Roteiro de viagem pela Bósnia: Neum, Mostar, Medugorje, Pocitelj e Mogorjelo 2



Hoje no blog, conto um pouco da nossa viagem à Bósnia, mais um país em nossa lista de lugares visitados. Fizemos uma viagem rápida de um dia passando por pequenas cidades do sul do país, sendo a mais famosa delas a cidade de Mostar, que vem se tornando cada vez mais popular entre turistas. Em parte, esse crescimento de visitantes é graças à proximidade e facilidade com que podemos ir de Dubrovnik, na Croácia, para Mostar e outras cidades bósnias. Nosso roteiro passou por Neum, Mostar, Medugorje, Pocitelj e Mogorjelo. É um bate-volta perfeito de Dubrovnik!

Infelizmente o histórico recente da Bósnia não é dos melhores. O país ficou em uma situação bem complicada, dividido e devastado pelas guerras, etnias e religiões… um verdadeiro caldeirão. Por isso, fomos visitar uma pequena parte dessa mistura e ver como o país está se recuperando dos conflitos da década de 90. Foi uma viagem bem interessante, que agora conto para vocês.

IMG_0799

Como visitar? Tour ou por conta própria?

Gostamos sempre de visitar os lugares por conta própria, mas para a Bósnia, em função do pouco tempo disponível que tínhamos e também da logística um pouco complicada de transportes, resolvemos contratar um tour de uma agência local de Dubrovnik. Pesquisei antes da viagem e selecionei as empresas com boas notas no TripAdvisor. O fato é que deixamos em aberto se íamos de tour ou por conta própria até chegarmos em Dubrovnik e decidirmos. Já na Croácia, entramos em uma loja da agência Amico Tours, e eles tinham o tour disponível para o dia que queríamos, uma atendente nos explicou como funcionava o tour, quanto tempo teríamos em cada lugar e achamos ok. Preço em julho/2017: 390 kunas por pessoa (por volta de R$ 175 p/ pessoa). Almoço não estava incluído, nem ingressos para as mesquitas. Nosso roteiro contemplou as cidades conforme circulado no mapa abaixo:

IMG_5217

Gostamos do tour pois o grupo era pequeno, apenas 6 pessoas em um carro confortável com ar condicionado. O motorista era também o guia do grupo – era croata, de Dubrovnik mesmo, e foi contando curiosidades da Bósnia, e também das relações entre os países da região, bem interessante. Nosso grupo tinha 2 moças dos EUA, um casal de meia idade da Inglaterra e nós. Conversamos um pouco sobre os EUA, sobre a mídia, o impeachment e a violência no Brasil, mas o assunto mais comentado foi o Brexit 😀 O tour durou o dia inteiro, com o pick-up em nosso hotel e finalizando na cidade murada em Dubrovnik. A gorjeta para o guia/motorista não é obrigatória, mas deve ser esperada por ele com certeza 😀 Alguns deram, outros não. Achamos que o tour cabe bem em 1 dia, mas o tempo em Pocitelj é muito curto e em Medugorje é longo demais. Acho que deveriam transferir 30 min dessa última parada para a primeira, em minha opinião.

Se você decidir fazer o roteiro por conta própria, pode pegar um ônibus de Dubrovnik para Mostar. Pode até pernoitar em Mostar, seguindo viagem para Sarajevo. Alguns tours partindo de Dubrovnik oferecem passeios com pernoite visitando a capital bósnia, mas como não tínhamos esse dia a mais, ficou para uma próxima viagem. Outra alternativa é alugar um carro em Dubrovnik para fazer o bate-volta, mas sinceramente não estava na vibe 😀

Uma curiosidade: adoro os carimbos de passaporte, infelizmente não carimbaram o meu com o stamp da Bósnia. Isso porque passamos em 3 checkpoints. Ainda pedi para o guia, mas ele disse que se tivesse chance pediria, mas falou que os fiscais eram mal-humorados, carrancudos e eram de lua, às vezes carimbavam às vezes não. Enfim, fiquei sem 🙁 . Dos checkpoints da Croácia, no entanto, tenho todos 😀

Neum

A primeira parada é a cidade de fronteira entre Croácia e Bósnia – Neum. Uma pausa de 10 minutos para ir ao banheiro e tomar um café. Nada de muito interessante em minha opinião. Muitas casas de praias e hotéis de gosto duvidoso perto das praias da cidade. Sinceramente a única razão pela qual alguém trocaria as praias na Croácia por essas em Neum é o preço baixo!!! Já havíamos passado 1 vez nessa fronteira quando viemos de ônibus de Split para Dubrovnik (pode parecer doidera mas é assim mesmo, Neum é um pedaço da Bósnia que “corta” o território croata), ocasião em que presenciamos um lindo céu de fim de tarde 🙂

IMG_0255

IMG_0273

Mogorjelo

A segunda parada foi em Mogorjelo, uma cidade romana do séc I. O guia faz um passeio com a gente pelas ruínas, explicando o pouco de informação que eles tem sobre o lugar. Uma pena estar tão mal conservado. A parada tem por volta de 25 minutos.

IMG_0732

IMG_0739

IMG_0736

IMG_0745

Pocitelj

Uma cidade antiga, com características de arquitetura medieval e do Oriente, datada do século XV. Uma pena que a parada aqui tenha sido somente 45 minutos. A cidade é praticamente uma vila, com escadarias íngremes de pedras enormes (e escorregadias! cuidado!) que levam a uma bonita e imponente fortaleza (no tour não temos tempo para subir 🙁 ).

IMG_07551

A cidade de Pocitelj é Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco, e também conhecida como “cidade de pedra”, pudera, quando você visitar vai entender…a escadaria tem pedras enormes, o morro em que a cidade foi construída é cheio de pedras e a fortaleza também 😀 Além disso, fica em uma das margens do Rio Neretva.

IMG_0750

IMG_07521

Restaurantes e lojinhas de souvenirs completam o cenário turístico do local.

IMG_0749

Visitamos também uma mesquita (Haji Ali’s Mosque – ingresso por 3 kunas) – foi a primeira que entrei na vida. Me incomodei com o fato de ter que colocar o véu, mas em parte o incômodo era preconceito…viajar é isso, conhecer culturas, enfrentar nossos preconceitos.

DCIM\100GOPRO

IMG_0760

Mostar

A cidade de Mostar é hoje a principal cidade turística da Bósnia-Herzegovina. A cidade abrigou várias culturas e religiões durante sua história, e cada uma deixou traços no local, detalhes que a guia local nos explicou (o guia/motorista deixou nosso grupo com a guia bósnia, fizemos um tour de 1h com ela, depois tivemos mais 2 horas para explorar a cidade por conta própria). Durante o domínio turco, a  cidade foi um importante centro comercial.

O que fazer em Mostar? Quais as principais atrações a visitar?

A guia deu dicas de restaurantes na cidade, apontou construções históricas e falou sobre o islamismo (a cidade tem várias mesquitas), principalmente porque a religião está em foco devido aos problemas com o Estado Islâmico no Oriente Médio e Europa. Um assunto interessante e atual. Sinceramente, acho que você não deve se preocupar muito com o que fazer na cidade, pois todas as atrações turísticas principais de Mostar estão concentradas na cidade velha (centro histórico) – que é Patrimônio Mundial da Unesco desde 2005. No leque de opções, Museus, o Bazar da cidade (para quem gosta de passear ou fazer compras), a Mesquita principal Koski Mehmed Pasha (são várias mesquitas na região, mas a maior é a visitada por turistas) e a Old Bridge, uma ponte de formato bem peculiar, o cartão postal da cidade. A ponte foi completamente destruída durante a Guerra da Bósnia e reconstruída poucos mais de 1 década depois. Para experimentar a culinária local, o Cevapi é um lanche parecido com o kebab, uma massa que vai queijo ou carne de recheio, e a cerveja bósnia é a Sarajevsko. A cidade tem vários restaurantes, lojinhas de souvenir e artigos locais.

Na parte da cidade atual, vimos uma cidade meio paradona, com prédios simples e outros bem detonados, segundo a guia, desde a época da guerra. Passamos também por uma igreja católica enorme, perto de onde fica o estacionamento dos veículos dos tours.

IMG_0769

IMG_0874

DCIM\100GOPRO

Chegando no centro histórico, passamos por algumas construções interessantes na cidade e pela rua principal com vários restaurantes (fica tudo meio bagunçado e amontoado, mas é o jeito do lugar mesmo…)

IMG_0871

IMG_0841

IMG_0844

IMG_0778

Conseguimos um ímã de geladeira e uma moeda de Marco Bósnio, a moeda local. São coisinhas que coleciono nas minhas viagens. Só achei alguns souvenirs meio de mal gosto, como os vários que encontramos feitos com balas!!

IMG_0823

A famosa Old Bridge (Stari Most / Ponte Velha), ponte super fotogênica, fica sobre o Rio Neretva:

IMG_07712

Além de turistas indo e vindo, ficam lá em cima alguns rapazes pulando no rio. Eles vão coletando trocados e quando completam uma quantia (acho que era 25 EUR) eles pulam da ponte. Se juntam mais (por volta de 50 EUR), pulam de cabeça! o.O A guia nos explicou que todos os anos tem até campeonato, vindo competidores de vários lugares do mundo. E também falou que tem vários acidentes fatais. Afff!

IMG_0777

IMG_0829

Mostar vista da ponte velha:

IMG_0832

IMG_0837

IMG_0839

IMG_0784

IMG_0826

Depois de ver a ponte bem pertinho do rio, subir de volta para a parte alta e atravessá-la, passamos por um “corredor polonês” de mais lojas 😀 para então chegar na Mesquita principal.

IMG_0819

Havia 2 opções de ingresso, ficamos com o que dava direito a entrar na Mesquita e subir no Minarete, por 48 Kunas (21 reais). Minaretes são as torres finas e pontudas que toda mesquita tem, veja na imagem abaixo).

IMG_0808

Era essa nossa segunda mesquita da vida, e do dia 😀 . Dessa vez não tive que cobrir os cabelos, mas tive que cobrir as pernas, pois a moça da bilheteria disse que meu shorts estava muito curto o.O

IMG_0807

IMG_0780

DCIM\100GOPRO

Subimos a escadinha estreita do minarete e tiramos mais fotos panorâmicas de Mostar:

IMG_0793

IMG_0798

DCIM\100GOPRO

Regras da Mesquita:

IMG_5230

IMG_5231

Na saída, mais lojinhas e ruas lotadas de turistas, um calor infernal com sensação térmica de 37ºC (fomos em julho/2017, pleno verão), paramos para tomar sorvete e descansar.

IMG_0811

IMG_0815

Detalhe nas ruas de pedra em Mostar:

IMG_08091

Seguimos para nossa última parada em Mostar, a Crooked Bridge. Uma pequena ponte que foi uma espécie de “teste” para a construção da Stari Most. Realmente ela é bem parecida em seu formato, parece uma miniatura da Old Bridge :D. Esta na verdade também é uma reconstrução, pois a original foi destruídas por enchentes.

IMG_0862

IMG_0867

Medugorje

A última parada do tour foi em Medugorje, onde há uma igreja católica. O local é um importante centro de peregrinação. O caminho até lá achei bem bonito, uma serra com estrada sinuosa e paisagens de montanhas com vegetação um pouco árida, um lugar bem com cara de interior mesmo. Voltando ao lugar da igreja em si, jardins enormes e um amplo espaço para caminhada também compõem o cenário. Acho mais interessante para quem é religioso, pois tivemos 1:20h aqui e achei demais. 30 minutos estaria de bom tamanho, o restante do tempo poderíamos ter ficado em Pocitelj, local muito mais atrativo. Como estava muito calor, compramos uma garrafinha de água e mais um sorvete. Começamos nosso retorno à Dubrovnik na Croácia depois das 18h, com mais um país na bagagem 😀

IMG_0876

IMG_0885

DCIM\100GOPRO

E você, tem dicas ou dúvidas da Bósnia? Deixe nas caixas de comentários!

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Roteiro de viagem pela Bósnia: Neum, Mostar, Medugorje, Pocitelj e Mogorjelo