! Há diversas rotas e diferentes pontos de parada por todo o West Lake:

West Lake Hangzhou

COMO COMPRAR O BILHETE DO PASSEIO DE BARCO: Para passear em um barco desses, primeiro encontre um pier, há vários deles pelo lago, cada pier tem rotas específicas para diferentes pontos no lago. De onde estávamos, bem ao sul do lakeside, vimos uma bilheteria dos pleasure boats (detalhes logo adiante).

Nesta região vimos uma ciclovia para quem quiser andar de bike pelo parque do West Lake.

Antes de continuarmos, uma breve parada para o almoço: achamos uma Pizza Hut, mas ao invés de pizza pedimos um prato de carne de porco com macarrão e milho!!

O ponto de venda que comentei, para comprar os tickets dos passeios de barco (Pleasure Boats):

West Lake Hangzhou Pleasure Boats

Os piers no West Lake estão marcados com um círculo vermelho no mapa abaixo. A estrela vermelha é o local onde estamos. Daí saem pleasure boats, dentre outros destinos, para a ilha “Three Pools Reflecting the Moon” – compramos esse passeio. De baixo para cima no mapa abaixo, o lakeside é a estreita faixa verde que vai da estrela vermelha até a segunda bolinha vermelha.

West Lake Hangzhou Pleasure Boats map

Os tickets e no nosso barco, que mais parece um mini templo chinês flutuante, com esse telhadinho todo estilizado:

West Lake Hangzhou Pleasure Boats

Os turistas chineses dentro do barco ficavam olhando fixamente para nós, a Erika até brincou que o auto falante (que a gente não entendia nada, só falavam chinês) devia estar a dizer “olhem fixamente para esses dois turistas ocidentais”! Porque ao invés deles olharem para as atrações turísticas, nós éramos a atração.  Isso se repetiu diversas vezes por toda a China, nos trens, no metrô… mais em Pequim e menos em Shanghai (que é mais cosmopolita).

E não faziam para intimidar, pelo contrário, ficavam olhando como curiosos, com aquele olhar de criança, que vê algo pela primeira vez e permanece olhando fixamente. No templo do céu, em Pequim, um chinês pediu para tirar uma foto comigo!

O lakeside visto do nosso barco – o milenar West Lake fica lado a lado com a moderna Hangzhou:

Hangzhou

A Broken Bridge, que também faz parte das 10 cenas imperiais do West Lake: Melting Snow on Broken Bridge.

Melting Snow on Broken Bridge

A Baochu Pagoda, originalmente construída no ano de 963 em homenagem à Qian Chu, último rei dos Wuyue. Esta pagoda é um dos marcos do West Lake. Baochu significa “proteja Chu”.

IMG_49751

A bela paisagem do West Lake e a atmosfera de poluição que asfixia a China:

West Lake Hangzhou

E esse cinza nas fotos é poluição, repare que quanto mais longe você olha mais cinza fica o horizonte. Para objetos próximos a poluição é visualmente pouco perceptível.

Three Pools Mirroring the Moon

Para quem quer saber o que fazer em Hangzhou, esta é a cereja do bolo! Nosso passeio finalmente chegou a esta minúscula ilha no meio do West Lake – Three Pools Mirroring the Moon! Foi para nós um dos pontos mais bonitos da visita, as fotos falam por si:

West Lake Hangzhou

As famosas pontes em zigue-zague a prova de “maus espíritos” dominam o lugar…

IMG_2592

West Lake Hangzhou

Um lugar mais bonito que o outro…

West Lake Hangzhou

Na foto abaixo, a Leifeng Pagoda, outra atração turística importante para visitar em Hangzhou – fica na parte mais ao sul do West Lake. Reparem também nesse pilar que emerge da água:

IMG_5086

São três (os outros dois na foto abaixo), eles fazem parte da cena Three pools mirroring the moon, outra das 10 cenas imperiais do West Lake que citei no início da matéria. Como quase tudo na China, há um simbolismo por trás desta cena… nas noites de lua cheia, uma vela era acesa no interior dos pilares. A luz, que saia pelos orifícios – é possível vê-los na foto abaixo – era refletida pela superfície do lago, e chegavam aos olhos do observador como reflexos da própria lua. Os três pilares acesos e o lago como espelho… daí o nome Three pools mirroring the moon!

West Lake Hangzhou

Mas havia um outro segredo que descobrimos totalmente por acaso, ali mesmo, enquanto observávamos os misteriosos pilares do West Lake. Um rapaz chinês ao nosso lado pegou uma nota de um yuan e ficou tirando fotos dela com lago ao fundo… A Erika então me perguntou: Gustavo, você tem uma nota de 1 Yuan? dei a carteira a ela e qual não foi a nossa surpresa?!! No verso da nota estavam desenhados os mesmos 3 pilares!! Ficamos muito empolgados na hora, a cena retratada na nota de 1 Yuan era uma das 10 cenas imperiais do West Lake de Hangzhou, que legal!

Ficamos ali por um tempo, admirando o lago…

… e o vai vem dos barqueiros. Acho que Marco Polo, o famoso mercador de Veneza e que passou por aqui há 700 anos atrás, continua certo… o West Lake em Hangzhou permanece um dos lugares mais bonitos desse planeta!

West Lake Hangzhou

Abaixo e em detalhes, a ponte Yingbo, a primeira de uma série de seis pontes ao longo do Su Causeway, um caminho artificialmente construído pelos chineses que liga a parte sul ao norte do lago.

Nosso tempo infelizmente estava chegando ao fim, tínhamos que retornar para o lakeside e procurar um taxi. Marquei em um mapa do google tudo o que tem para fazer no West Lake em Hangzhou, com todas as atrações que citamos neste post:

Passamos um dia memorável no West Lake, ficamos com ótimas lembranças de lá Smile. Naturalmente, como em qualquer viagem, havia outras atrações para conhecer. O grande canal por exemplo – o maior rio artificial do planeta – que começa em Pequim, passa por Suzhou e vem terminar justamente aqui, em Hangzhou, depois de percorrer 1776km!  Fica para uma Próxima Trip!!

Como Chegar em Hangzhou

Para quem está em Shanghai, a melhor forma de chegar em Hangzhou é por trem de alta velocidade. Nos modernos trens “G”, que viajam a mais de 250km/h, a viagem tem duração de  1h. Nós compramos as passagens na estação de trem Shanghai Hongqiao, pagamos 155 yuan ida e volta por pessoa, hoje aproximadamente 80 reais. O trem foi o G7335, com saída às 8:24 desta estação mesmo. Há inúmeras saídas por dia, mais detalhes e dicas de como comprar bilhetes de trem na China neste nosso post aqui.

Saímos cedo, às 07:00h pegamos o metro linha 2 e rumamos para Shanghai Hongqiao, estação de onde sai o trem rápido para Hangzhou. Na rua de pedestres Nanjing Rd, ao lado do nosso hotel, um grupo de chineses praticava tai chi chuan logo cedo:

Neste dia usamos máscara contra poluição (estava forte esta manhã em Shanghai). Pegamos o metrô e fomos até a estação de trem Shanghai Hongqiao. Abaixo, o portão de embarque do trem, já na estação:

Ainda faltavam 30 minutos para o embarque. E enquanto aguardávamos, a Erika tirou uma de minhas fotos favoritas, capturou a expressão ao mesmo tempo tranquila e com sono desse lindo bebê chinês:

O trem é um moderno trem “G” (esqueci de tirar a foto nesse dia), idêntico ao que nos levou para Suzhou no dia anterior, fotos do trem neste post aqui.

Pela janelinha do trem, dá para entender melhor porque estávamos de máscara neste dia: a poluição do ar amanheceu péssima em Shanghai, o índice AQI (Air Quality Index) bateu em 240, nível nada saudável. Mas para nossa sorte (e dos chineses de Hangzhou) o AQI estava mais baixo no West Lake. A poluição do ar é um problema seríssimo na China, pois ela afeta a todos… não há como viver sem respirar!

Se você tem viagem marcada para a China, temos um post específico deste assunto aqui no site, recomendamos fortemente sua leitura:

Na estação de trem de Hangzhou, o ar já estava melhor:

como chegar em Hangzhou

Para chegar ao West Lake, pegamos um taxi na estação, eles são muito baratos na China. O endereço para mostrar ao taxista eu fiz como sempre, mostrei na tela do meu celular um texto em inglês e em mandarim do local onde queria ir. No caso achei um hotel Sofitel ao lado do West Lake, e no site deles peguei o texto abaixo, que eu mostrei ao taxista (claro, eu já tinha preparado tudo isso em São Paulo):

image

Se ele não entendesse, o plano “B” era mostrar algo mais “simples”:

image

Mas deu tudo certo, mostrei o primeiro texto e o motorista entendeu de primeira.

O caminho da Volta: quando terminamos nosso passeio, o jeito mais fácil que achamos de voltar para a estação de trem de Hangzhou foi tomar outro taxi. Pegamos um na Rubin Road, a avenida ao lado lakeside, passam vários por aí. A estação de trem de Hangzhou:

Nossos bilhetes do trem:

O nosso trem para Shanghai –  G7364,  das 16:18h – já aparecia no painel:

Parece complicado, mas não é se você sabe o número do seu trem. Basta seguir a sinalização onde aparece esse número (no nosso caso G7364). E chegamos no portão de embarque, nessa fila aí, super tranquilo!

como chegar em Hangzhou

E você, já visitou o West Lake? ou Hangzhou? Deixe sua dica ou comentário aqui, pode ser útil a outros viajantes.

Para ver todas as nossas matérias sobre Shanghai e arredores, clique aqui.

Já reservou seu hotel? Pesquise os melhores preços e reserve com nosso parceiro Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

6 pensamentos em “Hangzhou e as belezas do West Lake

  • Andressa

    Olá, Erika! Muito lindas as fotos do passeio! Você se lembra a duração do passeio de barco? E vocês desceram em todos os pontos? Muito obrigada. 🙂

    • Gustavo Autor do post

      Andressa, são vários passeios de barco no lago, com rotas e destinos diferentes. Nós fizemos o mais famoso, da estrelinha vermelha (veja no mapa) até a ilha “Three pools mirroring the moon”, esse trajeto (que é um dos mais longos) dura 20 minutos no “pleasure boat”. Gostaríamos de ter tido mais tempo para explorar o West Lake, pois o lugar é lindo!

  • debora lopes

    Olá! parabéns pelo blog! Estou pensando em incluir Hangzhou na minha viagem! Todavia, iria sozinha… foi complicado para vocês conseguirem taxi para voltar à estação de trem? Já vi relatos em outras cidades que eles evitam pegar ocidentais.. obrigada!!!