O que fazer em Oslo, na Noruega: 20 principais atrações



Hoje no blog, você vai conhecer a cidade de Oslo, capital da Noruega. A cidade apresenta bons índices de desenvolvimento humano e qualidade de vida, tem um dos maiores PIB per capita na Europa e é também uma das cidades mais caras do continente. Preparamos um guia completo de viagem com as 20 principais atrações e pontos turísticos da cidade, desta forma você poderá montar seu roteiro do que ver e fazer em Oslo, de acordo com seu tempo disponível e interesses.

O que fazer em Oslo, Noruega: As 20 atrações imperdíveis

Ópera de Oslo

O principal cartão-postal de Oslo é a famosa e estilosa construção que abriga a Ópera e centro de artes da cidade, inaugurado em 2008! Vale a pena visitá-la também internamente e – curiosidade – até os banheiros são modernos!

A moderna Ópera de Oslo: arquitetura arrojada é uma das principais marcas da cidade

A moderna Ópera de Oslo: arquitetura arrojada é uma das principais marcas da cidade

Mesmo que você esteja economizando na sua viagem pela Noruega e não queira fazer a visita completa, pode entrar na Opera House para visitar a loja e o café e claro, admirar o bonito hall de entrada! Para consultar horários de visitação, preços e eventos, consulte o site oficial.

GOPR3020

Perto da região da Ópera de Oslo, recomendamos conhecer o “Barcode Project”: trata-se de prédios multiuso, cheios de design, que ocuparam uma região de antigos terrenos industriais e docas no centro de Oslo. Para quem gosta de arquitetura (como nós) é um prato cheio, mas além disso, nos ajuda a refletir sobre como revitalizar áreas antigas e/ou abandonadas nos grandes centros urbanos. Seu nome é “Barcode” por conta da semelhança com um código de barras, ao olharmos as fachadas dos prédios como um todo.

Outro local que achamos bem inusitado foi uma construção em formato de pirâmide com centenas de camisetas no meio da rua – depois descobrimos se tratar de uma obra de arte (“We are still the same”) da artista finlandesa Kaarina Kaikkonen, que estava exposta no SALT art center.

Quadro “O Grito” de Edvard Munch

Um dos quadros mais famosos do Expressionismo pode ser admirado em Oslo – trata-se da obra “O Grito”, de Edvard Munch. A pintura é de 1893 – na verdade, são 4 quadros e versões de “O Grito”. Nós visitamos a Galeria Nacional, onde também havia outros importantes quadros de Munch, como “Melancolia” e “A criança doente”.

Quadro "O grito": famoso mundialmente, pode ser apreciado em museus em Oslo

Quadro “O grito”: famoso mundialmente, pode ser apreciado em museus em Oslo

Ainda na Galeria Nacional, vimos obras de outros pintores famosos como Renoir, Monet e Picasso.

Outro local para visitar em Oslo para ver as obras do pintor norueguês é o Munch Museum, dedicado integralmente a Edvard Munch. O museu tem um rico acervo de pinturas, desenhos e textos em exposições fixas e temporárias. Clique aqui para conferir os horários de funcionamento e valor atual dos ingressos.

Parque Vigeland

Um dos principais pontos turísticos para conhecer em Oslo é o Parque Vigeland. Uma área enorme com mais de 200 esculturas em ferro forjado, bronze e granito do artista norueguês Gustav Vigeland. A entrada é gratuita e o parque fica aberto 24h!

IMG 3146

No verão, muitas pessoas frequentam o parque para um piquenique ou banho de sol, mas no inverno, estação em que visitamos, famílias e turistas aproveitam a paisagem dominada pela neve. Este foi um dos nossos lugares preferidos em Oslo! Parque lindo demais ❤️Para mais informações, consulte o site oficial.

Escultura no Parque Vigeland: um dos passeios imperdíveis em Oslo

Escultura no Parque Vigeland: um dos passeios imperdíveis em Oslo

Palácio Real de Oslo

O Palácio Real é a residência oficial da família real da Noruega e uma atração imperdível em Oslo. Localizada em um ponto muito frequentado do centro da cidade (no fim da super agitada Karl Johans Gate), desperta a curiosidade dos turistas por conta do belo parque no seu entorno (Palace Park), da troca da guarda (que acontece diariamente às 13:30h) e claro, pela chance de visitar o interior do palácio (mas os tours guiados são oferecidos somente durante o verão!).

Palácio Real de Oslo em dia com neve: mesmo no inverno é um dos melhores passeios da cidade

Palácio Real de Oslo em dia com neve: mesmo no inverno é um dos melhores passeios da cidade

Fortaleza Akershus

A imponente construção medieval do século XIII é uma das principais atrações turísticas de Oslo. A fortaleza Akershus também já foi utilizada no passado como prisão e base militar e em tempos recentes, como escritório temporário do primeiro ministro da Noruega. Vale a pena explorar tanto a parte exterior, com lindas vistas da cidade, como conhecer um pouco da história do local, visitando seu interior. Mais informações, aqui.

IMG 2929

Karl Johans Gate

Karl Johans Gate é a principal rua da cidade. Caminhar por ela será um passeio inevitável para fazer em Oslo, pois além de ter várias opções de lojas e restaurantes, ela conecta vários pontos de interesse na cidade – o Palácio Real, o Parlamento e a estação central de trens.

IMG 8126

Tem esse nome por conta de uma homenagem ao rei Carlos III João. Quando a visitamos, estava toda colorida e iluminada por conta da decoração natalina. É um local de muita movimentação de turistas e moradores.

Prefeitura de Oslo

A prefeitura da cidade (Rådhuset) fica em um prédio da década de 1950, no centro. Um dos principais motivos que atraem os turistas ao local é o fato de acontecer nesse prédio, todos os anos, a entrega do prêmio Nobel da Paz. As instalações internas, inclusive o salão da premiação, são abertos para visitação. Veja mais aqui.

Prédio da Prefeitura em Oslo, onde todo ano se realiza a cerimônia de entrega do Nobel da Paz

Prédio da Prefeitura em Oslo, onde todo ano se realiza a cerimônia de entrega do Nobel da Paz

Holmenkollen Ski Museum

O Museu de Ski Holmenkollen fica afastado do centro de Oslo, é preciso ir de táxi ou transporte público, mas quem se interessa pelo esporte e por arquitetura moderna e arrojada vai adorar o passeio. O prédio é junto à pista de ski, super íngreme, e também tem um simulador de ski, café, loja e deck de observação no alto da torre, que oferece visitas panorâmicas de Oslo. Veja o horário de funcionamento e valor dos ingressos clicando aqui.

Península Bygdøy e seus Museus

A Península de Bygdoy é uma área predominantemente residencial, mas que ficou conhecida como uma área cultural da cidade por conta dos vários museus concentrados na região. Durante o verão, transforma-se numa área de recreação ao ar livre, e muitos noruegueses e turistas visitam o lugar. Há trilhas para caminhada e bicicletas, atividades de pesca e suas “praias”. Alguns dos centros culturais e museus que podem ser encontrados por lá são:

Outra atração interessante em Oslo e que fica em Bygdøy é o Palácio Real de Verão, o Oscarshall, uma construção de meados do século XIX. É aberto para visitação do público somente durante o verão.

O acesso à Península no verão se dá por barco (saindo do píer 3), e demora cerca de 15 minutos o trajeto. Durante todo o ano ainda há a opção do ônibus nº30.

Teatro Nacional

O Teatro Nacional de Oslo (National Theater) foi inaugurado em 1899 e foi projetado pelo arquiteto Henrik Bull. O Teatro Nacional abriga as principais produções artísticas e teatrais da Noruega. Reparem nas duas estátuas da entrada principal – são homenagens aos escritores noruegueses Henrik Ibsen e Bjørnstjerne Bjørnson. Para saber a programação de espetáculos na época de sua viagem, clique aqui.

Catedral de Oslo

A Catedral de Oslo é a igreja principal da diocese de Oslo. É utilizada também para funerais e casamentos da Família Real e do governo da Noruega. Para saber os horários de visitação e das missas e celebrações, consulte aqui.

IMG 8131

A igreja fica na rua mais movimentada do centro, a Karl Johans Gate – visitamos apenas por fora, pois já estava escuro e a catedral fechada.

Aker Brygge

Aker Brygge é uma região popular e turística em Oslo. Há diversas opções de restaurantes, vida noturna e shoppings. Ali também fica a marina, que tem saídas de passeios para os fiordes e também saída dos ferry para a península de Bygdoy e outros destinos.

Praticamente anexada à Aker Brygge está um dos bairros do momento em Oslo, Tjuvholmen. Por lá, você encontrará muita arquitetura moderna nas construções, áreas ao ar livre, galerias de arte e o Museu Astrup Fearnley, e restaurantes que são os queridinhos da cena gastronômica da cidade. Veja a lista completa deles aqui.

IMG 2902

Centro Nobel da Paz

O Nobel Peace Center em Oslo funciona como um museu do Prêmio Nobel da Paz, com exposições fixas e temporárias que abordam o tema paz e resolução de guerras e conflitos. Além disso, é possível conhecer a galeria com todos os ganhadores do Prêmio Nobel da Paz. Aceita Oslo Pass. Entrada: 150 NOK. Horários de visita: variam conforme a época do ano –  consulte no site oficial.

IMG 2896

Parlamento (Stortinget)

O bonito prédio do Parlamento é a sede da Assembléia Nacional Norueguesa desde 1866. Tours guiados gratuitos em seu interior estão disponíveis (em inglês) e o calendário muda a cada estação do ano (mas geralmente no inverno, época em que visitamos, fica fechado para visitação). Consulte aqui os dias e horários dos tours em grupo na data da sua viagem e programe-se com antecedência.

IMG 2874

Cruzeiro pelos fiordes

Saindo da marina na região de Aker Brygge, algumas empresas oferecem tours de 2 horas pelos fiordes de Oslo. Indicamos esse passeio em um dia ensolarado, para apreciar as paisagens e vistas das colinas e ilhas ao redor da cidade. Outra opção é pegar o ferry público para ilhas vizinhas e fazer seu próprio passeio, um piquenique, etc. Veja mais aqui.

Feira de Natal (somente no inverno)

Como visitamos Oslo no mês de dezembro, portanto mês de Natal, tivemos a chance de passear pela tradicional feira natalina na cidade – Jul i Vinterland. Todos os anos, de meados de novembro até o fim do ano, muitas atividades artísticas e musicais acontecem por ali, além é claro da presença das barraquinhas de comes e bebes.

Feira de Natal em Oslo

Feira de Natal em Oslo

Achamos tudo caro para o nosso real desvalorizado 😭, e apesar de não ser um Christmas Market robusto como na Alemanha ou França, gostamos do passeio. Nós inclusive fomos na roda gigante, que dá uma vista panorâmica de toda a feira e do centro da cidade.Há também uma pista de patinação no gelo.

GOPR30342

Mapa das Atrações

Para ajudar você se localizar, montamos um mapa do que fazer em Oslo, com todas as atrações e passeios que citamos nesta matéria:

Dicas Gerais de Oslo

Verão em Oslo:

  • Temperaturas entre 12 e 22 °C.
  • Sol nasce 4:00h e se põe às 22:00h.
  • Os dias no auge do verão tem 18 horas de luz, praticamente o triplo em relação ao inverno!

Primavera e Outono em Oslo:

  • Temperaturas entre 1 e 16 °C.
  • Nascer e por do sol: há uma transição entre os horários do Verão e Inverno.

Inverno em Oslo:

  • Temperaturas entre -7 e 2 °C.
  • Sol nasce 9:00h e se põe às 15:00h.
  • Com apenas 6 horas de luz no auge do inverno, os dias são bem curtos.

Vale a pena visitar Oslo no inverno? Visitar os países nórdicos no inverno não é tarefa fácil do ponto de vista do clima, pois há muita neve e faz muito frio. No entanto, para quem está com as roupas certas, o clima não afeta tanto.

Alguns lugares estarão até mais tranquilos para visitar e como há diversos museus interessantes, uma nevasca ou dia frio não ficará sem programação. Por outro lado, outras atrações turísticas podem estar fechadas ou com horário de abertura reduzido.

Nós aprovamos a visita à Oslo no começo de dezembro. Conseguimos visitar o essencial para quem vai pela primeira vez e, nessa época, ainda tem o plus dos enfeites natalinos espalhados pela cidade e a tradicional feira de Natal como mais uma opção de passeio em Oslo.

IMG 8118

Oslo Pass: o cartão turístico oficial de Oslo dá direito à entrada gratuita em museus e atrações, uso ilimitado do transporte público e descontos em atividades e restaurantes. Ficamos 2 dias inteiros na cidade e pelas nossas contas, não valeria a pena para nossa viagem.

Para saber se você vai economizar, veja as atrações cobertas pelo passe e liste o que você vai visitar. Se os ingressos avulsos tiverem valor igual ou mais caro que o passe, então vale a pena adquirir o Oslo Pass. Veja no site oficial as informações detalhadas.

Onde se hospedar em Oslo? Considerando nossa experiência na cidade, indicamos o centro como melhor lugar para ficar em Oslo. Fizemos tudo a pé, exceto pelas atrações mais afastadas (em que pegamos tram ou metrô). O transporte público é bom, mas caríssimo, então compensou demais!

Indicamos o hotel em que ficamos, o Scandic Victoria, de uma rede de hotéis presente em todos os países nórdicos. O quarto era aconchegante, com mesa e cadeira, TV, uma poltrona confortável. No banheiro, todas as amenities básicas (sabonete, touca de cabelo, shampoo e condicionador) são fornecidas.

Gostamos do buffet de café da manhã, enorme e completo (mas sempre lotado!) e o atendimento muito rápido e simpático na recepção. Por conta do frio, o chá, as bolachinhas e uma bebida típica norueguesa que eram servidos na recepção de forma gratuita, diariamente, foram muito bem-vindos. Reserve aqui com a melhor tarifa!

GOPR3016

Impressões gerais: Em nossa rápida passagem pela cidade, vimos um lugar seguro, limpo e organizado. Consideramos 2 a 3 dias suficientes para conhecer as principais atrações de Oslo. E também prepare o bolso!

Já visitamos mais de 60 países e a Noruega está no nosso Top 3 de lugares mais caros – compras, supermercado, passeios e restaurantes têm um custo alto. A surpresa positiva ficou para a hospedagem – pegamos preços justos e bem razoáveis em Oslo e em Tromso.

Reserve seu hotel através de nosso parceiro Booking! Você garante as melhores tarifas e nós recebemos uma pequena comissão, sem você pagar nenhum centavo a mais por isso! Desta forma, podemos continuar a produzir guias de viagem independentes e completos como este. Muito obrigada! Confira o Box de Ofertas de hospedagem em Oslo!

Confira todas as nossas matérias sobre a Noruega, clicando aqui.

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *