Chip internacional: Claro Passaporte Américas vale a pena? Veja prós e contras 1



Veja aqui se vale a pena contratar o serviço Passaporte Américas da Claro, para usar em seu chip de celular durante sua viagem ao exterior. Após paga uma taxa, você poderá usar seu celular em roaming gratuito nos EUA, Canadá, México, Argentina, Chile e demais países da América.

Uma vez contratado, é permitido o uso do celular em roaming sem custos no exterior, desde que observadas estas regras:

  • Você usará o celular como se estivesse no Brasil: minutos de conversação, volume de dados, uso da internet, SMS, tudo será debitado de sua franquia mensal, a mesma que você usa no Brasil;
  • No exterior, só são permitidas ligações para o Brasil ou dentro do próprio país que está viajando; Para qualquer outro país, serão aplicadas tarifas pesadas de roaming internacional. Exemplo: se você está nos EUA, pode ligar sem custo para o Brasil e dentro dos EUA também, mas ligações dos EUA para o México, Canadá, etc serão tarifadas;
  • Uso do celular apenas nos seguintes países: Argentina, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Uruguai, Estados Unidos e Canadá.

O que posso usar no exterior?

  • Internet: Você poderá navegar na internet no exterior, e seu consumo será debitado de sua franquia de dados de seu plano pós pago no Brasil. Exemplo: Se você tem 4 GB mensais para usar no Brasil, seu uso no exterior será debitado daí;
  • Minutos de Voz: os minutos de voz utilizados nas ligações internas no país de destino, e deste país para o Brasil, serão debitadas de sua franquia de minutos. Se você tem minutos ilimitados no Brasil, então eles serão ilimitados também no exterior, respeitado estas regras;
  • SMS: vale a mesma regra dos minutos de voz.

Quanto Custa?

Na chamada da Claro, a propaganda coloca em letras garrafais: R$9,99/mês.

Captura de Tela 2017 12 27 às 21 15 22

Mas preste atenção no asterisco logo abaixo, em letras pequenas: o custo total é na verdade R$ 119,88 (a serem cobrados em 12 parcelas). Esse é o valor que você irá pagar para usar seu celular em roaming “sem custo” no exterior. Esse preço é por linha, portanto o custo para 2 linhas = 2 x 119,88 = R$ 239,76, e assim por diante.

Convertendo em dólares, isso dá hoje aproximadamente US$ 35,00. Nos EUA, há opções tanto mais caras quanto mais baratas, dependendo do plano que escolher, ou mesmo a opção de comprar um chip americano e recebê-lo no Brasil antes da sua viagem. Caso tenha interesse, temos uma matéria específica aqui no site, veja o link ao final desta matéria.

Há prós e contras em todos os casos, inclusive no Passaporte Américas da Claro. Vamos a eles, e decida você mesmo:

Prós:

  • MESMO CHIP: Não ter que comprar outro chip de celular (se for cliente Claro Pós pago);
  • LIGAÇÕES DE VOZ PARA O BRASIL: alguns planos no exterior não contemplam este recurso.

Contras:

  • CUSTO: não é “apenas” R$9,99/mês, mas R$ 119,88, e você ainda fica amarrado 12 meses com a Claro… pode até sair para outra operadora, mas neste caso pagará o que falta para completar os R$119,88;
  • FRANQUIA USADA: se você já tiver consumido (ainda que parcialmente) sua franquia no Brasil, somente o resto dela estará disponível na sua viagem ao exterior, o que seria péssimo. Exemplo: sua franquia de dados é de 4GB no Brasil, e você já usou 3,5GB até a véspera da viagem… o que sobrou para uso no exterior? 0.5GB! só que você pagou (ou ainda vai pagar) R$ 119,88 por isso! Neste caso é um mal negócio – tome cuidado se sua franquia for pequena.
  • FRANQUIA de INTERNET ESGOTADA: se isto acontecer, é pior ainda que o caso anterior: os pacotes extras contratados no Brasil não são válidos, e se quiser continuar usando a internet no seu celular no exterior, terá que pagar a tarifa diária internacional (hiper salgada) da Claro: R$29,90 por dia! ou o “pacote Américas”, que também não é nada barato, confira você mesmo:
Captura de Tela 2017 12 27 às 22 57 34
  • PÓS PAGO: Este serviço só está disponível para linhas pós pagas da Claro.

Vale a pena?

Os custos de roaming internacional cobrados pela Vivo, Claro, Tim eram absurdamente altos. Com o Passaporte Américas da Claro, tornaram-se razoáveis e competitivos, um avanço da Claro em relação à concorrência.

No entanto, pelos contras apontados, sugiro sempre avaliar outras alternativas de compra do chip no seu país de destino, podem existir opções ainda mais baratas ou com franquias de consumo melhores, sem os riscos apontados acima. Para os países da América, consulte as matérias abaixo para saber quanto custa comprar um chip de celular por lá ou recebê-lo no Brasil:

E você, já usou o Passaporte Américas da Claro? Valeu a pena? deixe aqui sua opinião.

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Chip internacional: Claro Passaporte Américas vale a pena? Veja prós e contras

  • Rodrigo Ferreira

    Eu utilizei e valeu bem a pena, inclusive só fiz a portabilidade para a Claro por conta desse novo formato de roaming internacional. Foi muito bom ter o telefone liberado para receber e originar ligações, inclusive para o brasil. Meu plano é de bastante internet e então nao esgotei. Também utilizava wifi dos locais disponiveis e tinha um chip americano que já havia encomendado antes em promoção de revista, inclusive eu roteava a internet do americano que era ilimitado. Mas o serviço da claro era tão bom quanto o americano, pois funcionavam na mesma companhia, sendo que onde nao havia serviço da T-Mobile entrava AT&T automático.