Campo de Concentração de Dachau: Guia completo para a visita ao Memorial 11



No post de hoje, revelo através de muitas fotos a visita ao campo de concentração de Dachau. O local fica bem próximo de Munique, sendo ideal para um bate-volta a partir da cidade; e foi o que fizemos. Apesar do meu interesse, nunca tinha estado num campo de concentração, nem em nada parecido. E foi como eu esperava – uma visita muito produtiva do ponto de vista intelectual (aprendi bastante, há muito material não só sobre esse campo, mas como todos os outros campos na Alemanha e fora dela. E também há abordagem de temas como a expansão do nazismo, a doutrina anti-semita de Hitler, e muito mais) e ao mesmo tempo angustiante e provocadora, do ponto de vista humano. É um local que você visita e fica depois pensando… Não é um tipo de passeio para se divertir, mas para refletir.

grade entrada Campo de Concentração de Dachau trabalho liberta

Portão de entrada do Campo de Concentração de Dachau, com os dizeres: “O Trabalho Liberta”

Como chegar?

Bom, vou indicar o transporte público, exatamente como fizemos. Pegamos a linha de trem S2, destino Peterschausen, e descemos na estação Dachau (para saber como usar o transporte público de Munique, clique aqui). Esse trajeto, contando a partir da estação central (HBF) de Munique, dá por volta de 25 minutos. Depois de sair da estação, há placas com mapas da localidade…

 IMG_3390

… e também um pequeno terminal de ônibus. Pegamos o ônibus nr. 726, que vai para KZ-Gedenkstätte/Sanbachsiedlung

bus ônibus 726 KZ-Gedenkstätte Campo Concentração Dachau concentration camp

*Na volta, faça o mesmo caminho. Pegue o ônibus de mesmo nr. e embarque rumo à Munique na estação Dachau do trem S2.

Detalhe que achei o máximo no ônibus – o sinal diferenciado para quem está com carrinhos de bebês! Alegre

botão para carrinho de bebê (!) em Dachau - Alemanha

Mais alguns minutos de viagem até a descida em frente ao Memorial. Não tem erro, o próprio motorista deu um resmungo em alemão pra avisar quando chegou no ponto de ônibus em frente ao Campo de concentração. Além disso, 99,999% dos passageiros vão descer ali.

A entrada é gratuita. Não esqueça de pegar o folder com o mapa, é bem útil para se guiar por lá. Há também audioguides disponíveis – pagamos por volta de EUR 3 mais um depósito de EUR 20, que deixamos como caução e foi devolvido ao final da visita.

Dachau audio guide Dachau Memorial site brochure mapa campo concentração Dachau

A visita consiste em muita leitura (textos em alemão e inglês), com painéis de fotos, ilustrações, mapas explicativos, muito bom e instigante para quem se interessa por História e Cultura geral.

Algumas fotos de Dachau:

O campo de concentração de Dachau, estabelecido em março de 1933

O campo de concentração de Dachau foi estabelecido em março de 1933 para prisioneiros políticos, o primeiro da Alemanha, e serviria de modelo para todos os campos subsequentes.

Dachau - quartel general comandante (época nazista) - commandant headquarters

O prédio onde ficava o quartel general do campo de concentração, em 1933 (foto acima) e atualmente:

Dachau - o quartel general do comandante hoje commandant headquarters

Dachau - entrada do campo de concentração

vista aérea de Dachau

Planta de Dachau - Munique

IMG_3395

IMG_3396

Arbeit Macht Frei – O trabalho liberta. O portão de entrada, ainda mais com esses dizeres, dá uma sensação bem estranha. O mesmo portão que muitas pessoas entraram para nunca mais sair, é o mesmo pelo qual hoje turistas iniciam sua visita ao Memorial e às antigas instalações do campo de concentração.

"O trabalho liberta" - dizeres na grade de entrada de Dachau

Sequência de fotos em preto & branco:

Campo de concentração de Dachau: "Arbeit Macht Frei" – O trabalho liberta

interior do Campo de concentração de Dachau

interior do Campo de concentração de Dachau: os barracões

Memorial de Dachau

IMG_3418

mapa dos campos (de concentração, de extermínio, enfim…) espalhados por toda a Europa, marcados conforme a legenda:

Mapa dos campos de concentração na alemanha - Dachau - Munique

a propaganda nazista:

Propaganda nazista - Dachau - Alemanha

Propaganda nazista - Dachau - Alemanha

Propaganda nazista - Dachau - Alemanha

Programa do partido NSDAP em 1920

A inflação alemã após primeira guerra mundial

Propaganda nazista

Origens de Dachau

Dachau - Prisioneiros

Como era o "trabalho" em Dachau

A expansão do sistema dos campos de concentração Nazista - Dachau

Mortes em Dachau após 1940 crescem dramaticamente

IMG_8455

Arte:

Dachau - Arte

Dachau - Arte

Galpão restaurado, um dos vários que servia de dormitório no campo de concentração:

Galpão restaurado dormitório campo de concentração Dachau

IMG_3427

Campo de concentração de Dachau: os barracões onde dormiam os judeus

A torre de Guarda, a vala e a cerca elétrica… em 1941…

Dachau: a torre de Guarda, a vala e a cerca elétrica… em 1941

…e o mesmo local… nos dias de hoje…

Dachau: a torre de Guarda, a vala e a cerca elétrica… Hoje

A pior parte da visita na minha opinião é quando se chega ao local que se queimava os corpos, as câmaras de gás (entrei lá e tive uma sensação terrível), câmaras de desinfecção, são nomes horríveis tanto quanto as coisas que aconteciam ali. É impossível descrever. Só estando lá mesmo..

Campo de concentração de Dachau: os fornos

IMG_8475

Dachau - a câmara de gás

interior do Campo de concentração de Dachau: a câmara de gás

Campo de concentração de Dachau: a câmara de gás

interior do Campo de concentração de Dachau: a câmara de gás

Campo de concentração de Dachau: os fornos

IMG_8476

IMG_3433

Sei que depois de ver todos esses locais meio pesados, falar de comida e restaurante agradável não combina muito, mas deixo a indicação do Enzmann-Wilhelm Gastronomie GmbH, a Cafeteria do Memorial. Lá eles servem lanches, bebidas, água e refeições quentes dependendo do horário. Como fomos cedo e terminamos nossa visita no horário do almoço, resolvemos comer por ali mesmo e não nos arrependemos! Pouco mais de 20 EUR e comemos um excelente spaghetti à bolonhesa (que molho de tomate era aquele Polegar para cima!!!), com coca-cola e um cupcake de sobremesa. O ambiente é bem arejado, agradável e limpo. Ideal para se recuperar do baque da visita ao Memorial!

Restaurante de Dachau

Restaurante de Dachau

site oficial do Memorial do Campo de Concentração de Dachau:

http://www.kz-gedenkstaette-dachau.de/

Mapa com a localização do Campo de Concentração de Dachau e ponto de ônibus em frente ao local:

Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 pensamentos em “Campo de Concentração de Dachau: Guia completo para a visita ao Memorial

  • jorge

    adorei seu site…. há 3 dias vi uma reportagem na bandeirantes brasileiros que vivem na Alemanha …conforme foi a reportagem estas suas fotos informando .

    parabéns

  • Ana

    Obrigada pelas dicas. Vou me basear na sua viagem para fazer uma visita à Dachau agora em fevereiro, dia 13. Estou apreensiva, porque apesar de gostar muito de História, sei que será um “passeio” barra pesada.
    Quanto à sugestão de almoço, lembro-me que eu li, há 2 meses, um livro chamado “Depois de Auschwitz”, de Eva Schloss. Ela conta como sobreviveu ao campo de concentração em Birkenau, e do misto de emoções que ela sentiu durante uma visita, 50 anos depois, ao se deparar com a existência de uma espécie de lanchonete no campo. Para ela, a lembrança dos dias de fome não combinavam com a presença daquela lanchonete.
    Eu entendo que as visitas são positivas por uma questão histórica que não deve ser esquecida. Mas, é preciso ter o cuidado de não transformar o evento em algo puramente turístico, sem a devida reflexão, como vc mesma disse desde o início do blog.
    Muito obrigada por partilhar a sua experiência.

  • gege baptista

    Gostei muito das fotos e comentários, muito bom. Em 2014 visitei Auschwitz e Kraków(Cracóvia), fiquei impactada, tirei muitas fotos, li os relatos mas não se consegue mensurar tanta maldade. E nesse é a mesma coisa porque a idéia era a destruição em massa. Mas servem para nos alertar para o futuro. Que vcs continuem passeando bastante e trazendo mais fotos. Abraços.

  • Almir Junior Jose F Costa

    Estou na Alemanha e vou fazer esses passeios, primeiro fui ate a austria fiz um passeio de barco lindo, munique, vou para Paris de onibus direto da alemanha, depois vou para dachau, italia e por final vou Te praga tudo de onibus, poder facam. Um abraco. Junior

  • José Maxwell de Albuquerque

    Excelente orientação, tive em Maio e matei um desejo na minha vida conhecer um campo de concentração, obrigado pela beleza do site.

  • Papai Sabetudo

    Deus me livre! Minhas férias são projetadas para me propiciar alegria e felicidade! Cenário “deprê”? Tô fora! A história pode esperar. Gosto muito da Alemanha. Já fui várias vezes. Me apaixonei desde a primeira! Estou indo novamente agora, no próximo mês. Dentre várias cidades, – algumas já conhecidas, – tem a estreante Munique. Minha filha, – uma das filhas, – que já esteve lá, me conhece e disse: “Se o senhor gostasse, lhe recomendaria uma visita ao “Campo de Concentração de Dachau”! Minha resposta foi a de sempre: “Deus me livre”. Sempre que vou a Berlim, visito “O Muro”, inclusive o memorial. Pra mim já é doloroso assisti-lo, imaginem! Como sou contemporâneo desse fato histórico, as imagens das fugas, com mortes, a que assisti pela tv, ficam passando em minha cabeça, como num filme, e me comovo às lágrimas. Deve ter a sua importância para historiadores, políticos, etc., não para mim que amo a vida e tenho um palpitante e inalienável senso de justiça. Há coisas mais belas, muito mais belas para se ver! Por isto amo tanto a Alemanha!

  • Mariana G.

    Ótimas dicas!! Vou pra Munique em março e tenho só 3 dias e meio lá.. estou quebrando a cabeça pra montar meu roteiro com tão pouco tempo.. por isso, gostaria de saber quanto tempo vc levou pra fazer esse passeio todo, pois pretendo ir à Dachau de manhã, chegando lá por voltas de 8h30/9h e de tarde (se conseguir voltar pra Munique até 13h mais ou menos) visitar o Allianz Arena. Vc acha que é possível ou fica corrido demais?
    Obrigada desde já 🙂