Série Deserto do Atacama – 1.700km de carro, de Santiago a São Pedro do Atacama 41



Neste post vou dar um rápido panorama de como é o trecho de Santiago até San Pedro do Atacama. Para percorrer 1.700 quilômetros, dividimos o percurso em três trechos, com duas paradas: Copiapó e Antofagasta (marquei com duas bolinhas brancas no mapa abaixo). As paradas foram apenas para dormir.

Ruta 5 carretera panamericana Santiago São Pedro do Atacama

As estradas são excelentes. Abaixo, o mapa do trajeto:

1o. trecho: Santiago – Copiapó, 810 km.

Esse dia foi longo! Deixamos Santiago por volta de 9h da manhã (deveríamos ter saído mais cedo!), e seguimos para Copiapó, com paradas apenas para reabastecimento.

A estrada é a ruta nacional número 5, que atravessa o Chile de norte a sul, em excelente estado de conservação, bem sinalizada. Ahh, se as estradas brasileiras fossem assim… sem buracos! A ruta 5, ao norte de Santiago, é também conhecida como panamericana norte, e faz parte da famosa ruta panamericana, um sistema de rodovias que “liga” o Alaska a Buenos Aires.

Ruta nacional 5 panamericana Oceano Pacífico trecho Santiago Cópiapó

A altitude ao longo da RN5 varia muito. Em alguns trechos da estrada você estará ao nível do mar, com o Oceano Pacífico ao seu lado. Em outros passará por montanhas a 2.000 metros de altitude. Estes trechos são mais lentos, já que a estrada serpenteia pelas montantas, há caminhões, nem sempre há pista dupla…

Já a paisagem de deserto é uma constante ao longo do caminho.

RN5 (Panamericana)trecho montanhoso Santiago Cópiapó

Vegetação? Isso você vai ver muito pouco. A cor verde é rara por aqui… também, quase não chove por esses lados.

A umidade do ar é baixa, e os céus ficam limpos, praticamente sem nuvens por todo o ano. Por esse motivo, existem por aqui muitos observatórios astronômicos. Faltando aproximadamente três horas para Copiapó, passamos “ao lado” de um deles – em destaque na foto abaixo.

RN5 (Panamericana): Observatórios Astronômicos

Chegamos a Copiapó já bem tarde, às 22:00 horas. Eu e a Erika estávamos bem cansados. Logo na entrada da cidade, entramos numa rua na contra mão! Ainda bem que percebemos a besteira logo no primeiro quarteirão, demos meia volta… eu assustado, tinha lido que a polícia chilena era rigorosa, mas ninguém viu… ops!

Nos hospedamos no Hotel Rocca D’Argento. Bem simples, o suficiente para passar a noite.

2o. trecho: Copiapó – Antofagasta, 570 km.

Baterias recarregadas, partimos para o segundo trecho (até Antofagasta), esse com “apenas” 570 quilômetros. A estrada é a mesma, a excelente carretera panamericana norte (RN5).

Ruta 5 Panamericana Trecho Copiapó - Antofagasta

A paisagem vai ficando cada vez mais desértica…

Carretera Panamericana RN5 trecho deserto entre Copiapó e Antofagasta

Logo depois de Copiapó, passamos por Chañaral, uma “cidade de aspecto lastimável”, segundo o guia Rough Guide do Chile, que a Erika leu para planejar nossa trip pelo Chile. Realmente, o aspecto não era dos melhores, havia muitos caminhões carregando minério, poluindo a cidade. Não temos foto de Chañaral.

Ruta 5 Panamericana norte atravessando deserto Copiapó Antofagasta

Os postos da gasolina da COPEC são excelentes, alguns têm loja de conveniência. As opções de gasolina são: 93, 95 e 97. Quando maior o número, maior a octanagem do combustível – rende mais, mas também é mais caro. Abastecemos o carro com a gasolina 95 octanos, comemos um sanduíche, e seguimos viagem. Para preços dos combustíveis clique aqui.

RN5 (Panamericana): Posto COPEC entre Copiapó e Antofagasta

Mais à frente, no acostamento de cascalho da panamericana norte, nova pausa para esticar as pernas…

RN5 (Panamericana): quase chegando a Antofagasta

… e finalmente, depois de 570 km, Antofagasta!

Antofagasta Calçadão avenida Grecia

Demos uma volta pelo calçadão da Av. Grecia (foto acima), com o Oceano Pacífico ao lado. Até aqui, foram quase 1.400 quilômetros percorridos em dois dias de viagem. Notem a “praia” ao lado, se é que pode ser chamada de praia, só tem pedras!

3o. trecho: Antofagasta – São Pedro do Atacama, 310 km. Último trecho! Esse foi o mais tranquilo de todos, não pela qualidade da estrada, porque são todas excelentes, mas simplesmente porque foi o mais curto deles. A estrada até Calama é a RN5, depois RN25. Após Calama, RN23 até o fim.

Acesso RN23 - trecho Antofagasta - São Pedro de Atacama

RN23 - Trecho entre Calama e São Pedro de Atacama

RN23 - Trecho entre Calama e São Pedro de Atacama

Um vulcão enorme ao nosso lado!!

RN23: Vulcão visto no trecho Calama - São Pedro de Atacama

Aqui já bem próximos a São Pedro do Atacama:

RN23: próximos a São Pedro Atacama

RN23: próximos a São Pedro de Atacama

RN23: vale da Morte ao lado

Foto acima: à esquerda da estrada fica o Vale da Morte. São Pedro do Atacama fica a 4 quilômetros a frente, à direita na foto.

Fotos abaixo: aqui já estamos em São Pedro de Atacama, no anel rodoviário que circunda a parte sul da cidade (atrás dos arbustos na foto). Observem como a região ao redor é bem montanhosa e cheia de vulcões!

São Pedro de Atacama: Anel viário

Bom, é isso aí! Vou ficando por aqui. Se quiser mais informações sobre a cidade de San Pedro de Atacama e passeios pela região, consulte este post aqui.

Se quiser encontrar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

41 pensamentos em “Série Deserto do Atacama – 1.700km de carro, de Santiago a São Pedro do Atacama

  • Alexsander

    Incrível!!
    Eu e uma amiga decidimos fazer essa mesma rota. Partindo de Santiago!
    Vocês alugaram carro?
    Como são os preços? Combustivel, pedágio, etc.?
    Alguma dica extra? Algo que vale a pena ser visto?

    • Gustavo Autor do post

      Olá,
      Nós temos uma série sobre o deserto do Atacama, nos posts encontrará as dicas que procura, e poderá formar sua própria opinião, o que acha que vale a pena ser visto, etc. Quanto ao combustível, os preços são um pouquinho mais caros que no Brasil, mas a qualidade é melhor. Existem três opções de gasolina: 93, 95 e 97 octanos. Nós abastecemos com a 95 e 97. A grosso modo, quanto mais alto esse número, maior é o rendimento do combustível, mas mais caro ele fica. Nós fomos com nosso próprio carro, desde São Paulo.
      Boa trip, Gustavo.

      • Juliana

        Parabéns pelo blog. Eu e meu namorado estamos planejando fazer o trajeto Santiago-Atacama de carro. É seguro ir de carro? Precisa alugar um carro mais alto, suv, ou carro de passeio baixo vai tranquilo? Conseguimos fazer passeio no atacama com o próprio carro? Existe muitos postos policiais? Eles são tranquilos? O caminho de santiago a atacam é muito deserto ou tem varios lugares para fazer parada, abastecer? As estradas são boas?

        • Gustavo Autor do post

          Juliana, o deserto do atacama é uma região muito ampla, depende muito dos passeios que vocês querem fazer. Leia nossos posts especificos para cada um deles, há muitas fotos das estradas e também informaçoes mais detalhadas nos posts e nas caixas de comentáriosl.
          Sobre segurança, o chile é um país muito mais seguro nas estradas do que o Brasil, nós não tivemos qualquer problema, foi bem tranquilo.
          Os policiais nos pediram a documentacao na estrada, mas apenas isso, foram sempre corretos.
          Sobre SUV, nas estradas de asfalto nao é necessario, e o asfalto chega até San Pedro de Atacama, tranquilo para qualquer carro de passeio.
          Postos de de gasolina, não são muitos (vc está no meio do deserto), mas são suficientes.
          Passeios como vale da lua, por exemplo, dá para fazer tranquilamente com carro de passeio. Já no vale da Morte, que apesar de ficar ao lado do vale da lua, as vezes há muita areia por sobre a estrada de terra, e vc corre o risco de atolar, vale muito o bom senso. Dirija até onde julgar seguro, se nao der, volte.
          Como disse, cada passeio é um caso particular pelas condiçoes da estrada, altitude, etc. Veja nossas dicas, fotos da estrada e comentários para cada passeio em especifico. Boa trip!

  • Vinicius

    Boa Tarde.

    Parabéns pelo site, simplesmente FANTÁSTICO.

    Estou planejando fazer o mesmo trajeto que vocês em fev/14.

    Vou de avião até Santiago e de lá, com carro alugado ir até San Pedro do Atacama. Minha intenção é fazer o mesmo caminho de ida de Vocês e talvez alterar alguma coisa na volta.

    Tenho algumas dúvidas:

    – Quando realizaram a viagem? Quanto tempo a partir de Santiago . Pergunto isso pois terei aproximadamente 10 a 15 dias para realizar a minha viagem.

    – Qual moeda utilizaram? Os postos de gasolina durante o percurso aceitavam cartões de débito/crédito?

    – Se eu decidir seguir seguir a risca o roteiro da “Serie Atacama” de Vocês, conseguiria realizar com um carro convencional 1.6? O 4×4 é extremamente necessário?

    – Valor aproximado gasto na viagem?

    Agradeço imensamente se puder responder.

    ** Esses mapas que você elaborou no Google Earth estão disponiveis ?

    Obrigado e Aguardo seu retorno.

    • Erika

      Olá Vinicius!

      – realizamos a viagem há um tempo atrás, no mês de agosto. E levamos 2 dias e meio de Santiago a San Pedro de Atacama. dormimos no caminho 1 noite em Copiapó e outra em Antofagasta.

      – a moeda no Chile é o peso chileno. E sim, a maioria dos postos de gasolina no Chile aceita cartões, como no Brasil, normal.

      – vimos carros de passeio por lá sim, mas se você se sentir inseguro pode fazer um ou outro passeio por agencia de viagem local. As estradas de terra e ripio (cascalho) costumam judiar dos carros de qualquer forma. o 4×4 é ótimo, ajuda, mas não é extremamente necessário.

      – o valor da viagem fica difícil dizer, pois viajamos durante 30 dias por Chile, Argentina e Uruguai. Mas isso depende também muito do perfil de cada viajante. hotéis simples ou luxuosos, comida de mercado ou de restaurante…isso tudo é muito relativo.

      – Quanto aos mapas, meu marido mesmo fez, marcando os locais de interesse utilizando os mapas do Google. Isso ajuda bastante na hora de organizar a viagem.

      Até mais e boa trip!

  • Giliard

    Boa noite,

    Estou planejando fazer este trajeto de moto, e pela baixa autonomia de viajem (aprox. 250 km) gostaria de saber mais ou menos a frequencia em que são encontrados postos de combustivel durante o percurso.

    Qual a maior km a ser percorrida sem auxilio de postos de combustivel?

    Desde já obrigado e parabens pela viajem e pelos posts relacionados.

  • MIRSA E RAINER SKRBEK

    Congratulações pelo site,

    gostamos muito das dicas, faremos Jeep Lovers em abril/14, esperamos ter sucesso
    em nossa aventura, e aproveitaremos as dicas dadas por vcs.

    cordialmente

    Rainer e Mirsa Skrbek

    • Erika

      Oi Walter, não precisamos não, apesar de termos levado galão extra por precaução. Alguns comentários acima o Gustavo deixou o link com os postos de combustivel disponiveis em todo o caminho!

      Vá tranquilo!

  • Walter

    Olá Gustavo e Erika!
    Estamos planejando uma viagem para junho. Alugaremos um carro em Santiago e planejamos dividir o trajeto também parando para dormir 2 noites, assim como vocês. Percebi que vocês deixaram um trecho maior para o primeiro dia, seguindo até Copiapó e consideraram que poderiam ter saído mais cedo de Santiago. Será que além de sair mais cedo, seria interessante dividir os trechos dos 2 dias em distâncias mais equivalentes, parando para dormir em Vallenar?
    Vocês foram com reservas para os pernoites no caminho?
    Grato,
    Saudações!

    • Gustavo Autor do post

      Olá Walter. Nossas paradas foram mais pelo tempo que teríamos disponível mesmo. Quanto às cidades escolhidas, vimos as que teriam mais oferta de hospedagem na data em que passaríamos por lá. Saímos do Brasil sem reserva alguma, pois esse trecho de Santiago ao deserto do Atacama foi apenas uma parte de uma viagem mais longa que fizemos pela América do Sul de carro. Só reservamos quando já estávamos em Santiago. No entanto, não aconselho a fazer isso. É arriscado não encontrar vagas (hoje se eu fizesse a viagem novamente iria com tudo reservado rsrsrs).
      Se vocês tiverem mais tempo, nenhum problema em fazer uma parada a mais. Vai do ritmo de cada um. E quanto a dirigir à noite é péssimo mesmo, em qualquer lugar que a gente não conhece. Em Copiapó quase entro na contramão! é melhor sempre sair cedo para chegar ao destino ainda claro, se possível.
      E nós puxamos os 2 dias (de Santiago a Copiapó e Copiapó até Antofagasta) para no terceiro dia – que seria o dia da chegada em San Pedro do Atacama, a gente ter a tarde livre para já fazer um passeio.

  • adriano karl

    Gustavo, boa tarde! estou pensando em fazer esse roteiro de Santiago até San Pedro do |Atacama, estou com 10 dias livres pensado em sair logo cedo no 2°dia . Por acaso em 4 dias consigo ir e voltar para santigo? Essas rotas são fáceis de colocar no gps? Os hotéis aceitam cartões numa boa ou preciso levar muito dinheiro ? muito obrigado pelo post vou leva-lo como referencia.

    • Gustavo Autor do post

      Adriano, apesar da extrada ser excelente, existem muitos trechos em que você pega um caminhão na sua frente e nao tem como ultrapassar. Quatro dias fica bem puxado, mas se vocês aguentarem, puderem revezar ao volante fica menos difícil. Sobre as rotas no GPS, foi tranquilo, usei um garmim e mapas do proyectomapear.com.ar. Todos os hoteis que me hospedei aceitaram cartão de crédito, mas sugiro sempre confirmar antes.
      Depois que voltar dê um retorno aqui, para nos contar como se deu tudo certo. Tenha uma ótima trip!!

  • Bianca

    Gustavo e Erika,

    Excelente Post, parabéns!

    Estou com apenas dois dias para fazer esse trecho , acham possível? O planejamento é sair de Santiago a tarde, por volta das 14:00hs para chegar no dia seguinte antes do anoitecer em San Pedro. Em relação ao pernoite, é tranquilo encontrar hotéis na rodovia ou é necessário sair dela?
    Obrigada!!

    • Erika

      Olá Bianca!

      Acho que vai ser bem puxado e cansativo, pois na verdade vc terá 1 dia e meio para fazer o percurso. De qualquer forma, simule a rota no GPS ou no google Maps para ver se é realizável a viagem nesse tempo que vc tem.
      Quanto ao pernoite, como ficamos sempre nas cidades, não cheguei a ver nenhum à beira da estrada não, até porque em grande parte do trecho vc passa por locais mais desérticos e pouco habitados. Mesmo que tenha hotéis assim, não sei se serão seguros. Acho que é mais garantido escolher uma cidade mais ou menos no meio do caminho e reservar um hotel ou pousada. (até porque vcs tb vão precisar comer, e achar algum restaurante ou mcdonalds em alguma cidade fica mais fácil).

  • Maria Cleide

    Parabéns ao casal!! Excelente post! Ótimas dicas! Meu marido vai participar da maratona em San Pedro no final do ano e quer alugar um carro em Santiago para ir até San Pedro. Confesso que fiquei assustada, mas com o relato de vcs, vi que é possível. Muito obrigada por compartilhar a inesquecível aventura. Sucesso ao casal!
    Um abraço.
    Maria Cleide – Brasília/DF

  • Michel

    Parabens pelo blog bastante completo e esclarecedor.

    Pelo que li aqui, nao me parece que ha muitas coisas a serem vistas entre Santiago e San Pedro, indo de carro.
    Conheço alguns desertos na Africa e America e adoro as paisagens, porém, há algo além, como cidades pitorescas, atrações e outros atrativos para se optar em fazer uma viagem tao longa de carro? Vcs repetiriam este trajeto no futuro?

    Outra duvida: alguém sabe se é possivel alugar um carro em Santiago e devolve-lo em san Pedro? Qual a locadora?

    Obrigado e parabéns pelo blog

    • Gustavo Autor do post

      Obrigado Michel. Como nosso objetivo era chegar a San Pedro, não exploramos as cidades ao longo do trajeto. Se há algo para ver, é subjetivo, depende de cada um… eu pessoalmente gosto dessas paisagens. Quanto ao carro, se for possível, vão te cobrar uma taxa – que não é barata – para devolvê-lo em San Pedro. Boa sorte!

  • Roberto Davini

    Gustavo e Erika

    Boa tarde

    Pretendo fazer o trecho San Pedro de Atacama até Santiago, porém de bike. Algumas perguntas: Vocês viram ciclistas percorrendo as estradas? Acharam o caminho muito cheio de subidas e descidas? Existem muitas cidades / vilarejos ao longo do trajeto?

    Obrigado pela atenção, parabéns pela viagem!!!

  • Mauro

    Boa tarde,
    irei ao Chile em Agosto e um dos trechos da viagem é justamente este citado no post!
    Tenho essas dúvidas e agradeço se puderem responder:
    – É possível dormir no carro no acostamento da estrada, no meio do caminho mesmo?
    – Como alugar uma Cherokee ou outro carro deste porte? Pelo que pesquisei até agora (maior parte das vezes no rentalcars.com), os veículos mais apropriados que encontrei foram pick-ups grandes
    – Há postos de gasolina suficiente pelo caminho ou é necessário levar galão de combustível?

    Obrigado!!
    Mauro

    • Erika

      Olá Mauro!
      Dormir no acostamento acho difícil, pois muitos trechos não tem acostamento, mesmo assim, o trafego de caminhões é muito grande, nao acho seguro.
      No nosso caso o carro era nosso, saímos de Sao Paulo para fazer essa road trip. Na hora de alugar, vc deve selecionar um tipo de carro compativel, jeep, suv, algo do genero.
      Quanto a postos de gasolina há sim suficientes neste trecho, nós levamos galão extra mas nao usamos. Nao é necessário.
      Boa viagem

  • MARCOS E GUEDES DE AZEVEDO

    Pretendo fazer uma viagem em que parte dela e esse trecho que vc comenta nesta materia, vc poderia informar o custo médio de hospedagem bem simples p solteiro?
    e nessa epoca que vc viajou qual era a temperatura media registrada?
    Obrigado, e parabéns pela viagem
    Aguardo
    25/06/2015

    • Gustavo Autor do post

      Olá Marcos e Guedes, o preço depende muito da época, do hotel, verifique direto com o hotel. A região é desertica, então a temperatura varia muito entre dia e noite, além disso, Antofagasta, que fica ao nível do mar, tem variação menor que San Pedro do Atacama, mais alto. Em San Pedro, espere temperaturas abaixo de zero a noite, e durante o dia algo entre 20 e 30 graus celcius. Boa trip!

  • Amelia e Paulo

    Maravilhosas as dicas que Vocês deram e as fotos também..estamos planejando a viagem em setembro de 2015…Sair de Santiago de carro alugado e subir pela PanAmericana até San Pedro de Atacama…te pergunto…é ideal ter mais uma noite de parada entre Santiago e Copiapó…grata pela atenção.
    Amélia

  • Pedro Silva

    Parabéns pela viagem e pelo excelente post. Pretendo fazer o mesmo trajeto, aproveitando que vou correr a Maratona de Santiago no próximo ano. Ficou uma dúvida se o trecho todo é asfaltado inclusive de Calama a San Pedro. Grato.

  • Marilza Helena Marcon Ribeiro Lima

    Ola.
    O post de vocês está otimo.
    Eu, meu marido e minha filha, estamos fazendo uma viagem parecida com a de vocês. Ja estamos a 20 dias na estrada. Saimos de Florianópolis, passando por Porto Alegre, Chui, agora estamos em Santiago.
    Na terça seguimos para Atacama.
    Minha pergunta a vocês. Como conhecem o trajeto. Para fazer tres paradas que cidade aconselham? Nos temos tempo. Não temos data de retorno pre determinada
    Aguardo. E mais uma vez parabéns pela descrição da viagem..

    minha duvida sobre o comentado no post ou nas respostas. Tres paradas acho perfeito, temos tempo. Mas em que cidades aconselham? Antes de Antogogasta

    • Gustavo Autor do post

      Marilza e familia, parabéns pela iniciativa e viagem. Como nós estavamos com pouco tempo, paramos nas cidades de Copiapó e Antofagasta apenas para dormir mesmo. Santiago – Copiapó foi o trecho mais cansativo. Não saberia te indicar outras cidades para pararem. Depois, se puderem, voltem aqui no blog para contar como foi a viagem de vocês. Obrigado pela audiência e boa trip!!

  • CLAUDIA MARIA

    OLÁ ESTAMOS PLANEJANDO, EU E UMA AMIGA E MINHA FILHA DE 12 ANOS , NO CASO TRÊS MULHERES, IRMOS POR ESSE TRECHO DE CARRO . VC ACHA QUE =E PERIGOSO PRA NÓS PELO FATO DE NÃO HAVER HOMEM PRESENTE? E SE FORMOS TAMBÉM PARA CUSCO E BOLÍVIA DE CARRO É PERIGOSO ?

    • Erika

      Neste trecho do Chile sinceramente acho que não, mas na Bolívia acho mais complicado. O ideal é você estudar a rota que vai fazer, ler sobre as cidades, ver se há notícias recentes favoraveis ou não. Acho que em um grupo de mulheres, o Chile é mais indicado para uma viagem de carro do que a Bolívia.

  • André

    Boa tarde eu gostaria de saber somente sobre o gasto de gasolina nesses 30 dias um Mais ou menos e isso q preciso muito saber se puder me passar isso me ajudará muito se puder falar por whats segue xx-xxxxx-xxxx