Peru: Arequipa e Canyon de Colca – roteiro com dicas e passeios 2



Hoje vamos mostrar um pouco de Arequipa, a cidade dos vulcões no Peru. Como fomos de Nazca à Arequipa com a empresa de ônibus Oltursa, ganhamos 15% de desconto no Mirabus, o ônibus sightseeing com o qual exploramos e conhecemos um pouco da cidade. Arequipa é uma cidade muito organizada, bonita e com vulcões que são atrativos à parte.

Vulcão El Misti, em Arequipa

Vulcão El Misti, em Arequipa

Tivemos 1 único dia e  fomos passear na Plaza de Armas e fizemos o tour do Mirabus para conhecer os principais pontos turísticos. O tour inclui visita ao monasterio de Santa Catalina, iglesia de San Agustín, los claustros de la compañía, Catedral, mirador de Yanahuara e molino de Sabandía.

IMG_0802

Detalhes impressionantes do passado colonial – igrejas com adornos impecáveis e super bem preservadas – Arequipa nos surpreendeu!

IMG_0823

Picos nevados cercam a cidade – a paisagem em Arequipa é dramática e belíssima!

IMG_9164

Geralmente não curtimos ônibus turísticos, mas este quebrou um galho – cada parada nos dava de 15 minutos a 30 minutos em cada lugar. Para quem tem pouco tempo na cidade, é o que encaixa melhor. Para visitar tudo com mais calma, fique 2 dias inteiros em Arequipa.

O famigerado bus sightseeing, mas que em Arequipa nos quebrou um galho!!!

O famigerado bus sightseeing, mas que em Arequipa nos quebrou um galho!!!

As paisagens agrícolas e os vulcões formam um belíssimo cenário!

IMG_9188

No mirador Yanahuara, o vulcão El Misti de fundo, com os arcos do mirante dando o toque de charme! A praça onde está localizada o mirante ainda conta com uma pequena feira de artesanato e tem uma bonita igreja.

IMG_0830

O trânsito caótico da cidade, cena comum em todas as cidades que passamos no Peru!!!

IMG_9221

A cidade à noite tem iluminação especial nos monumentos, vale conferir! Nós fomos andando de nosso hotel à Plaza de Armas e adoramos o que vimos. Havia muito movimento e achamos seguro circular ao anoitecer. Por ali há boas opções de restaurantes e bares.

IMG_0843

Ficamos no hotel Casa Andina (recomendo muito!) na calle Jerusalen, super bem localizado, com restaurantes, agencias de viagem e a plaza de armas a poucos minutos a pé. Pegamos um clima seco e frio, a cidade também está localizada em altitude elevada (2300m), visitamos no inverno peruano – mês de Agosto.

No dia seguinte, partimos cedo no tour que nos levaria ao Canyon de Colca, com duração de 2 dias/1 noite. Contratamos o tour com a Colca Trek, cuja agencia fica na Calle Jerusalen (mesma do hotel). Fiz a reserva por e-mail daqui do Brasil mesmo, 1 mês antes de viajarmos e fui bem atendida e orientada corretamente com relação aos detalhes do passeio. Paguei antecipadamente via Western Union, mas também pode-se contratar direto em Arequipa, visto que a oferta de agências é muito grande e este passeio tem saídas diárias.

IMG_9272

No caminho, passa-se pela Reserva Nacional Salinas e Aguada Blanca, onde é possível se avistar vicuñas. O pacote era para 2 pessoas com transporte, guia e hospedagem inclusos. Seguimos de micro ônibus com um grupo de 10 pessoas, mais motorista e guia. A estrada era bem sinuosa, mas com o asfalto em ordem. Além da reserva, as belezas do Vale de Colca (Colca Valley) são muitas. Muitas áreas agrícolas com as montanhas e vulcões de pano de fundo.

IMG_9276

IMG_9282

Em uma das paradas, aproveitamos para comprar chocolates e outros petiscos e tirar fotos com as pessoas locais ou com suas lhamas – mas atenção: elas esperam gorjetas por isso!

IMG_9303

Menininha peruana linda!

Menininha peruana linda!

Gustavo e um trecho da margem da estrada congelada! Ficou parecendo um glaciar!

IMG_0991

Paisagens de cair o queixo, para todo lugar que olhamos!

IMG_9316

Gustavo brincando com uma lhama filhote

Gustavo brincando com uma lhama filhote

Paisagem agrícola no Peru:

IMG_0975

No fim da tarde fizemos o passeio ao Complejo arqueológico de Uyo Uyo, conhecido como antiguo pueblo de yanque. O complexo foi construído durante a época Inca, aproximadamente entre 1400 e 1530, pelo que o guia falou, até os espanhóis chegaram a habitar essas casitas. Foi um passeio interessante, com vistas bonitas, áreas agrícolas e até passamos por uma ponte novinha!

IMG_0869

IMG_9369

IMG_9379

IMG_0878

O pernoite foi no ótimo Lodge Killawasi – este hotel fica em Yanque e não em Chivay, que é mais conhecida e utilizada como base para os pernoites nos tours oferecidos. Preferimos Yanque por causa do passeio de Uyo Uyo e porque nos ofereceram um lugar legal para estadia. Lembra muito pousadas de Campos do Jordão (SP) e Monte Verde (MG). Muito aconchegante, com café da manhã bom e quarto confortável e espaçoso.

IMG_0894

À noite fez tanto frio que quando fomos andar pelos arredores do hotel pela manhã, um pequeno lago estava congelado!

IMG_0892

O dia seguinte foi de passeio no Colca Canyon – o Parque tem um visual incrível, vários mirantes e possibilidade de avistar a ave símbolo da região – o condor andino. Aos interessados, os condores dão as caras principalmente nesta época de maio a setembro. Com uma profundidade máxima de 4160m, o Canion de Colca é um dos mais profundos do mundo (mais que o Grand Canyon, nos EUA). Este site é ótima fonte de consulta para planejar sua viagem à região: http://www.colcaperu.gob.pe/.

Paisagem incrível! Adoramos!

IMG_0948

Os condores iam e vinham dando rasantes nas montanhas!

IMG_9513

Eu pequenina em um dos mirantes do Colca Canyon:

IMG_9509

Veja nossos outros posts do Peru, clicando aqui.

Até a próxima trip!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Peru: Arequipa e Canyon de Colca – roteiro com dicas e passeios

    • Erika Autor do post

      Tem varias companhias locais que vendem o tour. Esse de 2 dias/1 noite que fizemos foi na época uns 50 USD por pessoa, com bom hotel, café incluído, caminhadas, mas os preços variam de acordo com o tipo de acomodação. Então varia de 25 USD a 100 USD dependendo do que está incluído.