Roteiro de Viagem pela Tailândia: ilhas e praias, melhor época para visitar, dicas e curiosidades 2



No post de hoje, falo sobre o roteiro de viagem que fizemos pela Tailândia em fevereiro/2017. Vamos contar em uma série de posts os detalhes, e hoje falo um pouco das ilhas e praias que conhecemos, a melhor época para visitar, dar dicas básicas e curiosidades. Ficamos 8 dias no país, e eu priorizei ilhas e praias que queria muito conhecer. Nosso roteiro ficou assim: nos hospedamos em Krabi em vez de Phuket, e decidimos ficar no melhor hotel (que mega aprovamos!) de Railay Beach, o Rayavadee, membro do Leading Hotels of the World. Ficamos 5 dias e 4 noites neste hotel, tempo em que aproveitamos as praias de Railay e Phra Nang Cave, fizemos um tour de lancha para conhecer as Phi Phi islands (Maya Bay e Phi Leh Lagoon, além de visitar Bamboo Island e Monkey Beach), e ainda passamos rapidamente por Poda island e Chicken island. Ficamos mais 3 noites no maravilhoso hotel Six Senses Yao Noi, que fica na ilha Koh Yao Noi, ainda pouco conhecida e visitada pelos turistas. Um oásis, praias desertas e toda a estrutura exclusiva e sofisticada proporcionada pela nossa escolha de hospedagem. De lá ainda fizemos um passeio com o clássico Long Tail, o barquinho típico da Tailândia, para Hong Island (Koh Hong) e outras ilhas menores ao redor.

Ilhas e Praias na Tailândia

Vou escrever os posts detalhando cada um dos passeios e comentando o que eu gostei e o que não curti tanto, enquanto isso vocês ficam com um aperitivo 😀

Railay Beach

Paredões de limestone e pôr do sol incrível, 2 coisas que vem à minha mente quando lembro de Railay!

DCIM\100MEDIA\DJI_0003.JPG

IMG_3551

Assista ao vídeo que gravamos com um drone em Railay Beach:

Phra Nang Beach

Praia linda, águas calmas (fizemos caiaque e stand up paddle) e ainda tem um pôr do sol maravilhoso para arrematar!

IMG_4052

IMG_4088

Maya Bay (Phi Phi islands, mais especificamente em Koh Phi Phi Leh)

“A praia”, como é conhecida por causa do filme com Leonardo DiCaprio, particularmente achei muito cheia, apesar de o lugar ser bonito e famoso, não foi meu lugar preferido na Tailândia. Gostei mais do cenário da vizinha Phi Leh Lagoon!

IMG_3901

IMG_3911

Koh Hong ou Hong Island

Foi minha ilha favorita nessa viagem. A praia é bonita e calminha. Fomos no período da tarde em um dia ensolarado e aproveitamos um tempo na lagoon e outra parte do tempo na praia. Contratamos um long tail para passeio privado, valeu cada centavo!

IMG_4985

IMG_4936

DCIM\100GOPRO\GOPR0670.JPG

Koh Yao Noi

Imagine uma ilha na Tailândia que seja pouco conhecida, tenha praias lindas e que tenha muito menos turistas do que nas demais ilhas! Bingo!

IMG_4840

IMG_4842

IMG_4630

Assista ao vídeo que gravamos com um drone em Koh Yao Noi:

Dicas para sua viagem à Tailândia, Alimentação e Saúde, Quando ir

– Para conhecer essas praias e ilhas, você deve escolher um lugar para montar base, ou seja, a cidade de onde você fará os passeios e ficará hospedado. Entre Phuket e Krabi, a escolha vai depender do seu perfil de viajante e do seu orçamento. Eu preferi ficar em Krabi, mas hospedada em Railay Beach, onde só se chega de barco. O hotel em que eu fiquei providenciou o transfer carro + barco a partir do aeroporto de Krabi. Você também vai achar opções baratas e simples em Krabi town (mas a cidade é bem feia e empobrecida) ou Ao Nang, que tem uma praia pouco interessante mas muitas opções de hospedagem e restaurantes mais em conta. Veja no mapa (GoogleMaps), onde selecionei as ilhas que visitei para melhor compreensão da localização:

Sul da Tailândia mapa

– Eu fiz o passeio para as principais atrações de Phi Phi islands a partir de Railay, mas a maioria das pessoas fica hospedada em Phi Phi (Koh Phi Phi Don), neste caso, não posso opinar pois não me hospedei efetivamente para dar mais dicas. Como já disse anteriormente, depende do perfil de cada um e dos interesses na viagem.

– A melhor época para visitar essa região do Mar de Andaman, no sul da Tailândia, onde estão as Phi Phi islands, Krabi e Phuket, é de dezembro a março (alta temporada), sendo que em abril e novembro a questão das chuvas ainda não está tão crítica. Com relação às temperatura, elas é praticamente constante na média de 25ºC a 30ºC o ano todo, mas o que pega na Tailândia (e em toda a Ásia) são as monções. A chuva cai sem dó nem piedade de maio a outubro nessa região. Eu gosto sempre de viajar na época indicada com relação ao clima, mas ainda assim nunca é garantido. Fui em fevereiro (mês indicado e alta temporada) e gostei. Peguei tempo bom e calor sem chuvas, mas 2 dias dos 8 que eu fiquei na Tailândia foram bem encobertos apesar das temperaturas agradáveis do ambiente e da água do mar. Para mais informações e estatísticas, consulte: www.holiday-weather.com.

Dia de sol x Dia nublado (mas calor e sem chuva)/fevereiro de 2017:

IMG_3511

DCIM\100GOPRO\GOPR0331.JPG

– Com relação à alimentação, eu não gosto muito de comida asiática, então fiquei muito bem servida com os pratos internacionais com toques regionais nos hotéis em que me hospedei, que tinham restaurantes maravilhosos. O fato de eu estar em hotéis bons  me deixou à vontade para comer frutas com casca, sucos naturais, saladas, sem que eu tivesse que enfrentar problemas de intoxicação alimentar, diarréia do viajante, dentre outros problemas comuns nesta parte do mundo. Se você não for ficar em hotéis que possuam restaurantes confiáveis, apenas tome cuidado com os lugares que você vai escolher para as refeições, e cuidado redobrado com as comidas de rua. Já fiquei doente por causa de bactérias na comida em outras viagens e não é fácil…febre, dor de barriga, idas ao médico e à farmácia…perrengue mesmo. A água também é outro ponto importante. Para escovar os dentes ok, mas para beber, tome somente de garrafinha (essa dica até a funcionária de um dos hotéis na Tailândia me deu).

A09C2357-7057-41F3-8720-6D6BC5B02402%2FL0%2F001

FullSizeRender(154)

– Algumas regiões da Tailândia sofrem com a Dengue, Chikungunya, Encefalite Japonesa e Malária. Certifique-se de pesquisar como está a situação da região que vai visitar na época da sua viagem para não ter surpresas desagradáveis. Antes de viajar, vi que não havia problemas na região de Krabi e ilhas ao redor, mas essas coisas podem mudar de uma hora para a outra. A única vacina que é obrigatória para entrar no país é a da Febre Amarela, providencie sua carteira internacional o quanto antes! Quando desembarcamos no aeroporto de Krabi, a primeira coisa que fizemos foi passar no guichê para mostrar nosso certificado e preencher um formulário, tudo isso antes mesmo de passar pela imigração!

– Fique atento às questões políticas e aos (poucos, mas existentes) atentados terroristas – a Tailândia vive um momento de instabilidade neste quesito, mas pouco afetou o turismo nas ilhas do sul. No entanto, é sempre bom acompanhar o noticiário local. Lembre-se também que o Rei da Tailândia faleceu em outubro/2016 e o país decretou 1 ano de luto oficial (ou seja, até outubro/2017).

– Visto de turismo não é necessário para nós brasileiros, ainda bem! Para os entusiastas de carimbos no passaporte (como EU!!! 😀 ), na Tailândia o passaporte é carimbado na entrada e na saída. Lembre-se que ele deve estar com 6 meses de validade e com pelo menos 1 página em branco para os carimbos. Uma papeleta também fica em poder do turista para ser entregue na saída! Guarde bem junto com seu passaporte!

– Infelizmente o turismo de massa, além de gerar empregos e renda para a região, tem o efeito perverso de prejudicar também. Tente fazer sua parte não deixando lixo nas praias. Em Bamboo island, o guia do nosso tour de lancha serviu nosso almoço na areia e depois ficou perambulando pela praia com um saco na mão recolhendo lixo e cacos de vidro (de garrafas de cerveja quebradas). Gostamos da atitude dele:

8DF3A287-68F1-4C50-AEED-5C6A75198B2E%2FL0%2F001

– Vimos muitos long tail e barcos tipo lancha caindo aos pedaços com uns motores todo ferrados e soltando óleo. Por favor tente analisar isso antes de contratar um barqueiro, não veja somente o preço. Fora isso, alguns deles fazem um barulho insuportável que atrapalha quem está na praia querendo relaxar e apreciar a natureza, isso me incomodou um pouco.

Curiosidades

– A língua tailandesa é bem diferente, tanto oral quanto escrita, então a comunicação se dá em inglês. Quase todas as pessoas que trabalham com turismo falam inglês nem que seja aquele bem incompreensível, mas tudo se resolve 😀

– O cumprimento na Tailândia, o “oi” deles é muito bonito. Eles juntam as palmas da mão na altura do peito e baixam a cabeça e soltam um “sawadee krap” (homem) e a mulher diz: “sawadee ka”. Acho que é uma coisa marcante do país, um gesto bonito e suave que você se acostuma e quando vai embora para outro lugar sente falta 😀 Aconteceu isso com a gente!

– Achamos os tailandeses muito simpáticos, prestativos e sorridentes. Isso ajudou na impressão positiva que tivemos da Tailândia.

– Na Tailândia a mão é inglesa 😀 Nunca soube disso… descobri na viagem!

81A669B9-5B27-4599-87C9-2ADB4558A5BA%2FL0%2F001

– Adoro ir aos supermercados ou mercadinhos locais 😀 Na Tailândia, todas as latas de refrigerantes, pacotes de salgadinho, água, embalagens com aqueles caracteres diferentes eu queria fotografar de qualquer jeito! Lembrei que ficava fotografando tudo que eu comprava quando fui à China 😀

D4E9B2F8-2301-49AE-BD2A-3EA50DC083B5%2FL0%2F001

– Contrate um long tail (de preferência para tours privados, que te dão mais liberdade e flexibilidade nos horários e passeios): é uma experiência bacana andar nos barquinhos típicos (só escolha bem, como eu disse acima):

IMG_4930

– A moeda na Tailândia é o Baht, mas eu nem cheguei a trocar dinheiro. Só usei cartão – Visa Travel Money e cartão de crédito. Na maioria dos lugares, só passava na tarja e eu assinava o comprovante, mesmo o cartão tendo chip e senha.

Tudo que escrevi foi baseado na minha experiência, mas cada viajante faz sua própria viagem. Só posso dizer que a minha viagem foi incrível, as paisagens da Tailândia são lindas – dos paredões de limestone às praias,  da excelente (e dolorida 😀 ) massagem tailandesa  à escolha acertada dos hotéis. Gostamos da simpatia e lembramos com carinho do sorriso de todos os tailandeses que tivemos contato durante nossa trip. A capital Bangkok e lugares com praias também bonitas como Koh Lipe e Koh Samui, e cidades como Chiang Mai, ficaram para uma próxima trip, então quero voltar em breve ao país para conhecer mais!!! 😀

E você? Já visitou essas ilhas e praias na Tailândia? Teve algum perrengue? Conte-nos nas caixas de comentários!

Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com
Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Roteiro de Viagem pela Tailândia: ilhas e praias, melhor época para visitar, dicas e curiosidades

  • Caroline

    Ola ! Adorei o post! um dos mais completos que vi sobre a tailandia…..
    Tenho interesse em ir exatamente nestes hotéis que voces ficaram, como vou para koh samui, vou ter que optar em ficar entre Rayavadee ou six senses. Gostaria de saber em qual deles Voces ficariam se tivesse que escolher um, considerando localizações e estadia?
    Muito obrigada!

    • Erika Autor do post

      Oi Caroline! Que legal que vai para a Tailandia! Amei, nao vejo a hora de voltar e conhecer mais lugares!
      Quanto à hospedagem, sua pergunta é muito difícil, pois tanto o six senses como o rayavadee entraram na minha lista de hotéis favoritos 🙂
      O rayavadee tem pé na areia para 2 das praias mais famosas da Tailândia – Railay Beach e Phra Nang Beach, além de ter um quarto muito aconchegante e um café da manhã dos melhores da vida.
      Já o Six senses, é mais caro e exclusivo, com uma das piscinas de borda infinita mais lindas que já vi. Com relação aos passeios, os que você faz em um hotel pode também fazer no outro, então neste ponto não precisa se preocupar. Eu não consigo escolher 🙂
      Nos próximos dias vou publicar os reviews desses hotéis com fotos e detalhes, assim fica mais fácil você decidir! Acompanhe nossos novos posts da Tailândia aqui no site e boa viagem! Se ainda não reservou, após ler os reviews dos hotéis pode ajudar nosso site e reservar pelo nosso parceiro Booking com as melhores tarifas 😉