9 Templos para conhecer em Bali, na Indonésia



Hoje no blog, vamos mostrar 9 Templos para conhecer em Bali, na Indonésia. Uma das atividades principais para quem viaja à chamada ilha dos deuses, como Bali também é conhecida, é visitar e se deslumbrar com templos bonitos e bem diferentes entre si. Alguns estão mais preservados, outros tornaram-se também parques e lugares bem turísticos, mas o fato é que em todos eles você verá o povo local rezando e fazendo suas oferendas. A Indonésia é o país com a maior população muçulmana do mundo – mas Bali é uma exceção, é predominantemente hindu.

Os templos que valem a pena visitar em Bali

Nossa lista de templos imperdíveis em Bali foi elaborada a partir da nossa própria experiência de viagem, trazendo uma seleção de templos hindus diversos e em diferentes locais da ilha. Em alguns deles, você terá que se deslocar por horas de carro ou moto – então é recomendável que você conjugue as visitas aos templos com outras atrações próximas a fim de otimizar seu roteiro de viagem.

9 templos para conhecer em Bali:

  • Templo de Uluwatu
  • Pura Lempuyang
  • Pura Besakih
  • Tanah Lot
  • Saraswati
  • Tirta Empul
  • Ulun Danu Beratan
  • Pura Taman Ayun
  • Goah Gajah

Confira agora imagens e detalhes da visita a cada um desses templos balineses, com valor dos ingressos e tempo estimado de visita!

Templo de Uluwatu

Um dos templos mais bonitos em Bali, já que fica na beira de um penhasco gigantesco! A passarela pela qual caminhamos no templo serpenteia todo o cliff, e a vista do mar e das fortes ondas completam o cenário. O valor do ingresso custa 30.000 IDR por pessoa e já inclui o empréstimo do sarong. Separe ao menos 1:30h para visitar este templo em Bali!

IMG 8591

Cuidado com os macacos do templo de Uluwatu, eles são bem agressivos e tentam pegar óculos, celulares e só devolvem se lhes dão comida. Vimos uma turista chinesa aos prantos com seus óculos escuros recuperados porém destruídos! Além desse alerta, leve chapéu ou boné, use protetor solar e leve água pois vai caminhar um pouco e subir descer escadas. Se pegar um dia quente como o dia em que visitamos (quase 37˚C) vai sofrer! Vá preparado!

IMG 8561

Pura Lempuyang Luhur

O templo de Pura Lempuyang fica bem afastado das regiões mais turísticas de Bali (2:30h de Seminyak, de onde partimos e 2h de Ubud), no extremo oeste da ilha. Partimos com nosso motorista Wayan às 5h para chegar cedo. Demos sorte pois o dia estava lindo (com vistas 100% desobstruídas do vulcão Agung!) e tiramos fotos no famoso portão Gate to Heaven. Esse efeito espelhado é feito com uma tela de acrílico de um rapaz que tira fotos para os turistas… demos uma caixinha para ele (10.000 IDR) pela foto com o iPhone. Mas tiramos algumas sem o efeito com nossa própria câmera (acoplada a um tripé) também.

IMG 9783

É bom chegar cedo mesmo pois diariamente, além dos turistas, muitas pessoas vão para o templo fazer suas oferendas e lá pelas 9h, já está um tumulto de gente. A entrada para essa parte do templo é gratuita (mas claro que eles pedem alguma doação, de qualquer valor. Nós demos 10.000 IDR cada). É obrigatório uso de sarong e ao entrar, você receberá uma bênção na cabeça (A moça que controla o acesso nem pergunta nada e já vai pincelando a água na sua testa!). Nossa visita ao templo durou por volta de 1:30h.

IMG 8749

No retorno de Pura Lempuyang, não deixe de visitar o antigo palácio real e hoje um parque lindo! O Tirta Gangga ou Palácio das Águas! Jardins coloridos e adornados, local super turístico mas bem cuidado. A entrada custa 40.000 IDR por pessoa. Há muitas carpas no local e você pode comprar ração para alimentá-las.

IMG 8808

Pura Besakih

O Templo de Besakih, ou em balinês Pura Besakih (também chamado de Templo Mãe de Besakih) é um complexo de templos hindus (23 no total) situado nas encostas do monte Agung, um vulcão ativo com 3.148 metros de altitude na região oeste da ilha do Bali. É o maior e mais importante templo hindu de Bali! Em 1963, uma erupção forte no vulcão jorrou lava que passou muito próxima ao complexo, mas os templos ficaram 100% a salvo. O evento foi interpretado como um sinal dos deuses para a preservação deste templo tão importante. Reserve ao menos 1:30h para conhecer o templo.

Tanah Lot

Em Tanah Lot, há alguns pequenos templos no complexo mas o principal é o da foto abaixo, em uma rocha sobre o mar. É um dos templos mais famosos de Bali. O local tem restaurantes e na entrada há várias lojinhas de souvenir e bombonieres. A passarela que conecta os templos vai margeando o penhasco e tem vista para o mar. O templo fica bem cheio no horário do pôr do sol, já que é um dos lugares mais populares em Bali para assistir ao sunset! A entrada custa 60.000 IDR. Reserve- de 1h a 1:30h para visitá-lo.

IMG 8411

Templo Saraswati

Este templo em Bali fica na região de Ubud, e também é chamado de templo das Águas. A entrada é gratuita, e o templo é bem pequeno, então a visita é rápida (ficamos por volta de 20 minutos). Achamos bonito apesar de não termos visto tantas flores de lótus nas piscinas ao redor do templo, mas as poucas que vimos eram lindas!

IMG 9340

A flor de lótus é um símbolo importante para o budismo e o hinduísmo, tendo como significado a pureza espiritual, do coração e da mente.

IMG 9356

Tirta Empul

O templo Tirta Empul é um dos mais interessantes em Bali; tem uma nascente de águas sagradas (são águas que vem do vulcão Batur, em um processo que me lembrou muito os gêisers do Deserto do Atacama) onde os hindus balineses realizam rituais de purificação. A entrada custa 50.000 IDR e o local está sempre lotado! Reserve ao menos 1h para a visita. Vimos muitos balineses fazendo suas preces e rituais, mas também muitos turistas se banhando nas fontes… acho que não tem muito sentido quando você não é hindu, mas enfim, o fato é que é assim.

IMG 9901

A água é extremamente limpa e cristalina. Nosso motorista Wayan aproveitou e foi se banhar também (o rosto e a cabeça, segundo ele, para trazer sorte). Ele apontou uma fonte exclusiva para quem tinha problemas com pesadelos, por exemplo. Notamos muitas figuras de dragões no templo, então Wayan comentou que o dragão simbolizava o vulcão Batur.

IMG 9889

Como curiosidade, um dos palácios presidenciais da Indonésia, utilizado pelo presidente até hoje, fica ao lado deste templo. Uma mansão enorme com um jardim muito bem cuidado. Abaixo, temos a vista da imensa casa a partir do templo Tirta Empul:

IMG 9955

Templo Ulun Danu Beratan

O Pura Ulun Danu Beratan é um templo – e parque – que fica na beira do Lago Bratan, a caldeira de um vulcão extinto. A entrada custa 50.000 IDR por pessoa. Achamos o lugar bem turístico (tem até aluguel de pedalinho!), mas a parte do templo também estava bem conservada. No dia da nossa visita não havia tantos turistas, mas tinha muitos balineses, pois era dia de cerimônia. Vimos várias pessoas vestidas de branco rezando nos templos do complexo e trazendo oferendas.

IMG 8924

Uma curiosidade é que este templo aparece estampado em uma das versões da cédula de 50.000 IDR, a moeda local (rúpia indonésia). Reserve de 45 minutos a 1h para visitá-lo.

No mesmo dia da visita ao templo Ulun Danu Beratan, você pode passar em frente ao bonito portão balinês do Handara Resort para tirar fotos. Em alguns momentos do dia fica bem cheio. Ficou tão popular no Instagram que o resort começou a cobrar pela foto (30.000 IDR) e estipular tempo de permanência (10 minutos).

IMG 8964

Pura Taman Ayun

Este templo não é tão popular quanto os outros desta lista mas tem uma chancela importante: o Taman Ayun é Patrimônio da Unesco! É portanto, um dos mais importantes templos de Bali. Um dos 3 locais em Bali que fazem parte desta seleta lista. O templo data do século XVIII, sendo que sua construção engloba os 3 “reinos” do universo: o espírito, o homem e a natureza. Essa filosofia nasceu dos intercâmbios culturais entre a ilha de Bali e a Índia ao longo dos séculos, e que pode ser notada não somente aqui como em todo acervo cultural da ilha.

Curiosidade: Um sistema de irrigação funciona no local, interligando os campos de arroz ao redor do templo com as piscinas de água que circundam o Pura Taman Ayun. Reserve ao menos 1h para visitá-lo.

Goa Gajah

Traduzindo para o idioma local, Goa Gajah significa caverna do elefante. O principal atrativo deste templo em Bali é uma caverna, cuja entrada parece uma boca aberta, com várias detalhes esculpidos na pedra. Entramos e saímos rapidamente, pois achamos muito claustrofóbico! Outros lugares interessantes do templo são a cachoeira, pequena mas bonita (acesso por escadas) e uma árvore com uma imensa raiz que lembra muito as árvores dos templos de Angkor, no Camboja.

IMG 00062

A entrada custa 50.000 IDR por pessoa e inclui o empréstimo de sarong. Tem um amplo estacionamento e muitas barraquinhas vendendo comida, frutas e souvenirs. Tempo de visita: de 30 minutos a 1h.

Algumas curiosidades que presenciamos nos templos e de forma geral em Bali:

  • Como você observou nas fotos, em muitos templos temos que utilizar o “sarong”, amarramos o imenso pano na cintura e ele fica no corpo como uma grande saia. Tanto as mulheres como os homens devem utilizá-lo! Quando é obrigatório, o próprio templo empresta na entrada. Cada estampa linda e colorida que vimos!
  • Até as estátuas dos templos usam sarong! Achei muito legal!

IMG 8836

  • Vista-se com discrição e respeite os locais, que estão nos templos com fins religiosos e não visitando e fotografando como nós turistas.
  • Não grite, nem fale alto.
  • Para as mulheres, um aviso inusitado: não visitar certos templos quando estiver menstruada! (vi a placa em pelo menos 4 templos, mas sinceramente não sei como eles poderiam checar isso! Acho que é apenas um pedido, por respeito e contando com a boa fé das visitantes).
  • Você verá as oferendas não somente nos templos, mas praticamente espalhadas por toda a ilha: nas praias, nos hotéis, em frente a supermercados, lojas, farmácias, restaurantes… tome cuidado para não pisar (quando no chão) ou esbarrar e derrubá-las (quando em locais mais altos)! As oferendas são pequenas cestinhas com incenso e pedaços de alimentos em uma caixinha feita com folhas e bambu, muito bonitinhas e caprichadas.

IMG 9918

  • Vimos muitos homens com grãos de arroz grudados na testa! Perguntei ao nosso motorista Wayan, que também segue a religião, e ele disse que eram pessoas religiosas e que colocavam o arroz na testa em dias de cerimônia, após a reza, para ter prosperidade e vida longa.
  • Em templos como o Uluwatu e Tanah Lot, e também em alguns resorts, praticamente todos os dias tem apresentações da tradicional Kekak Dance, no fim da tarde.

Leia todas as nossas matérias de Bali, clicando aqui.

Reserve seu hotel em Bali com as melhores tarifas através de nosso parceiro Booking!

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *