Série Deserto do Atacama – Como é San Pedro do Atacama, a cidade base no deserto mais seco do planeta! 10



San Pedro de Atacama (ou São Pedro do Atacama) é a cidade base para quem quer conhecer o Deserto do Atacama. Dela saem praticamente todos os passeios para os atrativos da região. A cidade é minúscula, as ruas bem simples, em muitas não há calçadas, o chão é de terra batida, a maioria das construções têm um aspecto bem rústico, as paredes sem reboco, com a argila exposta… a cidade tem a cor do chão onde se pisa!

São Pedro Atacama cidade base explorar Deserto seco

Sim, realmente, a cidade é simples. Mas essa simplicidade não se traduz em ausência de infra-estrutura. São Pedro do Atacama tem tudo o que um turista precisa: restaurantes, hotéis, pousadas, mercearias, tem até um posto de gasolina – tudo bem que é o único da cidade.

Por exemplo, onde e o que comer: na calle caracoles e arredores encontramos a maioria dos restaurantes da cidade – para não dizer todos! Havia uma diversidade razoável de pratos, com opções até para vegetarianos. Os restaurantes costumam deixar o cardápio do dia bem na entrada. Depois de percorrer umas três quadras da caracoles você já vai conhecer todas as opções de comida da cidade.

Restaurante São Pedro Atacama

Na foto acima, um prato que comemos muito em nossa trip pelo Chile, o Pollo a lo pobre, ou frango com fritas e ovos. Pratos com batatas são muito comuns no Chile – papas fritas ou salteadas, como eles chamam por lá (fritas ou cozidas).

Para contratar tours, vale a mesma “regra” da alimentação: basta uma caminhada pela rua Caracoles e travessas para se conhecer todos os passeios para os próximos dias. Por exemplo, nós contratamos o tour para os geysers no dia anterior.

Na foto abaixo, a Erika lendo as saídas de passeios para o dia seguinte: “Tomorrow – Altiplanics Lagoons …”. Esse nós fizemos por conta própria, maiores detalhes aqui.

Rua típica São Pedro Atacama

Sobre a hospedagem. Os hotéis e hostals ficam um pouco mais distribuídos pela cidade… mas como ela é um ovo, isso não vai fazer praticamente nenhuma diferença. Agora quanto a nós, nos hospedamos na rua… adivinha? Caracoles!

O estacionamento interno do Hostal Lickana:

Hostal Lickana - São Pedro do Atacama

Na foto abaixo, minha esposa descansando na nossa varanda, depois de um dia de passeio. Repare no galão de água sobre a mesa. Não se esqueça dela, você está no deserto! Os galões podem ser encontrados para vender nas mercearias da calle Caracoles e arredores.

Apartamento hostal Lickana - São Pedro do Atacama

O quarto do Lickana era simples e limpo. Os cobertores eram excelentes, debaixo deles não passamos frio. Agora para tomar banho à noite era um sofrimento. Apesar da água ser quente, o ambiente era muito gelado. E como faz frio à noite!

Em uma delas, durante o banho, eu molhei por inteiro o tapete do banheiro, todo de pano. Pensei, vou pendurá-lo lá fora, no varal, para secar. E qual não foi minha surpresa, na manhã seguinte… ele estava todo petrificado! A água não evaporou, simplesmente congelou!!

De dia, no deserto, faz calor. Olhem as fotos deste post, estamos sempre de camiseta. Agora de noite, a temperatura cai bastante, e chega a ficar negativa, mesmo na cidade. Portanto, leve roupa para duas estações, pois verão e inverno se alternam em um único dia.

Para mais detalhes sobre que roupas usar nos passeios acima de 4.000 metros, consulte estes post aqui: geysers El Tatio e Vulcão Licancabur + Laguna Verde na bolívia.

Lavanderia: nosso hostal tinha esse serviço. Nós o utilizamos.

Compras na cidade: se você quiser comprar blusas de lã, produtos de artesanato ou lembrancinhas, há uma feirinha próximo a plaza de armas. Algumas mães ficam cuidando de suas crianças dentro da própria loja. As pestinhas, entediadas, de vez em quando fogem do cerco da mãe e vão em direção aos turistas, pra quebrar a monotonia. Na foto abaixo, uma menininha toda contente, acenando para a Erika com uma coca cola na mão.

Feirinha artesanato roupas São Pedro do Atacama

A população é bem simples, mas as crianças estão sempre bem vestidas. Observamos isto por todo o Chile, e também em outra ocasião, em uma trip que fizemos pelo Perú. Estes pequeninos, descendentes de Incas, são uma atração a parte!

Bom, é isso aí. Vou ficando por aqui.

Deixo abaixo uma lista de todos os passeios que fizemos no Deserto do Atacama.

Se quiser encontrar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 pensamentos em “Série Deserto do Atacama – Como é San Pedro do Atacama, a cidade base no deserto mais seco do planeta!

  • Paulo Dias

    Eu tenho uma pergunta – qual carro vocês recomendam que aluguemos para fazer o percurso Santiago ate Atacama? Vi que vocês pegaram um Jeep, é necessário um 4×4? Obrigado pela atenção.
    Paulo Dias

    • Gustavo Autor do post

      Olá Paulo, a estrada é toda asfaltada de Santiago até San Pedro de Atacama, e estava em excelente estado quando fomos. Não é necessario um 4×4. Pode ir tranquilo. Boa trip!

  • Micheli

    Olá Gustavo, gostaria de tirar uma dúvida com você, eu e meu namorado vamos fazer Santiago a San Pedro no próximo mês, setembro. Tínhamos programado de parar para pernoitar apenas uma noite, em Caldera, mas agora estou na dúvida, será que o percurso ficaria muito longo? O que você sugere?

    • Gustavo Autor do post

      Micheli, são aproximadamente 1700 km (temos um post aqui no site só sobre esse trajeto, imagino que já o tenha lido), e existem trechos de serra, caminhões, etc… isto sempre atrasa a viagem, sem contar as paradas para abastecer, esticar as pernas… Minha opinião: eu acho puxado fazer esse trajeto em apenas dois dias. Nós fizemos em três, é minha recomendação. Boa trip!

  • Juarez

    Meu Caro Gustavo, estou planejando ir ao Atacama em fevereiro e gostaria de saber se é viável fazer Valle de La Luna, lagunas Altiplânicas e Laguna Cejar por conta própria dirigindo meu carro, só deixando os Gêiseres del Tatio pra fazer com alguma agência. Caso seja viável dirigir por conta, as estradas oferecem segurança pra um passeio solitário? Está com agência que tem tempo cronometrado não é uma boa opção pra quem gosta de fotografia como eu. Tu sabes, uma fotografia que se preze necessita de tempo e paciência. Muito obrigado pela atenção no que puderes me esclarecer. Obrigado. Juarez.

    • Gustavo Autor do post

      Juarez, faça um bom planejamento, use o google maps (as estradas principais tem streetview), leve GPS e certifique-se de que seu carro está em boas condições que é 100% viável. Quanto às estradas, nós as achamos seguras, não tivemos problema quanto a isso. Quanto a facilidade de acesso a estes locais, Laguna Cejar não fomos, demais localidades veja nossos post específicos. Boa trip e boa sorte com suas fotografias!

  • Rafael Pires

    Você acha que é possível alugar quartos de hotel quando chegar na cidade ou acha melhor fazer a reserva antes? e qual é a média de preço dos hoteis em San Pedro do Atacama?

    • Erika

      Oi Rafael, nós temos o costume de reservar antes para não ter dor de cabeça nem perder tempo da viagem batendo na porta de hoteis ou pousadas em busca de quarto, mas dependendo da época (baixa tenporada) fica nais facil chegar na cidade e conseguir vaga. Com relação aos preços, San Pedro tem desde hotéis de luxo até hostels com preço mais em conta, pesquise no nosso parceiro booking, pelo banner aqui do site, voce pode filtrar por faixas de preço e reservar para sua viagem!