Trilha da Pedra da Macela em Cunha – SP 23



vista a partir do final da trilha da Pedra da Macela - Cunha - SP

[vista a partir do final da trilha da Pedra da Macela]

Saímos de SP, capital, em um sábado lá pelas 5 da manhã, já que faríamos um bate-volta até Cunha. Nosso passeio seria a trilha da Pedra da Macela, que está a 1840 m de altitude. No topo, há uma antena retransmissora de sinais de rádio, mantida pela Furnas.

A Pedra da Macela tem seu acesso ou pela BR-116 (e depois SP-171) ou pela RJ-165 – a estrada Paraty-Cunha. Nós fomos pela BR-116, porque a estrada Paraty-cunha estava fechada por causa de alguns desmoronamentos.

Bom, depois siga pelo trecho que marquei em laranja no mapa abaixo, são 4 km de estrada de cascalho até a porteira de Furnas, que fica sempre fechada. É só estacionar o carro por ali mesmo e seguir então pela trilha asfaltada – uma subida íngreme de 2 km (em verde no mapa). Não há infraestrutura alguma no local – nem banheiros. Portanto, leve água, repelente, casaco…tudo que deve se levar para uma trilha!

Chegando…com GPS fica mais fácil…

Estrada cascalho terra acesso trilha Pedra Macela Cunha SP

A subida a pé é por uma via asfaltada. Aí passam carros de manutenção, caminhantes de fim de semana e bichos diversos.

Trilha Pedra Macela Cunha SP

Parece fácil… mas prepare-se, vai exigir um pouco de condicionamento de suas pernas!

a vista durante a subida:

Vista da trilha da Pedra da Macela - Cunha - SP

Vista vale trilha Pedra Macela Cunha SP

Vista da trilha da Pedra da Macela - Cunha - SP

Trecho final trilha Pedra Macela Cunha SP

Trecho final da trilha da Pedra da Macela - Cunha - SP

Lá do alto, descortina-se uma vista maravilhosa…com nuvens a perder de vista, o imenso céu azul e o litoral… consegue-se avistar em dias claros Angra dos Reis, Paraty e a Ilha Grande. No nosso caso, no dia da nossa caminhada havia muitas nuvens, o que não nos impediu de ver o mar lá embaixo…mas as fotos ficaram um pouco comprometidas.

Um pouco da vista para vocês:

IMG_2369

Pedra da Macela - Cunha - SP

Mirante Pedra da Macela - Cunha - SP

Vista Angra dos Reis Mirante Pedra da Macela Cunha

Mirante Pedra Macela final trilha

De lá, seguimos para a cidade… almoçamos num restaurante simples ( e que eu esqueci o nome!), mas com uma comida deliciosa…e essa vista da cidade da janela…

Parada almoço Cunha Pedra Macela

Fim de dia…de volta para SP!

Por do Sol em Cunha

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

23 pensamentos em “Trilha da Pedra da Macela em Cunha – SP

    • Gustavo

      Roseli, não me lembro exatamente do tempo, mas como são 2km de subida íngreme, considere 2h para subir com tranquilidade, ir tirando fotos, etc… e 1h para descer (dependendo do preparo físico dá para fazer em menos). Boa trip!

  • Eduardo

    Lugar simplesmente espetacular, vale muito a pena conhecer.
    Eu e minha esposa em viagem de aniversário de 20 anos de casamento passamos pela região neste final de semana (12/mar/17), mais que recomendo o local. Do alto da Pedra da Macela (se o tempo estiver bom), pode-se avistar a cidade de Paraty/RJ, toda a orla e praias como São Gonçalo, Momuncaba, Tarituba e as usinas de Angras, ao fundo a Iha Grande e o infinito azul do céu se confundindo com a linha do horizonte do mar, realmente uma imagem fascinante, do outro lado da para ver o Pico do Marins, mas isso requer conhecimento de sua localização para não confundir com outros morros, picos e serras.
    Eu e minha esposa estamos acostumados com esses tipos de aventuras e demoramos 1h35 para percorrer o trecho do estacionamento até o topo da Pedra da Macela, isso contando pequenas pausas para as fotos, hidratação e descanso. Para aventura recomendo levar água, parece desnecessário falar isso, mas no meio de nossa decida que demorou 45 minutos, cruzamos com um jovem casal despreparados/desavisados e suas duas filhinhas de aproximadamente 5 e 7 anos, todos de chinelos, sem mochilas e logo sem uma garrafinha de água, ficamos com muita pena das crianças, mas não podíamos fazer nada, pois nossas garrafas já estavam vazias.

  • Valmir

    Fiz este passeio este final de semana. A estrada de 4 Km até a porteira é péssima. Muitas pedras, buracos e muito estreita e, mesmo com carros 4×4 é muito difícil de chegar mas, a subida e a vista valem a pena o esforço pois são fantásticas. A cidade de Cunha estava toda preparada para a festa de Corpus Christi com belíssimos tapetes de serragem e, a noite, uma tradicional quermesse muito bem organizada.

    • Erika Autor do post

      Oi Valmir, obrigada pelo seu relato! Quando nós fomos, a estrada estava ruim mas não péssima, infelizmente essas coisas só pioram… mas faz parte da aventura!

  • Bianca

    Olá, boa tarde! 🙂
    Estou querendo ir com alguns amigos no dia 12/08/17, vi as fotos e o lugar é simplesmente é incrível.
    Mas tenho uma duvida quanto a trilha, tenho muito medo de altura, mas sempre tento fazer pois a sensação/vista depois é sempre maravilhosa.
    Mas eu não fico com medo quando o lugar digamos seja um pouco mais espaçoso, sem ser as trilhas estreitas que mal cabe um pé por vez rs….
    Por isso, para eu ficar mais segura e já ficar ciente de como pode ser, como é o caminho da trilha até o topo?

    • Erika Autor do post

      Oi Bianca, vai tranquila, é das trilhas mais fáceis nesse sentido que vc falou, o caminho é todo asfaltado, largo e tranquilo. Quando chegar no fim/topo, há bastante espaço caso se sinta desconfortável para ficar na beira do morro 😄. Bom passeio!

  • Patricia

    Olá!
    por favor, para pegar um visual com menos nuvens, vocês acham que é melhor ir no início do dia (pela manhã) ou mais para a tarde (depois do almoço)?
    obrigada