Roteiro em Gent, Bruges e Waterloo na Bégica: o que fazer e como visitar 1



No post de hoje do blog, eu falo um pouco do roteiro que fizemos na Bégica além de conhecer Bruxelas (clique aqui para ver todo o nosso conteúdo sobre a cidade), que geralmente é a única parada dos turistas, como um pit-stop na viagem de trem entre Paris e Amsterdam . Visitar Gent, Bruges e Waterloo é fácil e todas as cidades no país ficam bem próximas umas das outras, uma vez que a Bélgica é minúscula! Quer saber como visitar as principais atrações e pontos turísticos de Gent e Bruges e o que fazer em Waterloo? Confira nossas dicas para montar seu roteiro de viagem!

Roteiro de 1 dia em Bruges: o que fazer na cidade?

Bruges é uma das cidades mais turísticas da Bélgica, que encanta os turistas graças ao seu preservado centro histórico, que inclusive é Patrimônio Mundial da Unesco. Nós a visitamos em uma bate-volta a partir de Bruxelas, de trem. Super rápido e prático. Da estação de trem na cidade você vai caminhando até as principais atrações. Pelo caminho as construções antigas já nos chamaram atenção. Apesar de ser fora de temporada (setembro), a cidade estava lotada, muitos grupos de turistas (daqueles com guias que seguram bandeirinha) e muitos visitantes idosos, mas muito mesmo. Acho que foi uma das cidades em que vi mais velhinhos na minha vida rsrsrs.

IMG_4464

Para se ter um panorama geral da cidade, você pode fazer como muitos turistas e fazer um passeio de barco pelos canais da cidade:

IMG_4482

IMG_4474

E mesmo que não queira passear nos barquinhos, vai passar pelos canais enquanto estiver batendo perna na cidade.

IMG_4486

A imponente Igreja de Nossa Senhora tem vários estilos arquitetônicos e sua construção se iniciou no séc. XIII. A Igreja ainda abriga uma Madona feita por Michelangelo:

IMG_0134

IMG_0117

Bruges é sinônimo de cidade medieval no imaginário dos turistas, então para ver as famosas casinhas do século XIII, vá até a praça do mercado, Markt:

IMG_4497

IMG_4495

Na Markt, além das casas coloridas e de lojinhas, restaurantes e turistas, você terá a oportunidade de admirar uma vista panorâmica de Bruges, se quiser encarar os degraus da Torre Belfort ou Campanário de Bruges, onde há um mirante. Impressiona pelo tamanho, pela sua idade (séc. XIII) e pela vista maravilhosa. Não é uma subida fácil, mais de 350 degraus, então já vá preparado. O tempo estava nublado no dia da nossa visita, mas quando chegamos ao topo, não é que o sol apareceu e deixou as fotos mais bonitas!

IMG_0155

IMG_0175

IMG_4514

IMG_0164

IMG_4511

Depois de tomar um sorvete e comer um lanche ali na praça, seguimos para o Burg, onde fica o lindo prédio da prefeitura da cidade (Stadhuis) que foi construído entre os sécs. XIV e XV:

IMG_4493

IMG_4510

IMG_4496

Detalhes nas construções em Bruges:

IMG_4479

IMG_4480

Entre o Burg e o Mercado de Peixes (Vismarkt), a estreita passagem que liga ambas é chamada de Viela do Burro Cego, do século XVIII:

IMG_0142

Depois de explorar a parte mais antiga, ainda caminhamos pela parte mais nova da cidade, onde há lojas de roupas, souvenir, chocolates, joalherias, etc. Uma coisa que nos chamou a atenção foi a quantidade de pessoas andando de bike. Dali voltamos para a estação de trem.

IMG_4476

Roteiro de 1 dia em Gent: O que fazer na cidade?

Gent, ou Ghent ou ainda Gante, pode ser visitada a partir de uma bate e volta de trem a partir de Bruxelas. Pode passar o dia inteiro como meio dia, que foi o que fizemos. Como era fim do verão, o dia é longo, então aproveitamos a volta de Bruges e fizemos um pit-stop em Gent. Fomos andando da estação de trem até o centro. No caminho, muitos jovens, ciclovias e também canais por toda a parte. Tivemos uma boa impressão inicial do lugar. Na volta à estação de trem, já estava à noite, então achei os arredores um pouco sombrios e mal frequentados. Fique atento com pickpockets ou gente que venha jogar conversa mole.

IMG_0219

IMG_0217

IMG_4551

Encontramos um centro cheio de construções bonitas e ruas floridas, confesso que gostamos mais de Gent do que de Bruges, talvez por ter menos turistas e nos parecer mais autêntica.

IMG_4553

E ainda tinha wifi gratuito na rua! Muito bom!

IMG_4586

Adorei os canais da cidade, assim como as construções e casinhas antigas. Cada ponte que passávamos era uma paradinha para fotografar. Assim como em Bruges, é possível fazer passeios de barco pelos canais de Gent:

IMG_4571

IMG_4575

IMG_0249

Sem dúvida o Castelo da cidade, Gravensteen é uma das principais atrações da cidade. O também conhecido como castelo dos condes (pertenceu aos condes de Flandres, durante o século XII) tem também uma fortaleza, e pode ser visitado internamente, consulte mais informações clicando aqui.

IMG_0241_3

Já a Catedral de St. Bavo impressiona pela imponência da fachada. Uma construção que mistura os estilos barroco, góticos e românico. É possível visitá-la internamente. Abre diariamente.

IMG_0261

Outra construção religiosa famosa e imponente na cidade é a Igreja de St. Nicholas:

IMG_0268

Mas o que mais gostamos mesmo na cidade foi ficar ali na região onde turistas e moradores se misturam, Graslei e Korenlei, onde as construções antigas e coloridas harmonizam com o ambiente cheio de gente e cafés e restaurantes. Nós ficamos ali sentados na beira do canal um bom tempo vendo a vida passar e conversando. Há um ponto de saída de passeios de barco perto da ponte.

IMG_4560

IMG_4566

IMG_4562

Da ponte St. Michael, você terá a vista mais linda dessa região da cidade e para mim a vista mais bonita de Gent:

IMG_4561

A ponte em si, com o antigo prédio dos correios (Post Plaza) de fundo:

IMG_0230

Outro lugar legal que visitamos foi o Vrijdagmarkt, uma praça enorme que nos séculos passados era palco da vida social e política da cidade. Hoje um ponto de encontro, com vários restaurantes e cafés e às sextas e sábados um mercado funciona no local.

IMG_4578

A imponente estátua que está no centro da praça é de Jacob van Artevelde, que lutou contra o boicote inglês da compra de lã da região durante a Guerra dos Cem Anos entre França e Inglaterra no século XIV. Ele foi considerado um herói, pois conseguiu reverter a situação para manter a região em destaque na exportação/produção de tecidos. Desde 1863, sua estátua está apontanto para a Inglaterra!

 IMG_4580

Outra dica que dou: consultar o site oficial da cidade de Gent. Super completo (www.visit.gent.be), tem dicas, mapas, restaurantes e todas as informações necessárias ao planejamento da sua trip.

O que fazer em Waterloo? Como visitar o local onde Napoleão Bonaparte foi derrotado?

Waterloo na Bégica é uma pequena cidade famosa no mundo por causa da batalha que simboliza a derrota de Napoleão Bonaparte e seu exército, em 1815. Mas o que fazer lá? Vale a pena a visita? Com essas perguntas na cabeça decidi colocar em nosso roteiro um passeio até lá. Confesso que achei um pouco sem graça, mas vale pela importância histórica. Waterloo fica a 30 minutos de Bruxelas e para chegar lá pegamos um trem. Depois pegamos um ônibus ao lado da estação de trem até o local, mas foi meio complicado, pois não tinha indicação certa no ponto de ônibus e ao perguntarmos para algumas pessoas ninguém sabia (ou estava a fim de) informar nada. E todos eram moradores, antipatia total. Bom, conseguimos chegar, mas o local me parece mais preparado para quem visita de carro.

IMG_4396

IMG_4398

O Centro de visitantes tem lojinha de souvenir,restaurante, banheiros, e toda estrutura. Existe no local um Museu de Cera, onde há trajes e objetos militares, um local onde é exibido um filme contando um pouco da história da batalha, e o Museu onde há peças de antiguidades, plantas e maquetes do campo de batalha. Visitamos também o Butte de lion, onde há uma vista panorâmica do local. É isso, nada de muito emocionante, a não ser que você seja um fã de história.

IMG_4402

IMG_4403

IMG_9919

IMG_9924

IMG_4410

Se você gostou dos nossos passeios e quer montar seu roteiro de viagem à Bélgica, clique aqui para ver todo o conteúdo que temos do país aqui no site.

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Roteiro em Gent, Bruges e Waterloo na Bégica: o que fazer e como visitar