Comida na Islândia: o que experimentar, pratos típicos e curiosidades



Hoje no blog, continuamos nossa série de matérias sobre a Islândia, esse país conhecido por tantas belas paisagens, também guarda peculiaridades em sua gastronomia. Você vai saber como é a comida na Islândia – o que experimentar, dicas e curiosidades e saber o que achamos do que provamos e também porque não provamos outras iguarias!

Pelo que vimos e experimentamos nos restaurantes, supermercados e lojas de conveniência, a 1° coisa que me vem à cabeça é: COMIDA NA ISLÂNDIA É CARO. Gastamos bastante com comida na Islândia, tanto nas refeições nos restaurantes como nos lanches comprados nos mercados. Também ficamos impressionados com a qualidade e apresentação dos pratos nos restaurantes. A gastronomia em geral foi excelente durante nossa viagem!

8C2C4F09 2E02 4D0C 8EE0 A481BB73F379

Algumas variedades de comida na Islândia que você não pode deixar de provar:

Skyr: feito de leite fermentado (parece um iogurte), com muita proteína e sem gorduras. É um produto islandês muito popular, principalmente para consumo no cafe da manhã ou um lanchinho durante o dia.

IMG 4941

Provamos de vários sabores – banana, mirtilo, morango, maçã verde, baunilha, e ainda ficaram faltando provar vários outros! A consistência lembra um danoninho, mas sem tanto açúcar.

Outros itens que eram comuns no café da manhã na Islândia: cebola roxa picada, fatias de pepino e tomate, salsicha ou linguiça de cordeiro, salmão e haddock defumados, ovos (mexidos ou cozidos), pães, croissants, queijo, presunto, bolos e frutas, mas sem muita variedade ou opções – morango, mirtilo, banana e maçã, geralmente. Em alguns locais, também havia kiwi, melão e melancia. Sucos naturais, esqueça. Somente os pasteurizados de laranja e suco de maçã.

IMG 4928

Chocolates da Islândia: havia várias marcas de chocolates nacionais – e vários sabores: ao leite, com castanhas, com 70% de cacau, veganos, etc.

IMG 4425

Salmão e Bacalhau: por estar rodeada pelo mar de todos os lados, a pesca é uma forte atividade na Islândia. Comemos muito “Grilled Salmon”, “Smoked Salmon” e “Cod”, sempre acompanhados de legumes e batatas. São pratos comuns e populares na culinária islandesa.

Bacalhau com legumes e molho de champagne: prato em restaurante na Islândia

Bacalhau com legumes e molho de champagne: prato em restaurante na Islândia

Sopa Islandesa: praticamente em todos restaurantes a “traditional icelandic soup” era ofertada, com legumes (cenoura, repolho, cebola e pedacinhos de carne de cordeiro) e sempre servida acompanhada de pão.
Também havia sempre opção de sopa vegetariana ou sopa de peixe.

Sopa islandesa: com legumes e carne de cordeiro, acompanhadas de pão!

Sopa islandesa: com legumes e carne de cordeiro, acompanhadas de pão!

Carne de Cordeiro: as carnes mais populares no país com certeza. Seja em corte medalhão, assada ou na brasa, sempre estava disponível nos cardápios o “icelandic lamb”.

Carne de cordeiro ("lamb"): prato comum na culinária islandesa

Carne de cordeiro (“lamb”): prato comum na culinária islandesa

Hot-Dog: o cachorro quente (com salsicha feita de carne de cordeiro) é muito popular no país. Em Reykjavik fica o carrinho do Bæjarins Beztu Pylsur (ou BBP), auto-denominado melhor hot dog do mundo! E como foi isso? A vendedora viu ninguém menos que Bill Clinton passando por ali, o ex-presidente dos EUA estava em visita oficial e ela gritava “best hot dog in the world”. Ele atendeu aos apelos e comeu o lanche! Melhor propaganda para o negócio impossível!

O melhor hot dog do mundo: em Reykjavík, Islândia

O melhor hot dog do mundo: em Reykjavík, Islândia

Fish & Chips: nos locais mais turísticos, era comum encontrar o prato, rápido de preparar, básico e bem calórico! Comemos um em Vík, pelo menos veio com uma saladinha para amenizar a culpa!

comida rápida e barata na Islândia: peixe frito, batatas fritas e saladinha

comida rápida e barata na Islândia: peixe frito, batatas fritas e saladinha

Alguns detalhes que nos chamaram atenção: sempre há opções de pratos e lanches vegetarianos; os restaurantes privilegiam peixes e carnes locais (por ser mais fresco e incentivar a economia local – e isso muitas vezes é mencionado no cardápio).

Abaixo, tipos de comida na Islândia (e também bebidas) que não provamos, por não gostar ou não nos sentirmos “confortáveis” para experimentar:

Óleo de fígado de Bacalhau – em todo lugar tinha a tal garrafinha e os copinhos, mas não quis provar!

IMG 5137

Carne de baleia: eu acho um bicho tão impressionante que eu não teria coragem de comer. Sem entrar na discussão do “certo ou errado”, o fato é que me sentiria desconfortável provando. Não é uma carne do dia a dia da população, acho que é mais coisa para turistas mesmo. Vimos em apenas 1 restaurante a carne de baleia (em Reykjavík) ofertada no menu.

Carne de tubarão: pelo que li e ouvi, esta carne é servida fermentada e tem um gosto bem forte e ruim. Caso tenha ido para a Islândia e provado, deixe sua opinião nos comentários!

Puffin e Cabeça de Ovelha: embora tradicionais, são pratos pouco comuns e não fazem parte da comida do dia a dia dos islandeses. Em alguns restaurantes é possível achar menus oferecendo pratos com o bonito pássaro e a tenebrosa cabeça da ovelha (me deu tanta má impressão quando vi uma foto que eu perderia a fome na hora!)

Brennivín: Uma bebida alcoólica fortíssima, como se fosse a cachaça dos islandeses. É feita com cominho e polpa de batata fermentada. Não posso imaginar que gosto tenha isso!!!

Wikimedia org brennivin

Na capital Reykjavík você encontra redes de fast-food e um Hard Rock Café, onde jantamos em nossa última noite na cidade. Além disso, itens como pizza e lanches com fritas também são facilmente encontrados.

D52B7B79 597D 4694 8498 EC027ED42A68

Ainda na capital Reykjavík, recomendo de olhos fechados os restaurantes Apotek, Old Iceland, o restaurante do Fosshotel Glacier Lagoon a confeitaria Sandholt e para lanches rápidos e para quem quiser economizar os supermercados Kvosin Bónus.

Comida na Islândia: pratos elaborados no Restaurante do Fosshotel Glacier Lagoon

Comida na Islândia: pratos elaborados no Restaurante do Fosshotel Glacier Lagoon

Confira todas as nossas matérias sobre a Islândia, clicando aqui.

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *