Série Deserto do Atacama – Passeio de bike até o Parque Arqueológico de Tulor 2



Série Deserto do Atacama – Passeio de bike até o Parque Arqueológico de Tulor

Alugamos uma bicicleta em San Pedro de Atacama para fazer o passeio até o parque arqueológico de Tulor. O trajeto tem 10 km – dá para fazer tranquilamente de bike. Estávamos inicialmente com receio de pedalar a 2.300 metros de altirude, e perguntas como: será que vamos dar conta? ou vamos passar mal? passaram pela nossa cabeça.

Mas nada disso aconteceu. Levamos duas garrafinhas de água em nossa mochila, nos hidratamos bem, e chegamos a Tulor pedalando numa boa, sem coração disparado ou coisa do gênero. Claro que não saímos pedalando que nem loucos, fomos num ritmo de passeio, admirando a paisagem do deserto.

Os primeiros 5 km do trajeto são feitos no asfalto – a estrada é a mesma de leva ao Vale da Lua.

Deserto do Atacama – como ir de bike até o Parque Arqueológico de Tulor - trecho de asfalto

A paisagem desértica é convidativa… eu não resisti, e fui pedalar um pouco fora do asfalto… só tome cuidado para não furar o pneu, tem muitas pedras neste trecho.

Quando chegar ao acesso do Vale da Lua, vire à esquerda, e pegue o trecho em amarelo no mapa abaixo:

Agora a estrada já não é mais de asfalto, mas continua muito boa para pedalar…

Deserto do Atacama – pedalando até o Parque Arqueológico de Tulor - trecho de terra

As montanhas tem uma beleza particular, parecem “enrrugadas”. Você se sente em outro planeta… bom, esse é um dos motivos – pelo menos para mim – para se fazer esse passeio de bicicleta até Tulor… poder observar a paisagem mais tranquilamente, em “slow motion”.

Deserto do Atacama – como ir de bike até o Sítio Arqueológico de Tulor - trecho de terra

No caminho você irá passar por dentro do povoado de Ayllus de Coyo, vizindo de San Pedro de Atacama. Há placas indicando o caminho…

mais alguns minutos e chegamos ao lugar. As casas abaixo são réplicas, pode-se entrar dentro delas para se ter uma idéia de como as pessoas viviam ali…

O sítio arqueológico de Tulor é administrado pela comunidade indígena dos Coyo. A casa abaixo é o lugar onde você paga a taxa de visitação:

Depois de pagar a taxa, você vai ter acesso a dois lugares – que eu marquei no mapa abaixo com uma máquina fotográfica rosa:

O primeiro eu já mostrei, são réplicas das casas que existiam aí. Lembre do formato circular das paredes e do telhado…

O segundo lugar são as ruínas propriamente ditas, ou o que sobrou delas. Elas são super antigas, datam de 800 antes de cristo. O folder oficial do lugar menciona que Tulor era um entreposto comercial, e que seus habitantes praticavam a agricultura nas margens do rio San Pedro.

A placa abaixo pede ao turista que utilize somente a passarela de pedestres para o acesso às ruinas. Deixamos nossas bikes aí e fomos até a passarela.

A passarela de acesso e o que sobrou da milenar aldeia de Tulor:

Bom, lembra que pedi para memorizarem o formato circular das paredes lá atrás? Observem essas ruinas, essa parte circular são as paredes das casas. O telhado não está mais aí… também, se passaram quase 3.000 anos, já é muito que as paredes de barro tenham ficado de pé !!

DICAS:

– Leve água ;

– boné;

– passe protetor solar;

– se for de bike, tome cuidado com o trecho da estrada;

Bom, é isso aí! Espero que tenham gostado. Nós gostamos bastante do passeio, tanto pelas ruínas quanto pelo passeio de bike pelo deserto. Pegamos então nossas bikes e pedalamos de volta até San Pedro de Atacama.

Pedalando na RN23, chegando à San Pedro de Atacama

Próximo post da série: passeio às lagunas altiplanicas Miscanti e Miñiques

Se quiser encontrar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Série Deserto do Atacama – Passeio de bike até o Parque Arqueológico de Tulor

  • Alice

    Que maravilhoso o passeio de vocês! Estou indo para o Atacama em Dezembro e pretendo fazer o mesmo trajeto. Você poderia me informar em média, quanto gastou com as entradas em Tulor e o tempo de passeio? Obrigada e parabéns pelo site!

    • Gustavo Autor do post

      Alice, nosso passeio teve duração de duas horas, e nosso ritmo foi bem tranquilo. Além da parada no sítio arqueológico, também paramos para tirar fotos várias vezes no caminho. A visitação de Tulor em si é bem rápida, em menos de 30min você já viu tudo. Quanto ao preço dos ingressos, não me lembro do valor, mas foram baratos, fique tranquila. Boa trip!