O que fazer em Porto: 20 atrações imperdíveis



Hoje no blog você vai ver o que fazer em Porto, segundo maior destino turístico dos brasileiros em Portugal. Vamos mostrar aqui os 20 principais passeios, para você montar um roteiro perfeito por essa linda cidade portuguesa e aproveitar ao máximo sua viagem.

Porto é uma cidade bem antiga e importante na história de Portugal, e há muito o que visitar e conhecer por lá. Dois mil anos atrás, era conhecida pelos romanos como Portus Cale. Durante a Idade Média, cresceu em tamanho e importância, e a região passou a ser conhecida como condado Portucalense. Alguns séculos mais tarde, emprestaria seu nome ao nascente reino de Portugal!

Para visitar o básico, o ideal é ficar de 3 a 4 dias em Porto. Se tiver apenas 2 dias na cidade, escolha os passeios que você mais gosta de nossa lista do que fazer em Porto e monte seu próprio roteiro. Se tiver 4 a 7 dias em Porto, damos como sugestão incluir passeios bate e volta em seu roteiro – mais detalhes ao final desta matéria.

O que fazer em Porto

  1. Rua de Santa Catarina
  2. Teatro Nacional de São João
  3. Sé e Pelourinho do Porto
  4. Muralha Primitiva
  5. Igreja de São Lourenço / Convento dos Grilos
  6. Palácio da Bolsa
  7. Igreja de São Francisco
  8. Muralha Fernandina
  9. Igreja, Torre e Museu dos Clérigos
  10. Praça de Lisboa
  11. Livraria Lello
  12. Igreja do Carmo e Igreja dos Carmelitas
  13. Jardins do Palácio de Cristal
  14. Avenida dos Aliados / Praça da Liberdade
  15. Museus para visitar em Porto
  16. Ponte Luis I
  17. Mirante da Serra do Pilar
  18. Caves em Vila Nova de Gaia
  19. Praça e Cais da Ribeira
  20. Passeios de Barco pelo Rio Douro

Rua de Santa Catarina

É a rua comercial mais famosa de Porto, com muitas lojas e restaurantes. Em sua maior parte é fechada para carros e exclusiva para pedestres.

rua santa catarina porto

Rua de Santa Catarina

Ao passear pela rua de Santa Catarina, não perca:

  • Café Majestic: bonito restaurante em Porto com decoração Art Nouveau. Um de seus clientes frequentes (na década de 90) foi JK Rowling, autora de Harry Potter. Fomos lá conferir, pedimos robalo e bacalhau à João do Porto, uma delícia. Com bebida, e sobremesa, pagamos 70 euros para duas pessoas. Para mais informações, menu e preços, consulte o site oficial aqui.
  • Capela das Almas: Também conhecida como capela de Santa Catarina, foi toda revestida em azulejos portugueses em 1929, e continua assim até hoje, ficou linda. Os azulejos retratam a vida de São Francisco de Assis e de Santa Catarina. Não deixe de conhecer em Porto, vale a pena.
  • Mercado do Bolhão: fica no cruzamento da rua Formosa com a rua de Sá de Bandeira (apenas 1 quarteirão da rua de Santa Catarina). É um mercado tradicional em Porto, interessante conhecer. Vendem de tudo lá dentro:  souvenirs, bebidas, chás, flores, legumes, verduras, etc. Atualmente em restauração, estão operando temporariamente na rua de Fernandes Tomás (a mesma da Capela das Almas). Consulte o site oficial do Mercado do bolhão para mais informações.
  • Igreja de Santo Ildefonso: Linda igreja barroca do século XVIII, com fachada frontal em azulejos, fica na Praça da Batalha (onde começa a rua de Santa Catarina). Não perca, na frente da Igreja, o mirante com vista para a rua 31 de janeiro e Igreja e Torre dos Clérigos.

Teatro Nacional de São João

Construído no final do Século XVII, foi declarado Monumento Nacional de Portugal e patrimônio da Unesco. Fica na Praça da Batalha, logo no início da Rua de Santa Catarina:

Teatro Nacional de São João

DICA: o elétrico turístico no. 22 (o bonde em Portugal é chamado de elétrico) passa pela praça da batalha e leva até outras atrações importantes em Porto, como Avenida dos Aliados, Praça da Liberdade, Torre dos Clérigos e Igreja dos Carmelitas. Para mapa e trajeto do elétrico 22 clique aqui. Para quem quiser andar de bonde, fica aí a dica!

Eletrico Tram 22 Porto

Mas muito cuidado com os pickpockets (batedores de carteira) dentro dos bondes e transporte público de forma geral na Europa – tenha sempre seus pertences à vista. Infelizmente é comum o furto de turistas dentro dos bondes, em especial quando estão lotados.

Sé e Pelourinho do Porto

Linda igreja de arquitetura romano-gótica do século XII e XIII, a Sé é um dos principais passeios para fazer em Porto. Por dentro, destaque para o claustro da Igreja, com colunas góticas e corredores decorados com azulejos portugueses, vale a visita!

Sé e Pelourinho porto

DICA: Na praça em frente a Igreja, não perca o pelourinho e a linda vista para a cidade do Porto.

Dias e horários de visitação da Sé do Porto, Museu e Claustro:

  • Verão (Abr/Out): todos os dias, das 09h00 às 18h30
  • Inverno (Nov/Mar): todos os dias, das 09h00 às 17h30
  • Natal e Páscoa: Fechado

Para mais informações consulte o site oficial aqui.

Muralha Primitiva de Porto

Também conhecida como Cerca Velha, a Muralha Primitiva foi construída durante a Idade Média (séculos XI e XII) para proteger a Sé do Porto, centro do poder naquela época.

Nos séculos seguintes, a forte expansão ultramarina portuguesa trouxe novos moradores à cidade. Sem espaço no interior da Muralha Primitiva, os novos burgueses e comerciantes instalaram-se fora dela. Desprotegidos, pediram ao rei a construção de uma segunda proteção: a Muralha Fernandina. Deste então, a Muralha Primitiva tornou-se obsoleta foi gradativamente demolida ao longo dos séculos.

O pouco que sobrou fica hoje na esquina da calçada de Vandoma com a avenida Dom Afonso Henriques. Impressiona mais pela importância na história (tem quase mil anos) do que pelo seu tamanho.

Igreja de São Lourenço / Convento dos Grilos

A Igreja de São Lourenço / Convento dos Grilos foi construída em 1577 pelos Jesuítas. Após sua expulsão em 1759, foi doada à Universidade de Coimbra, e depois comprada por frades espanhóis, conhecidos como frades-grilo (daí o nome da igreja).

Dica: não perca o mirante ao lado o Convento dos Grilos, a partir daí tem-se uma bela vista da cidade do Porto. O mirante fica 50 metros do Pelourinho da Sé.

Palácio da Bolsa em Porto

Este imponente edifício neoclássico foi construído em 1842 como sede da associação dos comerciantes do Porto, destruída no incêndio de 1832 no convento vizinho de São Francisco.

O prédio da Bolsa é ainda mais bonito por dentro – destaque para o impressionante salão árabe. Se tiver tempo, é um passeio que vale a pena fazer em Porto.

Palácio da Bolsa

DICA: as visitas internas ao Palácio da Bolsa são todas guiadas e tem duração de 45 minutos. Se estiver na região, entre e pergunte pelo próximo tour guiado, geralmente de hora em hora.

Dias, horários e valor do ingresso do Palácio da Bolsa:

  • Preço: 11 € / pessoa (menores de 12 anos acompanhados de adultos tem entrada gratuita).
  • Horários:
    • Novembro a Março: das 9:00 – 13:00h / 14:00 – 17:30h
    • Abril a Outubro: das 9:00 – 18:30h
  • Para mais informações consulte o site oficial aqui.

Igreja de São Francisco

Outra linda igreja em Porto fica no coração da zona histórica e ao lado do Palácio da Bolsa. Possui um interior em arte barroca impressionante, todo talhado em madeira.

Igreja de São Francisco Porto

Dica: para ver o interior da igreja em 360 graus,  clique aqui. Se quiser, aproveite para visitar esta igreja enquanto aguarda o início do tour guiado no Palácio da Bolsa. Para entrar na igreja, suba as escadarias da foto acima.

Para mais informações, consulte o site oficial da Igreja de São Francisco.

Muralha Fernandina de Porto

A Muralha Fernandina foi o segundo conjunto de muralhas construído em Porto, com a função de proteger seus “novos” moradores –  comerciantes e burgueses que enriqueceram com a expansão ultramarina. Sua construção terminou no século XIV, no reinado de D. Fernando – daí a designação “Fernandina”.

Muralha Fernandina em Porto

Dica – onde ver a Muralha Fernandina em Porto:

  1. Escadaria do Caminho Novo: São as escadas na foto acima, liga a rua Nova da Alfândega com a rua de Tomás Gonzaga. O acesso fica bem próximo da Igreja de São Francisco e Palácio da Bolsa (apenas 200m), que citamos aqui. Prepare suas pernas, seja para descer ou subir – nós subimos!
  2. Em frente a estátua de Arnaldo Gama (esquina da rua Saraiva de Carvalho com Arnaldo Gama), próximo da Muralha Primitiva. Este é trecho mais fotogênico da Muralha Fernandina – veja aqui em 360 graus. Quem for daí até o Cais da Ribeira (ou vice versa), e quiser economizar pernas, pegue o Funicular dos Guindais. Também dá para descer a pé até lá, pela rua Arnaldo Gama, mas é uma escadaria ainda maior que a do Caminho novo, então prepare suas pernas!

OUTRA DICA: para quem gosta de Street Art e passar pela Escadaria do Caminho Novo, não perca o “Mira”, mural de Daniel Eime:

"Mira" mural Daniel Eime

O mural fica na pracinha ao lado do acesso a escadaria, na parte baixa.

Igreja, Torre e Museu dos Clérigos

Outro passeio imperdível para fazer em Porto, reúne 3 atrações em uma só: visite a Torre, Museu e Igreja dos Clérigos de uma só vez. A vista do alto da torre é deslumbrante, uma das melhores do Porto! Na praça em frente à torre, muita gente aproveita para tomar um café.

Torre dos Clérigos

Torre dos Clérigos

A exposição do museu tem obras portuguesas do século XIII até o XX, com pinturas, esculturas e uma seção com vários crucifixos. Organize sua visita:

  • Entrada custa €6
  • Aberta todos os dias, das 09h00 às 19h00, exceto:
    • dia 24/12: das 09h00 às 14h00
    • dia 25/12: das 11h00 às 19h00
    • dia 31/12: as 09h00 às 14h00
    • dia: 01/01 – 11h00 às 19h00

Em alguns dias da semana, também abre a noite, das 19 às 23hs. Para mais informações, consulte o site oficial da Igreja e Torre dos Clérigos.

Praça de Lisboa em Porto

Se você gosta de áreas verdes integradas de maneira inteligente à cidade, não deixe incluir essa praça em seu roteiro do que fazer em Porto. Duas décadas atrás, era um lugar horrível e abandonado. Hoje, a Praça de Lisboa foi completamente revitalizada: tem lojas na parte de baixo e em seu “telhado” há um jardim suspenso, super moderno, confira:

O que fazer em Porto

A rua que corta a praça ao meio dá acesso as lojas, e liga a Torre dos Clérigos à Livraria Lello.

DICA: Não vá por essa rua, vá pelo espaço superior, onde fica a praça, assim você aproveita toda a área verde. Nós passeamos por lá e adoramos.

Livraria Lello

Esta é a livraria mais bonita de Portugal, e a terceira mais bonita do mundo segundo o The Guardian. Fundada em 1906 por pelos irmãos portugueses Lello, ganhou fama não apenas por sua beleza interna, mas por uma visitante ilustre: J.K. Rowling frequentou a livraria de 1991 a 1993, enquanto lecionava inglês na cidade do Porto.

No dia que passamos por lá, havia fila para entrar. E para piorar, estava lotada por dentro também. Apesar de ser uma das principais atrações para visitar em Porto, não visitamos por causa da lotação. Quer saber como é a livraria Lello por dentro? clique aqui para conhece-la em 360 graus!

Dias, horários e preço do ingresso:

  • Para entrar é necessário comprar um voucher de €5. Você pode comprá-lo:
    • Online no site da livraria
    • Em uma outra loja a uma quadra dali (pergunte na entrada onde fica)
  • Fica aberta todos os dias das 9h30 às 19h00, exceto:
    • Natal, Ano Novo, Domingo de Páscoa, 1 de maio e 24 de junho.

OBS: A compra do voucher não dá direito a entrar sem pegar fila. Caso compre um livro, o valor do voucher é abatido.

Para mais informações consulte o site oficial da livraria Lello.

Igreja do Carmo e Igreja dos Carmelitas

Mais 2 igrejas lindas para visitar em Porto, construídas entre os séculos XVII e XVIII. São igrejas vizinhas e ficam apenas há 2 quarteirões de distância da Torre dos Clérigos.

Igreja do Carmo e Igreja dos Carmelitas

DICA: Não perca a parede lateral da Igreja do Carmo (à direita na foto acima), toda em azulejos portugueses, representando cenas da fundação da Ordem Carmelita – muito bonita mesmo. Se puder, entre também na igreja ao lado (dos Carmelitas) , seu interior é todo talhado em dourado, em estilo barroco/rococó – para ver por dentro, em 360 graus, clique aqui.

Jardins do Palácio de Cristal

Outra área verde muito legal para conhecer em Porto são os Jardins do Palácio de Cristal. E depois de caminhar pelos vários jardins temáticos do parque e desfrutar da natureza ao redor (até galos nós vimos por lá!), você será recompensado com lindas vistas do Rio Douro e da Ponte de Arrábida – vale muito a visita!

Bonito entardecer em Porto

Anote aí nossas dicas: não perca o Jardim do Roseiral e o Jardim dos Sentimentos. E as melhores vistas do Rio Douro você terá: na Torre do Jardim do Palácio e no Parque da Quinta da Macieirinha, fica entre a torre e o museu romântico da Quinta da Macieirinha.

Avenida dos Aliados / Praça da Liberdade

Principal avenida de Porto, foi nomeada em 1916 em homenagem aos países aliados na primeira guerra mundial. Por ser ampla, costuma sediar os principais eventos na cidade.

Na Avenida da Liberdade e arredores, não deixe de visitar:

  • A estátua em homenagem ao rei português Pedro IV (o nosso Dom Pedro I, imperador do Brasil), no início da avenida.
  • A Câmara Municipal da cidade – prédio ao fundo na foto acima, no final da avenida.
  • A estação São Bento de trens e metrô, com lindos azulejos na sua área interna. Fica a menos de 100 metros da estátua de Pedro IV, siga para o lado direito da foto acima.
A estação São Bento de trens e metrô em Porto

Interior da Estação São Bento de trens e metrô em Porto

Museus para visitar em Porto

Quem quiser incluir um museu em seu roteiro do que fazer em Porto, anote aí a lista dos principais museus para visitar na cidade:

Desses, o único que fica dentro da área turística é o Museu Nacional Soares dos Reis – fica próximo dos Jardins do Palácio de Cristal. Para mais informações como preços, endereço, dias e horários de visitação, consulte os sites oficiais dos museus nos links acima.

Ponte Luis I

Construída no final do século XIX, liga a Cidade do Porto à Vila Nova Gaia. A ponte tem ruas em 2 níveis: uma rua superior, por onde passa o tram (bonde moderno); e outra rua inferior, por onde passam os carros. Os pedestres podem caminhar em ambas.

Ponte Luis I na cidade do Porto - Portugal

Você certamente passará por quando visitar as atrações do outro lado do rio Douro: as caves em Vila Nova de Gaia e Mirante da Serra do Pilar.

Dicas:

  1. Para visitar o Mirante da Serra do Pilar, vá pela rua de cima da ponte, dá para ir caminhando ou de bonde. Nós fomos caminhando e valeu pela vista, é de tirar o fôlego!
  2. Depois de visitar o mirante, pegue o teleférico até Vila Nova de Gaia – cidade vizinha de Porto e terceira mais populosa de Portugal, com 300 mil habitantes (Porto tem 215 mil habitantes). Aí ficam as caves mais famosas de Porto.
  3. Por fim, volte à ponte, mas dessa vez atravesse pela rua de baixo, você estará de volta a Porto. Deste ponto, tem duas opções:
    • Siga para o Cais da Ribeira, às margens do rio douro (vire a esquerda ao sair da ponte);
    • Ou suba até a Sé de Lisboa e Muralha Fernandina. Para chegar lá, você pode:
      • Pegar o Funicular dos Guindais (fica praticamente em frente da saída inferior da ponte)
      • Ou subir a pé as escadarias – são duas: uma fica ligeiramente a esquerda ao sair da ponte, e a outra mais escondida, à direita, próxima do Funicular.

E mais uma dica: para quem gosta de fotografia, um dos lugares mais bonitos em Porto para fotografar o sunset é do alto da Ponte Luis I. A vista é magnífica!

Onde assistir o pôr do sol em Porto - Portugal

Pôr do Sol em Porto, fotografado da Ponte Luis I

Curiosidade: Nós visitamos Porto em meados de junho, início do verão na Europa. A foto acima foi tirada às 21:30h, horário do pôr do sol nesta época em Porto!!

Mirante da Serra do Pilar

O mirante oferece ótimas vistas da cidade, Rio Douro, Muralha Fernandina e Ponte Luis I. É um passeio bem rápido para fazer em Porto, 30 minutos são mais que o suficientes. Para chegar aí, se estiver em Porto, vá pela rua de cima da Ponte Luis I; ou se estiver em Vila Nova de Gaia, pegue o teleférico – o mirante fica no lugar mais alto da foto abaixo, lá no fundo:

Teleférico de Vila Nova de Gaia

Teleférico de Vila Nova de Gaia

Caves em Vila Nova de Gaia

Um passeio imperdível para fazer em Porto é visitar as caves em Vila Nova de Gaia. As caves são grandes adegas que abrem suas portas para visitação turística, e costumam oferecer:

  • Tour guiado pela adega, onde você aprende como são armazenados e produzidos os famosos vinhos do Porto e Vale do Douro;
  • Degustação de vinhos do Porto e Vale do Douro – em geral servem 3 variedades de vinho;

As caves ficam em um enorme calçadão para pedestres as margens do rio douro e suas travessas. Para chegar lá, há duas maneiras, todas pela Ponte Luis I:

  1. Se vier pela rua de cima da ponte, pegue o teleférico, ele te deixará bem no calçadão da Avenida de Diogo Leite.
  2. Se vier pela rua de baixo da ponte, é só virar a direita ao sair da ponte que chegará ao calçadão.
Caves em Vila Nova de Gaia

Região das Caves em Vila Nova de Gaia – calçadão só para pedestres

A visita com degustação básica de vinho custa em média 15 euros. Algumas caves oferecem degustações de vinhos mais refinados, mas os preços nestes casos beiram os 50 euros. Para quem se interessar, anote aí as melhores caves em Vila Nova de Gaia:

Mesmo que você não tome vinho, não deixe de incluir esse passeio em seu roteiro por Porto, há (bons) motivos para isso:

  • Faça uma caminhada agradável pelas margens do Rio Douro, há banquinhos para sentar e admirar o movimento dos barcos;
  • Daí tem-se uma linda vista do Cais da Ribeira e cidade do Porto, na margem oposta do Rio Douro.
  • Os “Rabelos”, que são os barcos utilizados para transporte dos barris do vinho do porto, ficam ancorados nesta margem do rio Douro, e são bem fotogênicos;
  • Daí sai o teleférico até o mirante da Serra do Pilar, outra atração turística para visitar em Porto.

Ao terminar seu passeio, pode voltar pela ponte Luis I (se você veio por cima, volte por baixo – e vice versa) ou usar o serviço de barco/taxi DOURO RIVER TAXI – partidas a cada 15min, funciona das 10:00 até o por do sol. Para mais informações consulte o site oficial aqui.

Praça e Cais da Ribeira

Esse é outro passeio essencial para fazer em Porto. É um dos lugares mais antigos no centro histórico da cidade – a Praça da Ribeira aparece citada em cartas régias do século XIV.

Além da forte concentração de casas típicas da cidade do Porto, você irá encontrar no Cais da Ribeira inúmeros restaurantes, muitos com vista para o rio Douro.

O lugar costuma ficar bem cheio, pois reúne turistas batendo perna e gente a procura de almoço, jantar ou simplesmente um lugar agradável para petiscar e bater papo. É uma atração imperdível em Porto, não pode faltar em seu roteiro do que fazer na cidade!

Praça e Cais da Ribeira em Porto

DICA: as melhores vistas do Cais da Ribeira você terá da Ponte Luis I e de Vila Nova de Gaia.

Passeios de Barco em Porto

Há várias empresas que fazem passeios de barco pelo rio Douro, como Magnífico Douro e Tomaz do douro, para citar algumas. Você pode contratá-los no próprio local, geralmente no Cais da Ribeira ou Vila Nova de Gaia, dependendo da empresa.

Passeio de Barco em Porto

Passeios de Barco no rio Douro – Embarque no Cais da Ribeira

Há passeios de barco em Porto para todos os gostos:

  • Passeios de barco rápidos: geralmente visitam as 6 pontes do rio Douro, tour aprox. 1 hora de duração. Preço médio €15.
  • Passeios de barco de 1 dia: Há vários, explore as vinícolas e paisagens cênicas em um dia de passeio pelo rio Douro. Preço de €50 a €100.
  • Passeio de barco com almoço ou jantar no rio Douro: de 2 a 3 horas, preço médio de €40 a €50.

Com mais de 2 mil anos de história, há muito o que ver e fazer em Porto. Seu centro histórico é patrimônio da Unesco desde 1996.

Passeios bate e volta desde Porto

Caso tenha de 4 a 7 dias em Porto, você pode incluir em seu roteiro passeios bem legais às cidades de Aveiro, Braga e Guimarães – nós visitamos todas elas e adoramos. São facilmente acessíveis de trem partindo de Porto. Leia nossas matérias específicas sobre esses passeios aqui no blog:

Informações úteis para sua viagem a Porto

  • Inverno:
    • Nascer e Pôr do Sol: 08:00h – 17:30h (9,5 horas de luz)
    • Temperatura: de 7 a 14°C
  • Verão:
    • Nascer e Por do Sol: 06:00h  – 21:15h (15 horas de luz)
    • Temperatura: de 14 a 24°C
  • Primavera e Outono:
    • Nascer e Por do Sol: transição gradual entre horários acima
    • Temperatura: de 10 a 21°C
  • Chuvas:
    • De Junho a Agosto: estação seca, 0 a 20mm, praticamente não chove.
    • De Outubro a Fevereiro: estação chuvosa, máximo de 150mm por mês
    • Demais meses: máximo 50mm por mês (também chove pouco).
  • Melhor época para visitar Porto: O verão é a época mais procurada, a cidade fica lotada e mais cara. Como o inverno não é tão rigoroso como no restante da Europa, Porto pode ser visitada durante todos os meses do ano. Nós fomos em meados de junho, início do verão e pegamos lindos dias de céu azul e muito calor. A cidade estava bem cheia de turistas, mas achamos que em um limite “suportável” para fazer os passeios.
  • População: pouco mais de 300.000 habitantes. Tal como em Lisboa, ficamos com uma boa impressão dos portugueses, que em geral foram gentis e educados conosco. Em relação ao restante da Europa, são menos fechados e mais calorosos nas relações interpessoais.
  • Área metropolitana de Lisboa: 1,7 milhões de habitantes
  • Moeda: Euro
  • Preços em geral: Portugal ainda é um país barato para se visitar (se comparamos com outros destinos populares na Europa). Os preços de alimentação achamos bons, pagamos entre 10 e 15 euros por uma boa refeição em Porto;
  • Como chegar em Porto: Porto é facilmente acessível de avião (a partir das principais cidades européias) ou de trem (a partir de Lisboa). Nós fomos de trem, a viagem dura em média 2,5hs. Para mais detalhes, consulte nossa matéria específica aqui no blog:

Já encontrou um bom hotel para ficar na cidade? Faça sua busca e reserve através de nosso parceiro Booking.com! Você consegue as melhores tarifas e nós, um incentivo para produzir mais guias de viagem completos e independentes como este!

Booking.com

Muito obrigado e até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *