Suiça (parte francesa): Tour pelas cidades do Lago Lemán 2



Lago Lemán Alpes Suiça-França

Em nossa trip de inverno pelos Alpes, fizemos um tour de 1 dia de carro pelas cidades e atrações do Lago Lemán, este que está situado entre a França e a Suiça. Fizemos o lado suiço, começando por Genebra (Genève), e passando por Nyon, Vevey, Lausanne e Montreux. Tivemos a melhor impressão possível da parte francesa – Cidades limpas, tranquilas, organizadas, sinalização de trânsito impecável, muitas ciclovias. Quero muito voltar na época de verão ou primavera e aproveitar as cidades mais tranquilamente, conhecer restaurantes e fazer esta trip de trem – detalhe que todo o trajeto que fizemos de carro, o trem também faz, paralelo à estrada. No verão ainda é possível fazer rotas de um lugar a outro de barco.

IMG_0678_2

IMG_1455_2

Genebra é uma cidade bonita, adorável, civilizada – caminhamos por alguns de seus pontos turísticos apenas rapidamente, entre eles uma movimentada avenida com lojas, a sede da ONU, o monumento da cadeira gigante quebrada (broken chair) e uma loja de chocolates. Ah claro, tudo isso com um frio de temperatura negativa e nevando!

IMG_1980

IMG_1458_2

IMG_1484_2

IMG_1493_2

IMG_1487_2

Em Nyon, Parque de L’esplanade, ruínas romanas e …mais um castelo visitado em nossa trip! Infelizmente a chuva nos acompanhou por todo o dia e ficou um pouco difícil passear ao ar livre :/

IMG_0547

IMG_0565

IMG_0555

Em Vevey almoçamos em um restaurante bom e barato e caminhamos um pouco no calçadão à beira do lago. Infelizmente a visibilidade estava ruim, pois com dia claro, dá para ver toda a cadeia de montanhas dos Alpes. Mas o lugar é lindo anyway.

IMG_0753_2

Seguimos então para Lausanne, em um dos locais mais visitados desta parte da Suiça – o Museu Olímpico da cidade. Compramos alguns souvenirs, e fizemos uma visita rápida. Tudo bem cuidado e bem apresentado.

20100124233020

IMG_0716_2

IMG_0720_2

IMG_0614

IMG_0721_2

IMG_0624

Seguimos então à Montreux, para a cereja do bolo – o Castelo de Chillon. Um dos cartões postais da Suiça e famoso por ser citado na literatura por autores renomados como Rousseau e Lord Byron. Para a visita interna, paga-se pouco mais de 10 CHF por pessoa. Mas o cenário externo para mim é o que faz o lugar lindo: O lago, o castelo e as montanhas dos Alpes.

IMG_0783_2

IMG_0694

IMG_0790_2

IMG_0802_2

IMG_0678

Para conseguir as melhores tarifas nos hotéis, reserve através de nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Suiça (parte francesa): Tour pelas cidades do Lago Lemán

  • Celso Tupinambá

    Olá estamos indo em Janeiro.
    Precisamos informações sobre estradas, pedágios, como circular na Suíça e Liechtenstein. Estacionamentos, custos.
    Iremos ficar no mesmo hotel que vocês por uma noite tbm.
    Iremos alugar carro em Veneza e seguir viagem por Trento e passar por passo dello stevio para chegar a Liechtenstein.
    No outro dia seguiremos para Berna, passando rapidamente por Zurique. Nós hospedagem na Suíça, talvez em Berna, Estamos decidindo. Pois na verdade, queremos apenas “desbravar” as estradas, rodar pelos Alpes numa viagem bate e volta de dois dias inteiros, retornando à Veneza.
    Pode nós dar maiores dicas?
    Obrigado

    • Erika Autor do post

      Estacionamento em muitas cidades pequenas é mais complicado e concorrido, geralmente nas cidades Suíças há varios bolsoes de estacionamento e a quantidade de vagas é mostrada em displays eletronicos nas vias. Os custos variam de cidade a cidade, pagamos desde 3CHF a 10 CHF, depende da cidade e do tempo de estacionamento. A mesma coisa pedágios. Alguns aceitam cartão de crédito, outros somente moedas, ja tivemos problemas ficamos parados em pedágios que travaram na nossa vez e nesses casos aperte um botão de ajuda (mas muitas vezes só terá auxílio na língua local). Em Liechtenstein fomos de trem, então não temos informações para viagens de carro. Mas em Vaduz foi bem tranquilo. Creio que não haverá nenhuma grande dificuldade!