O que fazer em Montreal, no Canadá: Nossas dicas e roteiro pelos principais pontos turísticos – parte I 4



Montreal  merece pelo menos 3 dias inteiros para se ter uma idéia geral da cidade. Em 1 semana, dá para aproveitar bem e já se sentir um pouco em casa. A cidade faz parte da parte francesa do Canadá, isso significa que o francês é a 1ªlíngua, apesar disso todo mundo se comunica perfeitamente em inglês. Nosso roteiro pela cidade foi feito todo de transporte público (metrô e bike) e cobriu boa parte dos principais pontos turísticos, a cidade subterrânea (underground city) que deu fama à cidade e ainda deu pra andar por aí para descobrir restaurantes e fazer umas comprinhas nas lojas da cidade. Tudo isso em 4 dias. Mas repito: a cidade merece mais. Vou tentar mostrar neste post o que fazer em Montreal e dar as nossas dicas e impressões.

IMG_4264

Uma coisa que eu gostei na trip para o Canadá foi o fato de ser outono e as folhagens estarem naqueles tons vermelho-laranja-amarelo apaixonantes. Em Montreal também pudemos sentir esse clima e ver esse colorido especial, mas com o adicional da chuva. Simplesmente tempo péssimo nos 4 dias na cidade. Nublado, chuva incessante. Hoje olho as fotos que tiramos e acho que ainda foi um milagre essas que se salvaram. Montreal é uma cidade que te convida a descobri-la a pé (e de bike). Mas o que fizemos foi um tremendo esforço devido ao mau tempo. É importante eu dizer isso porque as condições climáticas podem minar definitivamente o sucesso de uma viagem. E Montreal foi especial pra mim justamente por isso: amei a cidade, mesmo na adversidade. Arrisco dizer que apesar da grandeza de Toronto, do charme de Ottawa, da lindeza de Quebec City, Montreal é minha nº1 na costa leste canadense. Seria uma cidade em que eu moraria.

O que visitar?

As opções são várias…vamos aos locais que visitamos…

Underground City (cidade subterrânea): Uma cidade sob a cidade. Assim eles definem as centenas de lojas, centros comerciais, restaurantes, cinemas e até alguns hotéis a que você tem acesso pelos km de galerias que são interligadas com estações de metrô. No inverno é bem utilizado pois a neve e o frio desta estação são particularmente severos na cidade. A idéia é ofececer serviços para que você nem precise por os pés “pra fora” na cidade. Realmente dá pra se perder:

pan 4574B

IMG_1830

IMG_1926

O metrô de Montreal é uma verdadeira droga. Digo isso porque depois de andar em Nova York, Paris, e principalmente em Xangai e (mais principalmente ainda rsrsrs) em Hong Kong, posso dizer que este é terrível. Trens velhos (com pneus), sujinhos e deu problema simplesmente TODOS os dias em que estivemos na cidade. Vi uma matéria em um jornal da cidade criticando o metrô que veio bem a calhar. Também, não é pra menos. Claro, para um turista, ele vai servir muito bem e te levar para todos os pontos de interesse, mas analisando friamente, a cidade tem um metrô ruim em minha opinião.

IMG_4252

IMG_1827

Place des Arts: Uma praça ampla e moderna, onde se localiza os prédios da Ópera, da Orquestra e do Museu de Arte Contemporânea da cidade.

IMG_1831

IMG_4257

Vieux-Montréal: O centro antigo conserva prédios do século XVIII e concentra restaurantes e lojas.

IMG_1836

IMG_1834

O marché Bonsecours é uma construção imponente no centro antigo. Possui fachada neo-renascentista e apesar de ser um mercado nos dias atuais, já foi sede do parlamento do Canadá no século XIX.

IMG_1833

Ainda no centro antigo, o esquisito prédio do Pointe-à-Callière Archeological Museum:

IMG_4358

Continuamos caminhando por esta parte da cidade…

IMG_4268

IMG_4284

e alcançamos um dos principais pontos turísticos da cidade – a Basilique Notre-Dame de Montréal:

IMG_1837

IMG_1854

Ela é realmente impressionante por dentro. A fachada é bem simples e num primeiro momento não atrativa. Mas vale entrar e conferir os detalhes. Apesar da construção ser do século XVII, foi reprojetada e depois redecorada em meados do século XIX. Está localizada na Place d’armes, sendo a maior construção católica da cidade. Um detalhe interessante é que cada um dos vitrais conta uma história do passado da cidade. Além disso, são lindíssimos.

IMG_4326

IMG_4339

IMG_1858

IMG_1859

IMG_1861

IMG_1862

A parte II do nosso roteiro em Montreal continua neste post aqui.

Para conseguir as melhores tarifas nos hotéis, reserve através de nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 pensamentos em “O que fazer em Montreal, no Canadá: Nossas dicas e roteiro pelos principais pontos turísticos – parte I

  • Rogerio

    Bom dia Erika!
    Estamos indo para o Canadá (costa leste), em junho/15. Temos visualizado o seu blog para planejar nosso passeio, EXCELENTE!
    Em Montreal, poderia sugerir local para ficarmos? (bairros com as principais atividades).
    Grato pelo apoio
    Rogerio

    • Erika Autor do post

      Oi Rogerio! Estou em uma viagem pela Europa… Mas vamos lá… Ficamos perto da estação central de metrô de Montreal, perto também de um ponto de aluguel de bikes (muito bom, recomendo) o hotel é o Le Renais Lyonnais, ocupa atualmente a posicao #19 de 162 hotéis no Trip Advisor, o café da manhã é na Patisserie/Brasserie ao lado, muito bom e completo. O atendimento é bem cordial. O legal é que é aconchegante e você se sente em casa, não em um hotel. Tenho varios passeios a recomendar, mas que serao publicados no blog a partir de junho!
      Boa trip!