Visita ao Palácio de Verão em Pequim (Summer Palace)



Neste post conto como foi nossa visita ao Palácio de Verão em Pequim, um parque super agradável formado por lagos, ilhas e colinas, com pavilhões, templos e corredores de belíssima arquitetura. Aberto ao público após 1924,  foi utilizado pelas dinastias chinesas nos séculos XVIII e XIX como área de descanso e lazer. Em 1998 foi declarado (merecidamente) Patrimônio da Humanidade pela Unesco. É frequentado tanto por turistas quanto pela população local, com certeza um passeio que vale muito a pena fazer em sua estadia em Pequim.

T4i_2456

A história deste lugar é quase milenar, mas paradoxalmente quase tudo o que aí existe é recente. Por vários motivos. A colina da foto acima, hoje denominada colina da longevidade, não existia 800 anos atrás. Surgiu de um projeto das dinastias chinesas de aumentar os reservatórios de água da cidade de Pequim, para melhorar a irrigação das plantações e abastecimento de água potável da cidade. Cavaram o lago Kunming e da terra retirada fizeram a colina da longevidade! Esta foi a etapa da “construção”.

Agora, a destruição: em 1960, durante a guerra do Ópio, os templos, pavilhões e corredores, todos feitos de madeira, foram completamente incendiados e reduzidos a cinzas pelas tropas inglesas e francesas. Em 1880 os chineses reconstruíram tudo. Em 1900 veio a segunda destruição total do lugar com a guerra dos Boxers. Mas os chineses reconstruíram tudo de novo. Muitas destas construções tem ligações simbólicas com outras regiões na China. Veremos isto mais adiante.

O que ver e fazer no Palácio de Verão

Depois de passar pela bilheteria (veja como comprar o ticket de entrada ao final desta matéria), você irá se deparar com a primeira atração do parque: os chineses construíram uma réplica dos canais de Suzhou em tamanho real dentro do parque! Nós visitamos a cidade de Suzhou de verdade também, em breve teremos post aqui no site.

T4i_2298

Vimos muitos moradores de Pequim, alguns da terceira idade, praticando atividades esportivas, como essa senhora chinesa se exercitando com uma bola amarrada em um elástico:

IMG_1548

Abaixo, outro grupo jogando peteca em uma roda… só que não com as mãos, com os pés!

IMG_2304

Era difícil de acreditar, mas os “velhinhos” não deixavam a peteca cair… Não me aguentei e tirei a foto abaixo, a mulher (à esquerda) rebateu a peteca de costas e com o pé!!

T4i_2308

Estas cenas vimos se repetir nos outros parques (Bei hai e Templo do sol) que visitamos na cidade Pequim. Acredito que a maioria nesses grupos são de aposentados, se reúnem e praticam atividades esportivas em conjunto, e o ponto de encontro são os parques! É bonito vê-los jogando cartas, peteca, dançando ou simplesmente passeando como nós.

Depois daí, o caminho é subir a colina da longevidade, para chegar ao lago Kunming do outro lado.

T4i_2305   T4i_23181

São muitos degraus… e não tem elevador nem escada rolante!  Reparem nesse senhor carregando a menininha, não tem como ficar gordo nesse país!

IMG_1554

Os telhados dos templos chamam a atenção pelos detalhes, um mais bonito que o outro:

T4i_23111

Um conjunto de figuras míticas repletas de simbolismo formam uma fila em cima de cada telhado:

T4i_23101

Veja abaixo em detalhe: O último da fila – à direita na foto, é sempre um dragão, ele representa a autoridade do Estado. Na sequência, aparecem figuras bestiais com função de proteção, geralmente em número impar. Quanto mais delas existirem, tanto mais importante é o lugar que elas protegem. Já o primeiro homem da fila (a esquerda na foto acima), li no wikipedia que seria o imperador, agora sentado em uma fênix… representaria ele a imortalidade do poder do imperador ? Seja lá o que for, não deixe de observar os telhados!

T4i_23101

IMG_1564

Paramos para tomar um sorvete… ainda bem que as cores são meio intuitivas, pedimos o marrom, de chocolate!

IMG_1569

Artesanato local, repare que em um deles tem a foto do Mao Tsé, ele está em todo lugar (lavagem cerebral)!!

IMG_1565

IMG_1649

Cruzamos com alguns monges budistas pelo caminho:

T4i_2599

Um pouco mais adiante, do alto da colina da longevidade, já se vê o lago Kunming e a ponte dos 17 arcos:

T4i_2336

Mas e toda essa “neblina”? Isto na verdade chama-se smog mistura de fumaça (smoke) e neblina (fog), resultado da intensa atividade industrial chinesa patrocinada por todos nós quando compramos os made in china products. Neste dia a poluição começou a piorar, o nível de poluentes medido pelo air quality index chegava a 150. Nas fotografias de objetos mais próximos, como a fotos abaixo, a smog fica quase imperceptível, mas no caso da foto acima (tirada com uma lente telescópica), a ponte estava a 1 km de distância, então o acúmulo de poluentes na atmosfera fica bem perceptível.

T4i_2395

Abaixo, o templo Hall of Fragrant Splendor, construído pela primeira vez em 1886, destruído pelas guerras e reconstruído no século XX (reparem no telhado):

T4i_2422

IMG_1608

T4i_2425

Acima, a Erika no Hall of Fragrant Splendor (à esquerda ) e o prédio vizinho a ele, à direita na foto, reparem nos telhados.

T4i_24102

No prédio vizinho há 5 figuras bestiais de proteção entre o imperador e o dragão, e no templo do Hall of Fragrant Explendor, o mais importante, há 7 delas (é possível vê-los bem pequenininhos na foto que aparece o dragão)!!

IMG_1599

O templo da Virtude Budista em detalhes:

T4i_23931

Continuamos descendo a colina da longevidade… e em alguns minutos chegamos à outra parte muito bonita do parque, o lago Kunming de um lado e os longos corredores ornamentados do outro (atrás das árvores):

T4i_23591

IMG_1574

T4i_23551

IMG_15772

IMG_2370

Deste ponto – gate of dispelling clouds,  saem diversos barcos, nós compramos tickets para a pleasure boat route, com destino a south lake island, somente ida,  custou 15 yuans cada. Também é possível ir a pé margeando o lago. É nessa ilha que fica a ponte dos 17 arcos.

IMG_2439

IMG_1619

IMG_1609

IMG_16291

Do barco, avistamos a belíssima Jade Belt Bridge:

T4i_24891

E a Jade Peak Pagoda ao fundo, quase desaparecendo na atmosfera poluída de Pequim:

IMG_24901

Um barco cruzando as águas do lago Kunming, as árvores do parque ao fundo, o ar… em 50 tons de cinza – a foto não foi editada, estava assim mesmo:

IMG_24622

A ponte dos 17 arcos:

T4i_2466

Um pouco mais de perto, e as cores começam a “reaparecer”…

T4i_25071,

T4i_2517

O Spacious Pavillon, a ponte dos 17 arcos e do outro lado da ponte a South Lake Island:

T4i_25311

Neste lugar tem um porto com saída de barcos para outras regiões da ilha. Mas antes, uma breve parada para recarregar as “pilhas”, um crepe chinês com uma salsicha dentro!

iPhone5_1462_2

A Erika achou este mapa aí de baixo, com todas as informações que precisávamos em inglês!

T4i_2548

Compramos então um ticket de barco com destino ao Marble Boat na Colina da Longevidade. Bico!!

IMG_2560

IMG_25441

O Marble Boat:

T4i_25771

Daí, subimos a colina da longevidade tudo de novo para sair do parque… acho que a chamam desse nome porque quem sobe esse morro todo dia só pode viver muito!

T4i_2568

T4i_25911

Como chegar

O lugar é facilmente acessível pela linha 4 do metrô de Pequim, desça na estação Beigongmen, utilize a saída C2.

IMG_1658

Você vai passar por este ponto de ônibus – reparem na decoração e limpeza!

IMG_1533

… e em menos de 200 metros chegará na entrada norte do Palácio de Verão:

T4i_2287

A bilheteria fica logo ao lado:

IMG_1534

Com informações nos painéis tanto em mandarim quanto em Inglês, foi bem fácil comprar os ingressos, sem maiores dificuldades por conta da língua.

IMG_2288

Para ver todas as nossas matérias e relação de passeios para fazer em Pequim, clique aqui.

Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Bom, é isso aí.  Até a próxima trip!!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *