Série Deserto do Atacama – Geisers El Tatio – Dicas, cuidados e informações para sua visita 8



Visitar os geisers El Tatio no Atacama foi para nós uma experiência e tanto. Vou postar aqui nossas dicas, cuidados e informações para você aproveitar melhor sua visita ao lugar.

Amanhacer geysers El Tatio - Deserto do Atacama

Os Geysers ficam a 4.320 metros em relação ao nível do mar. Como o lugar é muito alto, recomenda-se fazer esse passeio quando seu corpo já se sentir aclimatado à altitude. Nós fizemos no terceiro dia de nossa estadia em San Pedro de Atacama. O folder oficial dos Geysers recomenda ainda que, na noite anterior, deve-se comer somente alimentos leves e não tomar bebidas alcoólicas.

O horário recomendado para a visitação é de manhã bem cedo, logo ao nascer do sol, nas primeiras horas do dia. Nesse horário e a essa altitude, a temperatura vai estar abaixo de zero. Faziam 10 graus negativos quando fomos. Portanto, vai aqui a primeira dica: leve roupa adequada ou vai sentir bastante frio!!!

Nós fomos com jaqueta e calça de esqui (marcas North Face e Mammut). Essas jaquetas, além de proteger do frio, são também corta vento. A Erika como é mais friorenta, colocou mais uma jaqueta de pluma de ganso por baixo, enquanto eu fui com uma blusa extra de lã. Por debaixo de tudo isso estávamos com uma segunda pele. Com toda essa vestimenta, ficamos bem protegidos do frio. Leve também luvas, gorro e cachecol. Você vai precisar.

Com relação aos pés, não tínhamos calçados com isolamento térmico. Colocamos duas meias, sendo uma delas de lã, mas não seguraram o calor. Resultado: os dedos do pé doiam demais por causa do frio extremo.

 geisers El Tatio - Deserto do Atacama

Na foto abaixo, note que o solo está recoberto por uma fina camada de gelo. A temperatura começa a melhorar um pouco quando os raios do sol atingirem o lugar.

Amanhacer geisers El Tatio - Atacama

Tive a impressão que a atividade dos geisers aumentou neste período. O contraste da luz com os vapores também ficou mais interessante com os raios de luz.

Evite respirar diretamente os vapores que saem dos geysers, eles podem conter substâncias tóxicas. Claro que se você respirar só por alguns segundos, não vai te fazer mal. Isso aconteceu comigo por algumas vezes. O que não se deve fazer é enfiar o nariz diretamente na fumaça mais densa, e ficar lá inalando os gases.

Fumarolas geisers El Tatio - Deserto do Atacama

26-8-2007 09-08-04

Os jatos de água podem chegar a 10 metros de altura…

Fumarola gigante geisers El Tatio - Deserto do Atacama

… e os vapores vão ainda mais altos.

geisers del Tatio - Deserto do Atacama

Num certo momento, me aproveitei do vapor escaldante para esquentar a mãos. Tinha que tirar as luvas para fotografar, e sem elas, meus dedos doiam muito, acho que estavam congelando!

Há poços de todos os tamanhos. Alguns deles são bem grandes, como este aqui:

geisers El Tatio - Deserto do Atacama    geisers El Tatio - Deserto do Atacama

Agora, nunca coloque as mãos diretamente nos poços. A água, antes de chegar aí, passa por rochas extremamente quentes. A temperatura da água chega aos 85 graus celsius. Se você cair dentro de um desses, vai ficar com queimaduras muito graves. Portanto, cuidado onde pisa, e se estiver com crianças, fique sempre ao lado delas. Já ocorreram acidentes fatais.

Ahh, outra coisa. Apesar da água jorrar dos geisers à 85 graus, ao respingar sobre o solo, ela se esfria rapidamente e congela. Tenha cuidado redobrado perto dos poços, porque o chão pode estar escorregadio devido à presença de gelo.

Como chegar aos Geysers el Tatio:

Para realizar essa visita, contratamos um tour em San Pedro de Atacama. É um passeio de um dia inteiro. As vans saem de San Pedro bem cedo, por volta de 04:30 da manhã. Apesar da distância ser relativamente curta – são 90 quilômetros,  demoramos duas horas e meia para chegar lá, porque a estrada é bem ruim.

Nos geysers, dispusemos de duas horas para explorar e fotografar o lugar.

Abaixo, deixo um mapa com a localização dos Geysers El Tatio. Para ver o caminho de como chegar desde San Pedro de Atacama, diminua o zoom clicando no botão “-” do mapa.

Bom, sobre os Geysers El Tatio é isso.

Tomamos um chá de coca bem quentinho – incluso no tour – e seguimos para uma região com cactos gigantes, onde fizemos uma caminhada, e depois fomos para a vila de Machuca. Mas isso é assunto para o próximo post. Até lá!!

Se quiser encontrar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 pensamentos em “Série Deserto do Atacama – Geisers El Tatio – Dicas, cuidados e informações para sua visita

    • Gustavo Autor do post

      Juliana,
      não me lembro o nome da agência, mas os passeios saem todos de madrugada, seja lá qual você contratar. Há inúmeras agências que fazem esse passeio, quase todas na rua Caracoles e arredores, sendo que a variação de preços e itinerários é mínima. Na verdade esse foi o único passeio em que contratamos agência. Não se preocupe, você pode deixar pra pesquisar por lá mesmo, nós fizemos isso.
      Boa sorte,
      Gustavo.

    • Erika

      Olá Rodrigo,

      botas de trekking (térmicas, de preferência) são indicadas, com boas meias (eu usei 2: uma fininha sintética por baixo e uma de lã grossa). Considere que lá é bem frio e dependendo do horário e da época pode pegar até 20 graus negativos. Certifique-se de proteger e manter bem aquecidas as extremidades do corpo.

      Até mais!

      • regina

        Ola…Parabéns pelo post…muito rico em informações. Aproveitando o gancho dos calçados, gostaria de tirar umas dúvidas. Pretendo ficar em San Pedro uma semana e fazer vários passeios(geisers. lagunas altiplanicas, salar, vale de catarpe, vale de morte, vale luna,…) por acaso existe algum passeio que vamos acabar molhando o calçado? Alem de ser termico precisa ser impermeável? Obrigada.

        • Erika

          Oi Regina, nos passeios que fizemos e que estão descritos no site, não havia necessidade de que o calçado fosse impermeável , mas a minha bota da timberland que usei na viagem era sim. O mais importante é manter os pés aquecidos para estes passeios. Geralmente botas térmicas de marca boa, destinadas a aventura, são muitas vezes também impermeáveis, o que é bem recomendável. Obrigada pela visita ao blog!

  • Danilo

    O site está de parabéns,
    de grande utilidade para planejar nossa viagem.
    Vocês acham que esse passeio também é uma boa fazer de carro ou é preferível contratar uma agência? Eu não entendi o porque desse passeio (somente esse) vocês contrataram o serviço (que no acúmulo dos gastos dá um preço considerável).

    Tem algum passeio que recomendam um guia (que fale mais dos aspectos históricos e geográficos do local)? Ou os folders já são de bom ponto de partida?

    Grato

    • Gustavo Autor do post

      Danilo, como dissemos no post, para ver os geisers deve-se chegar ao local ao nescer do sol. Portanto, é necessario sair de San Pedro de madrugada. Contratamos o passeio por comodidade e também porque não queríamos dirigir em uma estrada de terra que não conhecíamos no escuro. Quanto a contratar um guia, essa escolha é pessoal. Boa trip!