Tour ao Glaciar Pastoruri a 5000 mts de altitude (Série Peru desconhecido) 13


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um dos passeios mais comuns em Huaraz, no Peru, é o tour ao Glaciar Pastoruri. Imponente, rodeado por montanhas e picos nevados e parte do Parque Nacional de Huascáran, é um atrativo natural e tanto. Há algum tempo, o pessoal brincava na neve, fazia tubing, guerra de bola de neve e tudo mais, mas como efeito das mudanças climáticas, nada mais disso é possível, nem mesmo caminhar sobre o glaciar. Ele se encontra em processo de retrocesso. Ano após ano ele vem diminuindo de tamanho, acho que é mais ou menos o que acontece com a redução de gelo nos pólos que vira e mexe a gente vê pela TV. O guia nos disse que estudos ambientais que estavam sendo conduzidos na região faziam estimativas para que o glaciar de Pastoruri desaparecesse até 2030!!

IMG_0306

[a trilha até o glaciar é demarcada, você vê as pedrinhas brancas delimitando o caminho até ele]

IMG_0309

[uma foto nossa, no meio das montanhas peruanas…paisagem bela e inesquecível]

O tour é de 1 dia e pode ser contratado em hostels, hotéis e agências de turismo locais. Saem diariamente de Huaraz. Contratamos na mesma agência onde fizemos todos os outros passeios em nossa estadia nessa região.

O caminho até o Glaciar também é uma atração, pois as paisagens belíssimas, as montanhas, tudo isso faz parte do passeio. Paramos em algumas pequenas cidades – tão pequenas que por vezes pareciam vilas, com poucas casas, uma ou outra lojinha ou mercado, com pessoas simples e pobres, à espera de turistas, como nós.

Uma das paradas era para admirar um dos ícones da flora local, a Puya Raimondi, planta que cresce na região e alcança de 4 a 8 metros de altura.

IMG_0273_2

IMG_0280_2

IMG_0284_2

IMG_0283_2

Depois de tirar fotos, o grupo volta pro ônibus…tivemos que esperar para prosseguir porque o pneu furou. Mas o grupo era pequeno, e enquanto Gustavo tirava fotos, eu conversei com uma peruana que era de Lima e estava conhecendo o norte do país.

IMG_7895

IMG_0277

Um longo caminho até que nosso guia do ônibus nos avisou que estávamos chegando… nos chamou de aventureiros durante todo o trajeto. Disse que se conseguíssemos ir até os 5 mil metros de altitude e voltássemos seríamos sobreviventes. Claro que tudo não passava de brincadeira e tinha um caráter unicamente motivacional, mas achei bem interessante a abordagem dele. Um peruano da região, que mostrava amor e respeito pela sua terra e tentava a todo momento nos passar isso. Muito diferente de guias infames e insuportáveis com brincadeiras idiotas que vemos em tours de pacotes de viagens por aí…whatever.

Antes de prosseguir, tenho uma história pra contar a respeito desse guia. Acho que ele foi com a nossa cara, porque quando chegamos ao final da trilha, aos pés do glaciar, ele nos perguntou o que estávamos achando do Peru, das montanhas, do passeio. Ao receber um feedback positivo da nossa parte, ele então pegou uma pedra do chão, e começou a fazer umas rezas (em quechua provavelmente, porque ele tinha ascendência indígena) e falou pachamama e sei lá mais o quê e entregou a pedra pra gente. Na verdade é uma pedra comum, grande e trambolhenta e que guardamos e trouxemos pra casa. Ficamos com medo de jogar fora e sofrer retaliações de Pachamama rsrsrsrs. No pior dos casos ainda estamos sob proteção dos deuses peruanos o.O

IMG_0303

As montanhas dos arredores merecem fotos, há picos de neve eterna. Fomos em agosto, época ideal para caminhadas e passeios na região. O inverno nas montanhas consiste em chuvas e neve.

IMG_0308

o caminho é assim, cheio de pedras… foi uma dessas que o guia nos deu de presente…devidamente benzida 🙂

IMG_0323

e também tem trechos assim, mais firmes…

IMG_0333

IMG_7978

Fizemos esse passeio no meio da nossa estadia em Huaraz, e eu ainda estava meio doente por causa da bactéria que me deu febre e diarréia durante quase todo o tempo por lá… mas mesmo assim tenho uma foto com a placa da altitude que alcançamos…

IMG_7920

Eu sentia muito frio por causa da altitude, agasalhe-se bem se for a esse lugar! E também devido à febre.. fora os efeitos da altitude, como dor de cabeça, mal estar e cansaço. A caminhada até o glaciar parecia não ter fim… dávamos inacreditáveis 2 passos na subida e já ficávamos totalmente sem fôlego. Acho que foi a ocasião em que mais senti falta de ar devido à altitude. Nenhum outro local me provocou tamanha dificuldade.

Mas eu tinha que tentar superar, pois a beleza do local, assim como a oportunidade de eu estar ali, eram únicas.

IMG_7941

IMG_7951

IMG_7959

No glaciar, nada de subir e sair andando em cima dele. Isto não é mais permitido. A seguir, algumas das nossas fotos pertinho do glaciar Pastoruri:

IMG_0313

IMG_0317

IMG_0328

IMG_7955

IMG_0320

Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 pensamentos em “Tour ao Glaciar Pastoruri a 5000 mts de altitude (Série Peru desconhecido)

    • Erika Autor do post

      Esse passeio tem uma caminhada até o glaciar (e depois o caminho todo de volta) e deve levar 1 hora, 1:30h. Há outras paradas no tour em que é necessário andar bem pouco… Não é um passeio de trekking exatamente, tinha pessoas mais de idade e até crianças em nosso grupo

  • Lia

    Oi Erika, bem legal suas descrições.
    Me fale uma coisa, qual passeio vc gostaram mais o Pastoruri ou a Laguna Llaca?
    Como tenho poco tempo tenho q optar e estou na dúvida, me parece que a Laguna é mais bonita, pelas fotos. O que você achou?

    • Erika Autor do post

      Oi Lia, acho que gostei mais da Laguna Llaca, realmente o lugar é mais bonito que a região de Pastoruri. Quantos dias tem? Nao deixe de visitar a Laguna Parón (para mim a mais bonita) e as Lagunas Llanganuco, o clássico da região. Para quem tem pouco tempo o Pastoruri e a Laguna Llaca são complementares, mas não fundamentais. Boa viagem e quando voltar deixe suas dicas aqui!

  • Flávia

    Qual foi a empresa contratada para os passeios?
    Vale a pena já deixar contratado,ou é tranquilo fechar quando já estiver na cidade?
    Como vou ficar 03 dias em Huaraz gostaria de dicas dos locais mais bacanas.

    • Erika Autor do post

      Oi Flávia, como eu mencionei em outros posts, foi com a Adventure Travel Agency Huascaran.
      Não é necessário reservar com antecedência, nós fechamos os passeios no dia em que chegamos a Huaraz.
      Quanto aos passeios mais legais, os meus favoritos foram laguna parón e mirador portachuelo com a trilha nas montanhas. Tudo depende de seus interesses e preparo físico. Consulte nossas matérias publicadas aqui no blog e escolha os passeios para seus 3 dias baseada no que gostou mais! Boa viagem

  • Katia

    Olá Erika, estou pensando em sair de Lima no domingo, chegar de noite em Huaraz, e aproveitar dois nas cordilheiras, vc acha muito corrido? Como li, vc recomenda o trekking à quebrada de Llanga e Laguna Parón certo? E retornaria de noite pra Lima, pois tenho voo para Cusco na quarta de manhã. Estou com muita dúvida, mas adorei as fotos e os relatos. Obrigada!!!!!

    • Erika Autor do post

      Oi Katia, pela distancia de Lima para Huaraz acho corrido sim e pouco tempo, mas claro que a decisão final é sua. Acho que nesse tempo talvez se conhecesse a Laguna Huacachina em Ica e a reserva de Paracas fosse mais tranquilo, em termos de tempo e distância. Com 2 dias em Huaraz, acho que faria as Lagunas Llanganuco e mirante portachuelo no parque nacional huascáran em 1 dia e a Laguna Parón no outro. São 2 highlights da região. Espero ter ajudado! Boa viagem e na volta deixe suas dicas aqui 🙂

      • Katia

        Oi Erika ajudou sim, muito obrigada! Imagino que será corrido msm, mas sabe aquela vontade de ver td pessoalmente, estou até me preparando fisicamente pra td a viagem! Depois te conto sim. Ajudou muito com seu blog. Bjinhos

  • Roberta

    Oi Erika!
    Vou para Huaraz em set/2017. Inicialmente pensei em ficar 3 dias. Serão 3 trilhas:
    1) Valle Langanuco – Laguna Chinancocha;
    2) Laguna Paron;
    3) Laguna 69
    Sendo que li sobre o Glaciar Pastoruri e fiquei tentada, rs. Assim, aumentaria mais um dia. Vc acha que vale a pena?
    Obrigada!!!