Visita ao Palácio de Versalhes e seus jardins 1



Para quem tem muitos dias em Paris, um dos passeios bate-volta mais comuns é a visita ao imponente Palácio de Versalhes e seus magníficos jardins. Basta pegar um trem regional e ter em mãos o ingresso agendado com antecedência ou o Paris Museum Pass – digo isso pois dependendo do dia e da época, se chegar com a cara e a coragem pode pegar uma fila gigantesca e ninguém quer perder tempo de férias e passeios com filas, certo? Hoje deixo um relato não descrevendo o passo-a-passo do passeio, mas com as dicas e frustrações de nossa visita a este importante local histórico e turístico.

No nosso caso, tínhamos o Paris Museum Pass e mesmo assim foi demorado o procedimento de entrada – infelizmente pegamos um dia cheio. Olha, fiquei até estressada, e depois de ter conhecido muitos palácios por esse mundão afora, não achei tudo isso, ou melhor, não achei que o palácio de Versalhes é muito mais legal, bonito, imponente e rico do que outros palácios em outros países que visitamos. Mas vale a visita. É turismo, é história, é o símbolo da Monarquia Absolutista, a construção que marcou o Antigo Regime na França, Patrimônio Mundial da Unesco, enfim..motivos não faltam.

O Palácio de Versalhes por dentro

Galeria dos Espelhos - Palácio de Versalhes

Já adianto que bater fotos lá dentro é uma tarefa ninja, que exige habilidade e paciência. Um monte de gente, ângulos desfavoráveis, falta de luz ou luz em excesso, enfim. Sinta o drama:

IMG_0838

IMG_0839

E olha esse flagra: Poxa cadê o bom senso do povo que visita o local? E a segurança e sistema de proteção desse Palácio? Que frustração ver esse espelho deste jeito numa sala tão bonita… :/

IMG_4842

Mas tem coisa bonita também, lógico! Os aposentos reais são bem interessantes, os salões majestosos, super decorados, ricos ornamentos e detalhes!

IMG_0836

IMG_4845

IMG_4851

IMG_0869

IMG_4850

O Palácio de Versalhes foi construído a partir da idéia do Rei Luís XIV de demonstrar a grandiosidade da realeza francesa. Os trabalhos seguiram até sua morte. Grande parte do Palácio continuou abrigando a residência da família real até a Revolução Francesa, em 1789.

Os Jardins do Palácio de Versalhes

Depois de andar o palácio de cabo a rabo, fomos cansar mais ainda as pernas nos jardins. Enorme e impecável. Vale a visita e as pernas cansadas no fim do dia! Além do trabalho impecável em árvores e plantas, bonitas alamedas, fontes e estátuas completam o cenário!

Palácio de Versalhes - jardins

IMG_0896

Palácio de Versalhes - jardins

IMG_0915

Palácio de Versalhes - jardins

  • Como chegar ao Palácio de Versalhes? De Paris, pegue o trem RER linha C, descendo na estação Versailles Rive Gauche, cerca de 40 minutos de Paris.
  • Entre no site oficial, lá existe uma tabela com dias e horários mais cheios! Aproveite para planejar sua visita – http://en.chateauversailles.fr/homepage

Para ver todas as nossas matérias e relação de passeios para fazer em Paris, clique aqui.

Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Visita ao Palácio de Versalhes e seus jardins

  • Irineu

    Olá, excelente blog! Vou à Paris este mês de fevereiro (17/02). Creio que no inverno deva ter menos turistas no Palácio e Jardins de Versalhes, não é mesmo? Não sei ainda se dará para visitá-lo. Vc acha que se eu deixar para adquirir as entradas lá é complicado? Desde já agradeço.

    • Erika Autor do post

      Oi Irineu, no inverno realmente tem menos gente. Pode adquirir as entradas lá na bilheteria, pela internet ou se for ficar mais dias, melhor adquirir um Paris museum pass. boa trip!