Um dia no Epcot Center em Orlando: visita ao parque, dicas, atrações e muitas fotos! 2



O parque Epcot, dentre os parques da Disney, é o que tem um perfil mais adulto. Tanto pelas atrações quanto pelos brinquedos. Em nossa visita, não fomos na parte temática do parque – aquela em que há representação de vários países, seus monumentos e sua gastronomia.

IMG_8751

Ela pode até ser interessante, mas não nos agradava a idéia de andar por um parque vendo miniaturas da Torre Eiffel e de pirâmides Maias sendo que eu já vi os “de verdade” na França e México, por exemplo. Claro que perguntei ao meu irmão se interessava a ele, mas ele não se mostrou muito receptivo. Então nosso relato só servirá para a parte de brinquedos e outros atrativos do parque, ficando de fora os pavilhões dos 11 países exibidos no parque.

Foto da entrada do parque, com os guichês onde se paga a tarifa do estacionamento:

IMG_8732

Começamos então a visita pela famosa “bola branca”, como meu irmão denominou, símbolo do parque.

IMG_6500

Dentro da “bola branca”, está a atração Spaceship Earth. E o que tem nela? Tudo começa com você embarcando num carrinho para até 2 pessoas. É uma atração interativa, você vai vendo a história do homem e das sociedades (home pré-histórico, Egito antigo, Império Romano, etc) até a época atual. O brinquedo é visivelmente velho, precisa de uma modernizada, mas achei educativo para as crianças. No final você sente que está no meio das estrelas, perdido no espaço.

E antes do final do trajeto, você terá que se posicionar para tirar uma foto e responder, na tela acoplada ao carrinho, a algumas perguntas, que depois vão virar uma divertida e personalizada história em quadrinhos. As crianças certamente vão gostar. A foto a seguir saiu um pouco tremida mas conseguimos capturar da tela do monitor do carrinho. Nela, nossos rostos dão vida aos personagens.

IMG_6503

Ao sair do carrinho, você desembarcará numa área de brinquedos eletrônicos tipo videogame, todos interativos e educativos – é o Project Tomorrow: Inventing the Wonders of the Future.

Essa atração meu irmão gostou muito, ficamos lá mais de uma hora… Também tinha um jogo para até 2 participantes, em que temos que gerenciar as fontes de energia (termelétrica, nuclear, eólica) para uma cidade fictícia, e quando fazemos as escolhas erradas, a cidade entra em colapso!! No final eles mostram nossa pontuação e uma cidade real equivalente a que conseguimos sustentar com nossa energia produzida.

IMG_6520

Depois fomos até o setor Innoventions, onde eu e meu irmão protagonizamos um jogo de videogame. É muito legal, você vai seguindo as instruções do funcionário e fica de olho na tela do monitor (pula, finje correr, dança…) e monta seu próprio jogo. Você se sente pagando mico do começo ao fim, mas é divertido. E o legal é que no fim você informa seu e-mail e você pode acessar seu jogo!

IMG_6531

Seguimos então para uma bonita área com fontes, descansamos um pouco, enquanto meu irmão ficou se molhando todo na água…

IMG_8748

Entramos em um brinquedo que foi só para passar o tempo mesmo, pois era para crianças pequenas: o Journey to Imagination.

IMG_8733

O monotrilho do Epcot:

IMG_6552

Continuamos caminhando e enquanto meu marido foi no brinquedo Mission Space, eu e meu irmão ficamos em frente à atração Test Track by Chevrolet. Infelizmente esta, que queríamos tanto ir, estava fechada para reformas. Então ficamos vendo os carros da marca expostos.

IMG_6557

IMG_8758

Já no fim da tarde, resolvemos encarar a fila do Soarin’, talvez a atração mais concorrida do parque. Quando chegamos ao Epcot, lá pelas 13h, já não havia mais fastpass para a atração, então fomos em todas as atrações descritas nesse post, enquanto monitorávamos o tempo de espera do Soarin’. Como não baixava nunca, fomos adiando até não dar mais…

No entanto, como eu já tinha visto na internet e ouvido muitas pessoas falarem bem dessa atração, nem cogitamos ir embora sem visitá-la. E valeu a pena! 1 hora de fila, saímos de lá com o parque fechando, mas valeu a pena. O simulador de asa delta é muito legal.

Foto da parte externa do Soarin’

IMG_6564

Despedida: foto noturna do símbolo do parque Epcot Center!

IMG_6569

para se planejar e comprar ingressos antecipados: http://disneyworld.disney.go.com/parks

Até a próxima trip!!


 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “Um dia no Epcot Center em Orlando: visita ao parque, dicas, atrações e muitas fotos!

  • Sueli Juriolli

    Vc não disse nada sobre o Mission Space, dizem que muitos passam mal! Como foi? Parabéns pelas fotos, estão todas otimas. Vi tudo sobre Disney e Miami!

    • Gustavo

      Olá Sueli,
      Eu fui no Mission Space sozinho, a Erika ficou com o irmão dela de fora, ficaram com medo de passar mal. Bom, existem duas opções: “Orange team” e “Green team”. A diferença é que no laranja a nave gira e balança com mais força, para simular as acelerações e desacelerações da nave. O time laranja é mais radical nesse sentido. Eu fui nele (porque a fila estava menor!). Não passei mal e nem achei forte as acelerações… esperava algo mais forte. Ao meu lado estavam uma senhora de uns 50 anos, e um menino. Eles também não passaram mal. Acho que a expectativa sobre o que está por vir é que faz as pessoas ficarem apreensivas, com medo… o lugar onde você fica é apertado, não há muito espaço, mal dá para se mexer, e a telinha onde você vê o “espaço” é bem pequena. Pessoalmente, achei tranquilo, mas isso é de cada um.