Ávila e suas muralhas: roteiro de 1 dia em bate e volta de Madri 8



Neste post mostro o que fazer em Ávila, na Espanha, e como chegar até lá de trem – nós fizemos nosso bate e volta partindo de Madri. Famosa por suas muralhas medievais, Ávila foi declarada em 1985 Patrimônio Mundial da Unesco. A cidade é um exemplo impactante (e muito bem conservado) de uma cidade fortificada em plena Idade Média.  Suas origens remontam ao Império Romano, 2.000 anos atrás. Posteriormente, foi invadida pelos povos bárbaros, os Visigodos, que foram conquistados pelos árabes no século VIII. Por fim, caiu sob o domínio cristão no século XI da Idade Média. A muralha e a catedral de Ávila são desta época, cerda de 900 anos atrás.

O que fazer e visitar em Ávila:

A principal atração turística de Ávila são suas muralhas. Lá em seu interior a cidade continua, com ruas, lojas, hotéis e restaurantes. Além de explorar a cidade murada por dentro, é possível também subir e caminhar em cima da muralha. Nós fizemos os dois. Um dos pontos de acesso ao interior da cidade murada fica logo depois desse grande portão medieval da foto abaixo, na praça de Santa Teresa:

IMG_1203

A praça de Santa Teresa de Jesus e ao fundo a Paróquia do Apóstolo São Pedro:

Praça de Santa Teresa de Jesus

IMG_1850

A plaquinha da Unesco:

IMG_1860.JPG

Bom, entramos naquela grande portão medieval que falei (na praça de Santa Teresa de Jesus), logo depois há uma barraca de venda dos tickets, são $5 euros por pessoa para subir na muralha:

IMG_1861
IMG_1864

A praça de Santa Teresa de Jesus vista de cima da muralha:

IMG_1208_2

Os tickets que dão acesso para caminhar por sobre a muralha de Ávila:

Os tickets que dão acesso para caminhar por sobre a muralha de Ávila

A parte de cidade de Ávila que ficou para fora das fortificações:

IMG_1209_2

IMG_1871

A belíssima Catedral de Ávila, que como citei, foi construída integrada à Muralha de Ávila. As obras começaram no século XII e se estenderam por  300 anos.

IMG_1868

Não é possível continuar a caminhada aí por cima (a catedral divide o caminho), e para chegar do outro lado, é necessário descer, dar a volta por fora e subir de novo (veja a localização exata no mapa ao final do deste post).

Lá fomos nós para a segunda entrada da parte superior da muralha:

IMG_1211

IMG_1880

Passamos para o outro “lado” da catedral de Ávila:

IMG_1214

Acima, eu tirando a foto abaixo:

IMG_1903

IMG_1893

A basílica de São Vicente:

IMG_1905

IMG_1220_2

A cidade que fica dentro da muralha de Ávila:

IMG_19571

A capela de Mosén Rubí, também no interior da cidade murada:

IMG_1913

As passarelas em cima da muralha:

IMG_1954

IMG_1224

Neste ponto aí de cima é necessário descer novamente.

IMG_1966

Entramos e caminhamos até a plaza del Mercado Chico:

GOPR1380

Paramos aí para almoçar no El Portalón, onde pedimos o famoso prato chuletón de Ávila, de carne de cordeiro. Estava uma delícia, as fotos falam por sí…

Primeiro, as entradas: sopa castellana e patatas revolconas:

IMG_4395
IMG_4393

Depois, o prato principal: o mega delicioso Chuletón de Cordero de Asado:

IMG_1967

IMG_1968

Por último, a sobremesa:

IMG_4397
IMG_7416

Tudo isso, entrada, prato principal, sobremesa, água e vinho, saiu 49,80 euros. Preço mais do que justo!

Bom, nosso passeio termina aqui, de barriga cheia! Já eram quase 16:00h, e nosso trem para Madri saia as 16:50h. Espero que tenham gostado, porque nós adoramos. Abaixo, marquei em um mapa do google todas as atrações citadas neste post para você se localizar melhor:

Como Chegar em Ávila

Fizemos nosso bate e volta a Ávila de trem, compramos as passagens na estação Atocha em Madri (para mais detalhes de como compra-las teremos em breve um post aqui no site). Partimos da plataforma 5 – trens de média e larga distância:

IMG_74061

Nosso trem, um REGIONAL, demorou duas horas de viagem até Ávila. Há uma opção 20min mais rápida (os trens MD), mas não estava disponível para o horário que queríamos. Consulte o site da RENFE para preços e horários atualizados. Pagamos $8,80 euros por pessoa para o trecho de ida:

IMG_18311

O trem regional por dentro:

Interior do trem regional de Madri (estação Atocha) até Ávila

A paisagem lembra um pouco nosso sertão nordestino, árido, muitos arbustos e vegetação rasteira:

IMG_1839

Na cidade de El Escorial houve uma troca de trens, não sei se era uma parada não programada ou não (o site da RENFE é uma porcaria neste sentido, não te dá informações detalhadas do trajeto, tão pouco as encontramos na estação Atocha). Um funcionário da RENFE entrou no trem e avisou que quem fosse para Ávila deveria descer do trem e pegar o outro que estava parado na mesma plataforma. Praticamente o trem inteiro desceu, seguimos o fluxo de turistas e trocamos de trem.

Chegamos no horário previsto, às 11:45h. A distância da estação de trem de Ávila até a muralha é de 1,3km. Fomos caminhando, mas para se quiser economizar pernas, uma alternativa é usar o transporte púbico da cidade, operado pela empresa Avilabus. Há diversas linhas que passam pela estação de trem e levam até a Muralha de Ávila, a linha 7 por exemplo entra no interior da cidade murada, e a linha 1 dá a volta em seu entorno. O bilhete pode ser comprado direto com o motorista, custa 1 euro, e aqui vai uma dica, tenha dinheiro trocado em mãos, eles não dão troco acima de 5 euros. A entrada no ônibus é sempre pela porta da frente. É possível também comprar um bilhete tipo cartão magnético, mas este só pode ser adquirido em determinados postos de venda, consulte a Avilabus para maiores detalhes e mapa completo das linhas de ônibus. Ao lado da estação de trem também há um ponto de taxi.

IMG_7417

IMG_1197

Até a próxima trip!!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 pensamentos em “Ávila e suas muralhas: roteiro de 1 dia em bate e volta de Madri

  • Jeferson Ferreira

    Boa noite!

    Estou indo para Madri agora em Novembro e adorei as dicas que vocês publicaram!
    Estou em dúvida, somente, se levo uma mochila pequena para esses bates-voltas, pois pretendo ir a Segóvia e Toledo. Levarei uma câmera maior, com lentes, e viajarei com minha mãe, uma jovem senhora de 63 anos. Vocês poderiam me ajudar com isso? Comprei uma mochila, mas não sei se é necessário. Pensei nela para poder guardar a câmera e o tripé, água para beber e souvenirs que poderemos comprar por lá. Fiquei em dúvida também com relação à outra estação, que não a Atocha. Vou ficar no centro de Madrid, perto da Plaza Mayor. Muito obrigado, desde já!

    • Erika

      Oi Jeferson, obrigada pela visita ao nosso blog de viagem!
      Sempre levamos uma bolsa ou mochila nesses passeios, para guardar um casaco, chapéu, oculos, etc. Como você vai estar com sua mãe com mais idade, acho recomendável ter uma bolsa, de repente ela precisa de água, algum remédio, enfim. Nosso equipamento fotográfico carregamos em uma pequena mala específica, mas se vc não possui, a mochila que vc comprou será necessária e útil. Apenas tome cuidado ao carregar sua mochila nos metros e trens e mesmo em pontos turisticos movimentados por causa dos batedores de carteira. Carregue-a sempre na frente do corpo e não guarde nada importante em bolsos externos com zíper.
      E com relação à outra estação (Chamartín), a viagem funciona da mesma forma que na Atocha, e também é acessível por metrô (linha 10), não tem segredo ou maiores dificuldades. Boa viagem!

  • Luciana

    Boa tarde!! Estou em Ávila e acessei o seu site para dicas da cidade. Acabei de caminhar pela muralha e mais tarde irei conferir o chuletón do El Portalón!!! Ótimas dicas!!!

  • Ironi T. R. Ávila

    Boa noite. Adorei a dica. Eu e meu esposo estaremos em Ávila em 06/09/18 se Deus quiser. Gostaria de tirar uma dúvida. Se entendi direito para andar nas muralhas é necessário descer e subir novamente várias vezes. O pagamento do ingresso vale para todas as vezes em que é necessário descer e subir novamente? Obrigada.

  • Socorro Marques

    Olá!
    Achei muito bem detalhada, super proveitosa e orientações supre proveitosas dobre Ávila (Espanha). Além de Ávila (pois passareos de carro e pensei num Pit Stop , já que vamos de madrid para Porto e lá será passagem nossa. Gostaria de saber se você tem outros roteiros descritos, de outras cidades: Toledo, por exemplo e Madrid.
    Em maio/2020 estou indo à Madrid com uns amigos (mas será muito rápido). Gostaria de ver o básico (essencial) em Madrid, incluindo o Museu do prado (isso não poderei dispensar), se tem algum, guia em Portugues com as principais obras, ou se compensa contratar guia local (para ganhar tempo). Obrigada pelas informações e Parabéns! Se puder responder por email agradeço demais