Roteiro de 3 ou 4 dias em Viena, na Áustria 18



ATUALIZADO EM 07/12/2017 | Nosso roteiro de 3 dias em Viena é um guia a partir do roteiro que fizemos para esta bela cidade e um parâmetro para você realizar sua viagem – o que ver e fazer na cidade. Mas o que fazer em Viena? A maioria dos highlights e pontos turísticos para quem vai visitar a cidade pela primeira vez estão aqui. Fizemos muita coisa neste pouco tempo que tivemos, mas fizemos render, afinal queremos sempre conhecer as principais atrações do destino visitado. O outono (mês de novembro) foi uma época ótima. Frio, mas sem chuva e com céu azul, ideal para fotografar. Chegamos à cidade de trem, vindo de Munique, na Alemanha, e nossos deslocamentos na cidade foram a pé, de bike, de metrô e com os antigos e famosos bondes. E por que eu disse no título roteiro de 3 ou 4 dias na cidade? Em nosso caso, no 4ºdia fizemos um bate-volta a Bratislava, na Eslováquia, ou ainda, quem tem um ritmo mais devagar talvez precise de 4 dias para fazer em Viena o que fizemos em 3. Para quem tem menos tempo, 1 ou 2 dias, pode escolher dentre os atrativos apresentados e montar seu próprio roteiro. Vamos ao guia com as nossas dicas!

IMG_9143

Começando pelo começo: A estação de trem na cidade é bem ampla, aproveitamos e compramos nosso Weekly Travelcard, que nos permitia andar de forma ilimitada durante 1 semana em todos os meios de transporte da zona central da cidade. Você compra o ticket (fahrkarten) no guichê (tem que falar inglês ou alemão) ou pela máquina da OBB. Com relação ao transporte, é seguro e o sistema não é nada complicado, apenas tenha um mapa com as estações em mãos. Ah! e não se esqueça dos pickpockets (ou traduzindo, os batedores de carteira), eles são uma praga em qualquer grande cidade na Europa. Aproveite os trens e charmosos bondes da cidade!

GOPR1672

IMG_9037

 

GOPR1759

Onde se hospedar em Viena?

Como tínhamos pontos acumulados no programa LeClub da Accor, nos hospedamos no Hotel Mercure Wien Zentrum e as 4 noites foram pagas integralmente com os vouchers, uma bela economia. Ele é bem localizado a poucos metros da Stephansdom e próximo a 2 estações de metrô. Ganhamos água e coca-cola grátis no check-in! Tinha wi-fi grátis e o café da manhã era bom (apesar de caro).

GOPR1747

GOPR1861

GOPR1751

O que fazer em Viena: principais atrações turísticas

As atrações que vou listar a seguir podem ser visitadas de acordo com seu interesse e não respeitam nenhuma ordem, vai depender do seu ritmo e de como organiza seu dia de passeios. Nós também não tínhamos um roteiro pré-definido, então se gostássemos de um local ficávamos mais tempo sem culpa. Uma atração à parte foi a coloração de outono, eu particularmente gosto do clima frio e da paisagem dramática (e amarelada, alaranjada e avermelhada) da estação.

Pode começar a desbravar a cidade pela Prefeitura (Rathaus), construção (neo)gótica e que foi inspirada no edifício da Prefeitura de Bruxelas (realmente são bem parecidas! clique aqui e veja nosso post da Grand Place em Bruxelas e você verá a semelhança) e o parque em frente (rathaus park), onde estavam montando as barraquinhas da famosa feirinha de natal. O parque é pequeno, mas as cores do outono convidavam a uma pequena caminhada para contemplar tamanha beleza.

GOPR1717

Os jardins do Volksgarten estavam maravilhosos, lindo lugar para passear e fotografar. Achamos muito curioso que os bancos do parque voltados para o sol estavam lotados, moradores e turistas em busca de vitamina D 😀. O Volksgarten, ou Jardim do Povo, foi aberto em 1820 de forma inusitada – quando as tropas de Napoleão colocaram abaixo as muralhas que cercavam a cidade.

IMG_9059

IMG_9064

IMG_9068

O Burgtheater é um dos teatros mais prestigiados da Europa, fundado em 1741. Em 1945, por conta da 2ªguerra, foi atingido por uma bomba, restando apenas as escadarias! A reforma foi tão bem feita que não deixou vestígios da destruição causada. Pesquisei antes de viajar e vi que suas escadarias, afrescos dos irmãos Klimt e auditório são belíssimos. Vale a pena fazer a visita interna, infelizmente como fomos à tarde, já passava do horário do tour guiado, quem sabe em uma próxima trip para Viena. Programe-se aqui. Repare na foto, a fachada principal possui um friso todo trabalhado que retrata Baco, e 2 estátuas nas pontas – Melpômena e Tália e a do centro, que é a estátua de Apolo.

GOPR1718

O Parlamento austríaco está em um enorme construção neoclássica, fica bem clara a inspiração grega em vários pontos. O edifício é do fim do século XIX, e no passado funcionou também como parlamento dos Habsburgos (parte austríaca)). Ainda visitamos a Universidade de Viena, que fica próxima dali.

GOPR1728

IMG_9118

Viena é uma cidade elegante, charmosa e rica, sempre aparecendo como uma das melhores cidades do mundo para se viver em pesquisas de respeitados institutos internacionais – indicadores de saúde, educação, renda e segurança nos mais altos níveis.

IMG_9127

Com cansaço mas muita disposição, no mesmo dia prosseguimos para uma visita externa ao palácio dos Habsburgos. Uma voltinha de reconhecimento nos arredores do Hofburg, um dos principais palácios e um cartão-postal da cidade. Trata-se da antiga residência dos imperadores, um complexo com vários palácios e alas e que abriga museus importantes na cidade (mais adiante no post você verá nossa visita a um deles!)

IMG_9140

As cores do outono me encantaram em Viena!

 

IMG_9153

IMG_9177

No dia seguinte, seguimos para uma das principais atrações turísticas de Viena, o famoso Palácio Schönbrunn (palácio de verão dos Habsburgos), que no outono funciona das 8:30h às 17h. Para outros períodos de visitação e valores de ingressos, consulte o site oficial.  Os jardins e o palácio são lindos, bem cuidados, uma visita imperdível em Viena. O acesso é fácil de metrô (U Schönbrunn, Hietzing) ou Tram (10, 58, 60)!

IMG_9295

Como o palácio está em uma parte mais alta da cidade, a vista da cidade se descortina ao fundo do palácio à medida que vamos subindo os jardins da colina.

IMG_9362

GOPR1772

Além de muitos turistas, vimos vários moradores se exercitando ou passeando com o cachorro nos imensos jardins. Não me canso de repetir que fiquei chocada com as cores do outono vienense. Eu e meu marido adoramos fotografar e durante esse passeio foi demais – um deleite para os olhos!

IMG_9304

Se você não fizer questão de visitar o castelo internamente – nós pulamos porque no nosso roteiro estava a visita ao Hofburg – os jardins podem ser explorados gratuitamente.

IMG_9242

IMG_5562

De lá pegamos o metrô novamente e fomos ao Haus des Meeres, o aquário da cidade. Nosso interesse não era o aquário propriamente, mas o Ocean’s sky, plataforma de observação no último andar do prédio. O local proporciona uma vista panorâmica, 360º de Viena, e eu amo vistas do alto! Abaixo, algumas fotos com a tele e com a GoPro. Não é uma atração imprescindível, vá se tiver tempo sobrando!

GOPR1785

GOPR1803

GOPR1790

IMG_9534

Ainda demos uma voltinha em uma das mais famosas ruas de compras de Viena – a Mariahilfer Strasse, onde você pode inclusive comprar seu chip para celular e internet para usar na Áustria, antes de seguir até outro palácio da cidade – o Belvedere. Lojas de roupas, sapatos, um centro comercial completo.

IMG_9498

IMG_9492

O Palácio Belvedere (aberto diariamente das 10 às 18h) foi construído como residência de verão do Príncipe Eugênio de Savoia. Localizado em uma pequena colina, seus bonitos jardins ocupam 3 níveis com diferentes temas – 4 Elementos, Parnaso e Monte Olimpo. Pode-se visitar os jardins gratuitamente, mas se quiser visitar a famosa Sala dos Espelhos ou a Coleção de Gustav Klimt, tem que comprar os tickets. Você pode optar por comprar no local ou online através do site oficial.

IMG_9570

Luxo e grandeza, como em todos os castelos na Europa.

GOPR1824

Nos jardins superiores, há várias estátuas de esfinge espalhadas, com cabeças humanas mas corpo de leão – símbolos de força e inteligência.

IMG_9581

Fazendo graça e sendo turista neste espelho colocado no meio dos jardins!

IMG_9596

Uma dica bem legal e que não vi em outros sites e blogs de viagem é que Viena é uma cidade com muitas ciclovias e tem um sistema de aluguel de bikes (CityBike Wien), com estações espalhadas em vários pontos da cidade. Basta ter um cartão de crédito internacional para alugar as magrelas. Eu adoro bikes e ainda mais quando podemos usá-las como meio de transporte. Foi uma experiência bem legal, como tivemos em Montreal, Copenhagen, Estocolmo e Berlim. Usei o Strava (app para que gosta de correr e pedalar) para fazer o tracking do nosso caminho. Detalhe que pelo mapinha você percebe que passamos pelo Stadtpark – mas lá é proibido circular de bikes! só no fim é que um guardinha veio falar com a gente! fica a dica e não pague esse mico rsrs!

IMG_5641

GOPR1832

GOPR1836

GOPR1844

 

IMG_0124

No semáforo, há sinalização para pedestres e ciclistas!

IMG_0160

Stadtpark: Um pequeno parque municipal (inaugurado em 1862) onde está uma famosa estátua de Strauss o “rei da valsa”, uma área verde no meio da cidade, com muitos moradores e pouco turistas. Ainda neste parque paguei mico deixando cair minha GoPro no chão enquanto filmava e andava de bike ao mesmo tempo 🙈

IMG_5619

IMG_9540

À noite, um bom passeio é conhecer a famosa e antiga roda gigante Wiener Riesenrad. Fica no Prater, parque antigo e que fica todo iluminado à noite, mas no dia em que fomos estava bem vazio, não sei se é a época do ano, mas estava bem caído, quase um parque fantasma de tão pouca gente. O local ficou ainda mais famoso com o filme estrelado por Ethan Hawke e Julie Delpy, Antes do Amanhecer (Before Sunrise). Aliás esse filme é um romance bem interessante (não é comédia romântica boboca) e mostra outros locais conhecidos de Viena.

Vista de Viena à noite do alto da roda gigante, com GoPro:

GOPR1986

IMG_0188

IMG_0198

Outro passeio que gostei mais de fazer em um fim de tarde e à noite do que durante o dia foi nas ruas exclusivas para pedestres do centro da cidade: Graben, Kohlmarkt e Kartner Strasse são interessantes do ponto de vista turístico pois agrupam lojas de grifes, restaurantes e cafés, além de serem super charmosas e convidativas para um passeio a pé. Para quem gosta dos cristais Swarovski (a marca é austríaca), há uma loja enorme, com produtos para todos os bolsos. O que tinha de chinesas enchendo as sacolas era impressionante. Mesmo que você não vá comprar nada, a loja tem cristais lindos.

IMG_9949

IMG_9958

GOPR1851

A Ópera de Viena, com linda arquitetura, inaugurada em 1869 em estilo neorenascentista. Curiosidade: Após ser destruída por uma bomba dos Aliados em 1945, a Staatsoper foi reaberta em 1955.

GOPR1916

Lateral do edifício que abriga a Ópera de Viena:

GOPR1917

Os tradicionais e charmosos bondes da cidade de Viena:

IMG_5684

Loja dos cristais austríacos (mas mundialmente famosos) da Swarovski:

IMG_5701

GOPR1926

No último dia, fomos nos outros pontos turísticos que faltavam para fechar nossa viagem por Viena: a catedral do centro da cidade, a imponente Stephansdom, em que subimos em uma de suas torres para apreciar uma vista panorâmica da cidade;

GOPR1756

Seu interior é bem decorado, impressionante, vale visitá-la também internamente.

IMG_0229

Este teto todo colorido com mosaicos tem por volta de 250 mil azulejos!

IMG_0248

A plataforma de observação está a 72 m de altura, praticamente na metade da altura da Agulha Sul, onde está localizada, uma Espiral gótica de 137m de altura que é avistada de praticamente de toda a cidade e é o símbolo da Catedral de Santo Estevão.

GOPR2004

Passeios de charrete são uma marca no centro de Viena, a todo momento vai cruzar com uma!

IMG_9991

Maria Theresien Platz, a praça que fica entre os 2 museus com construções praticamente idênticas e que abrigam os museus de História da Arte e História Natural (e que estava com tudo pronto para receber as feiras natalinas). Ambos edifícios foram erguidos exatamente com a função de abrigar museus e coleções de arte, parte do plano de desenvolvimento da região de Ringstrasse.

IMG_9162

IMG_9169

IMG_9166

Fotografamos na Graben o monumento em estilo barroco Pestsäulle, Monumento à Peste, mais uma alusão à epidemia de Peste que assolou a cidade no início do séc. XVII.

IMG_0278

A St Peter’s Kirche, dedicada a São Pedro e uma das mais antigas igrejas da cidade. Destaque para sua enorme cúpula verde, destacando-se entre os prédios da Graben.

IMG_9645

Edifício do Neue Burg (Museu de hisória da Arte de Viena) e o Burggarten – um bonito parque em frente ao museu, ainda mais belo com as cores dramáticas do outono!

GOPR1966

IMG_0113

Seguimos para a Karlsplatz, praça onde fica a Karlskirche, a construção barroca mais alta de Viena no alto de seus 72m de altura. A cúpula segue o estilo neoclássico e fica entre estruturas que lembram minaretes. A construção desta igreja vem de uma história interessante – o Imperador Carlos VI prometeu que quando Viena se livrasse da epidemia de Peste que devastou a cidade, ele dedicaria uma Igreja ao santo padroeiro das vítimas da doença, São Carlos Borromeo.

IMG_0153

Para finalizar e viagem com chave de ouro, voltamos ao Hofburg desta vez para visitar o Museu Sissi e Os Aposentos Reais (kaiser appartements), o acervo vale a visita! Achamos bem interessante pois a visita conjugava o palácio (que era bem “parecido”com outros palácios europeus que visitamos na França e Alemanha) com um Museu dedicado à Imperatriz Sissi, cuja personalidade e história de vida são bem interessantes. Imagine que ela tinha tanto hábitos de rainha inimagináveis hoje em dia, por exemplo gastava 3 horas por dia (!) para pentear os cabelos (que iam até os pés), era obcecada com exercícios e sua aparência física e por outro lado, tinha um casamento infeliz, sofria de depressão, perdeu seu filho (provavelmente assasinado) e morreu assassinada por um anarquista italiano em Genebra na Suiça! Ela odiava a vida regrada e rígida da corte e AMAVA viajar, acho que dessa forma conseguia um pouco de liberdade. Uma personalidade no mínimo inusitada na história do Império Austro-Húngaro que vale a pena saber mais! Visite este museu que é muito interessante, não vai se arrepender.

IMG_9998

Muita prata, ouro, luxo e ostentação. Nos apartamentos, nos jogos de jantar e pequenos objetos de decoração. Achamos bem interessante. Um áudio guide é oferecido como cortesia e ajuda bastante nas curiosidades e história do que está sendo visto. Não tinha em português, pegamos em inglês.

GOPR1943

IMG_0003

GOPR1950

GOPR1953

GOPR1964

Ah antes de ir embora, não se esqueça de levar os chocolatinhos temáticos da Áustria, Em Viena tem muitos da Sissi e do Mozart! As caixas são bonitas e são ótimos souvenirs!!

IMG_5636

 

IMG_5638

Para saber mais e planejar sua viagem, clique aqui, para saber a melhor época para visitar Viena, e aqui para pegar nossas dicas de restaurantes e cafés na cidade. Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 pensamentos em “Roteiro de 3 ou 4 dias em Viena, na Áustria

  • Rodrigo

    Bom dia!

    Gostaria de saber quais os dias de novembro que vcs ficaram em Viena.

    É que eu tenho vontade de fazer uma viagem para lá, e disponho da segunda metade de novembro. Gosto das cores do outono, e ano passado, quando fui ao Canadá em outubro, notei que o visual de outono estava mais bonito no final de outubro, e que quase não havia árvores vermelhas ou amarelas no início daquele mês.

    Daí não sei se final de novembro ou início de dezembro já tende a ficar muito frio ou sem folhas nas árvores.

    obrigado e parabéns pelo blog!

    • Erika Autor do post

      Oi Rodrigo, fomos na 1a quinzena… 9 a 16 de novembro de 2014. Achei uma boa época em função da pouca chuva, e pegamos dias frios porém de céu azul. Boa viagem.

  • ELAINE

    Vou fazer seu roteiro.
    Por coincidência vou ficar no mesmo hotel e chegando de Munique.
    Gostaria de saber qual a lente da tua máquina, as fotografias ficaram incríveis!
    Obrigada pelas dicas.

    • Erika Autor do post

      Oi Elaine, que legal sua viagem. Eu amei Viena 🙂
      Para essa viagem usamos para as fotos o iPhone, GoPro e uma Canon t4i com a lente original mais uma telescópia também da canon 70-300mm. Uma ótima viagem e quando voltar se quiser deixar suas dicas, fique à vontade!

  • crsitina martin

    ola. muito bom seu blog, mas infelizmente e’ protegido e eu nao posso fazer minhas collagens. pego os pontos mais interessantes de cada blog, faco uma pasta e voila! tenho o the best para curtir.

  • Danilo Teixeira

    Olá!

    Adorei o trabalho de vocês, me ajudou muito a pensar na minha viagem. Passei por vários posts para escolher o destino.
    Vi que colocam o horário de funcionamento em algumas atrações, seria bom deixar em todas e se possível, quanto é a entrada em cada lugar, para ajudar a cotar o preço e ver se vale a pena, por exemplo,adquirir o Vienna Pass.

    Mas parabéns pelo site e pelas fotos, as dicas vão ser muito úteis!

    Obrigado

    • Erika Autor do post

      Oi Rafael, ficamos uma tarde inteira no Schonbrunn e no Belvedere por volta de 1 hora, tudo depende do seu interesse. Quanto ao ticket de entrada, nao visitamos Schonbrunn internamente. Recomendo você entrar no site oficiais dos palácios para ver as opções. Nao entendi se estava se referindo ao ticket de entrada ou ao ticket de transporte público, mas também tem várias modalidades, inclusive 24h vale para metrô e bonde. Ao Belvedere fomos de bicicleta, que alugamos pelo sistema publico de aluguel de bikes na cidade

  • Mariana

    Olá, boa noite!
    Por favor, estou com uma dúvida. Para subir apenas na plataforma de observação do Haus des Meeres é pago ou gratuito?
    Obrigada!
    Abs,
    Mariana

    • Erika Autor do post

      Oi Mariana! Para subir também tem que pagar sim, o observatório está incluído no ingresso do Aquário (Haus des Meeres). Sinceramente, acho que vale mais a pena subir na catedral (Domkirche St. Stephan), pois apesar da vista panorâmica, o restante do aquário em si é bem fraco, vale a pena se for com crianças apenas. Boa viagem!