O que fazer em Roma: principais atrações em roteiro de 3, 4 ou 5 dias 2


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Neste post mostro o que ver e fazer em Roma, em nosso roteiro de 3, 4 ou 5 dias pelas as principais atrações turísticas da cidade. Roma é de fato um museu ao céu aberto, e nos 2 primeiros dias deste roteiro, vamos conhecer uma parte do acervo: as incontáveis ruínas do Fórum Romano e Palatino, o enorme Coliseu, os fóruns de César, Trajano e Augusto, a linda fonte Fontana di Trevi, a Piazza Navona, Castelo Sant’Angelo, Panteão, é atração que não acaba mais… e detalhe, são todas, sem exceção, Patrimônio Mundial da Unesco! Visitamos ainda o  Vaticano, a Capela Sistina – onde está a famosa cena da criação de Adão, de Michelangelo; a praça e Basílica de São Pedro, onde subimos em sua cúpula. Daremos também dicas de como fugir das filas para compra de ingressos. Ao final, deixo um mapa com todos os pontos de interesse citados e dicas da melhor época para visitar Roma. Vamos lá!

T4i2015 - 0404

Dia 1: Coliseu, Palatino e Forum Romano

Neste dia montamos um roteiro de 8 km de caminhada por três dos mais importantes conjuntos de ruínas da Roma Antiga: Coliseu, Palatino e Fórum Romano. Os bilhetes de entrada são vendidos no local mesmo – há uma bilheteria em cada um dos três atrativos. O Coliseu é o mais procurado, e a fila em sua bilheteria é enorme por conta disso.

IMG_31803

DICA PARA COMPRA DOS TICKETS: Enquanto a maioria dos turistas (sem informação) entra na ENORME fila da bilheteria do Coliseu, você pode furar essa fila comprando o bilhete combinado (Coliseu+Palatino+Fórum Romano) nas outras bilheterias do Palatino ou Forum Romano, onde as filas são MUITO, mas MUITO menores. O bilhete é válido por 2 dias consecutivos, sendo uma única entrada por atração. Ao chegar no Coliseu, é só apresentar o bilhete e pronto, entre direto, sem pegar a fila da bilheteria! Nós fizemos isso e funcionou 100% – compramos nosso ticket na bilheteria do Palatino.

Assim, a melhor sequência de visitação é:

  1. Primeiro, visite o Palatino, entrada (1) no mapa acima. Compre aí o bilhete combinado para o Palatino+Fórum Romano+Coliseu;
  2. Depois, siga para o Fórum Romano (dentro do Palatino mesmo você já passa para o Fórum Romano);
  3. Depois, use a saída (2) do Fórum Romano e siga para o Fórum de César e Trajano. Siga então para o Vittoriano (Monumento a Vitor Emanuel II), na Piazza Venezia, lá em cima há um terraço panorâmico com uma super vista do Fórum Romano e da cidade de Roma como um todo;
  4. Por fim, siga até o Coliseu, entrada no numero (3) no mapa acima; (para mais detalhes, veja o mapa do google que fiz ao final deste post)

COMO CHEGAR: De metrô, pegue a linha “B” e desça na estação Colosseo. No futuro, a Linha “C” – ainda em construção, também passará aí.

 T4i2015 - 0459

Ao sair do Metrô, verá o Coliseu na sua frente… como nós, não vai se aguentar, pausa de 5min para fotos!

DCIM\100GOPRO

DICA: vá com roupas leves, tenis ou sapatilha confortável para caminhada, e beba bastante água no caminho. Nós fomos em maio, quando as temperaturas costumam ser agradáveis, no entanto, pegamos dias bem quentes. Para saber as temperaturas médias esperadas para cada mês, veja quando ir ao final deste post.

Seguimos até o Palatino, são 400 metros desde a saída do metrô Colosseo. No caminho, o belo arco de Constantino…

T4i2015 - 0380

… e 200 metros a frente, chegamos a entrada e bilheteria do Palatino. Como disse, sem filas:

T4i2015 - 0381    IMG_31792

1 – Palatino

De acordo com o mito da fundação de Roma, no século VIII AC os bebês Romulo e Remo foram encontrados pela Loba Capitolina bem aí, no sopé do monte Palatino. A loba teria amamentado os irmãos até serem encontrados por Fáustolo. Anos mais tarde, Roma seria fundada aí, por Romulo. Verdade ou não, os registros fósseis dos primeiros povoados Latinos batem com a data do mito de fundação de Roma.

 

 

As ruínas no local são impressionantes, a maioria do período da República e Império Romanos. Abaixo, uma ramificação do enorme Aqueduto de Claudio, do primeiro século da era cristã:

T4i2015 - 0390

O (que sobrou) do Palácio de Severiano:

T4i2015 - 0389

Stadio Palatino:

T4i2015 - 0393

MIRANTES: No palatino, não deixe de visitar dois mirantes, que valem muito a pena. No primeiro deles tem-se a melhor vista do Coliseu:

T4i2015 - 0407

E o segundo mirante, este aí onde as pessoas estão na foto abaixo, oferece uma vista panorâmica do Fórum Romano.

T4i2015 - 0419

2 – Fórum Romano

Do Palatino, é só seguir caminhando que você chega no Fórum Romano. Situado entre os montes Palatino e Capitólio, este vale foi na época da república o coração da vida política, econômica e religiosa da cidade. Os Romanos se encontravam aí para tudo: acertar questões comerciais,  fazer pagamentos, conversar, enfim, o local foi o centro da vida social romana.

T4i2015 - 0416

O impressionante Arco de Tito, construído em comemoração à conquista de Jerusalém, em 67 DC pelas legiões romanas. Sabemos agora de onde copiaram o arco de triunfo, em Paris. Super rico em detalhes:

T4i2015 - 0417

Basilica de Maxentius e Constantino, século IV:

IMG_84452

Via Sacra: uma das mais importantes do Fórum Romano, vai do Capitólio até o Coliseu, passando pelos arcos de Sétimo Severo, Tito e Constantino.

T4i2015 - 0426

Templo de Antonino e Faustina: O edifício original foi construído em 141 DC pelo imperador Antonino Pio, dedicado a sua falecida esposa. Após sua morte, o casal foi deificado e o templo foi dedicado ao casal. Na Idade Média, foi transformado na Igreja San Lorenzo de in Miranda, o que ajudou a preservá-lo:

T4i2015 - 0433

Ruínas da Colonna di Foca e Basilica Giulia: margeando a Via Sacra, os patrícios se reuniam aí e nas basílicas vizinhas para conversar, jogar, fechar negócios, etc. O lugar também ficava cheio de prostitutas a procura de seus clientes. As três colunas ao fundo pertenciam ao templo de Castor e Pólux. Reparem nas pessoas bem pequeninhas, no alto e a direita na foto, lá fica aquele mirante que citei, no Palatino, que tem vista panorâmica do Fórum romano.

T4i2015 - 0429

O Arco de Sétimo Severo e Capitólio:

T4i2015 - 0418

O Arco de Sétimo Severo foi um presente do Senado romano ao Imperador Severiano, em homenagem às conquistas militares do final do século II. As colunas ao lado esquerdo na foto pertenciam ao templo de Saturno. Já o prédio ao fundo (com a torre) é o Capitólio. Na antiguidade, ficava aí o Templo de Júpiter. Foi redesenhado no século XVI por Michelangelo, e hoje abriga o museu capitólio e prefeitura da cidade de Roma.

Uma curiosidade: do lado esquerdo do arco de Sétimo Severo estão as ruínas do Umbilicus Urbis Romae ou umbigo do mundo. Em sua origem foi um poço, construído por Romulo, onde se atiravam oferendas em agradecimento aos antepassados. O umbilicus era o afloramento do mundus – o mundo subterrâneo – e uma via de comunicação com ele. Todas as distâncias no Império Romano foram medidas a partir deste ponto. Na imagem reconstruída, o umbigo é cone ao lado Arco de sétimo severo:

image

[fonte: wikipedia ]

3 – Fórum de César e Trajano + Monumento a Vitor Emanuel II

Logo ao deixar o Forum Romano, logo na saída você passará pelo Cárcere Mamertine – aí ficava a prisão romana onde acredita-se que o apóstolo Pedro tenha sido mantido prisioneiro até sua crucificação no circo de Nero. Mais informações sobre a tumba de São Pedro e o local ele foi crucificado você encontra nesta nossa matéria aqui sobre o Vaticano.

Templo de Venus Genitriz e ao fundo Fórum de César:

T4i2015 - 0436

O Fórum de Trajano:

DCIM\100GOPRO

A praça de mesmo nome e a coluna de Trajano ao fundo. Em cima da coluna ficava a estátua de Trajano, que desapareceu na Idade Média. No século XVI, por ordem do Papa, foi colocada uma estatueta de São Pedro, que lá permanece até hoje:

T4i2015 - 0437

O auto relevo da coluna de Trajano, toda em mármore,  descreve o massacre das legiões romanas sobre os Dácios (atual Romênia):

IMG_33003

Ao lado, fica a Piazza Venezia. No gramado, a bandeira da Itália:

T4i2015 - 0443

… e o Vittoriano (Monumento a Vitor Emanuel II). Nós vamos subir no terraço panorâmico lá em cima do prédio:

T4i2015 - 0442

A vista de Roma do terraço panorâmico do Vittoriano:

T4i2015 - 0455

Abaixo, o Museu do Vaticano e Igreja de São Pedro:

T4i2015 - 0453

Do outro lado, a vista espetacular do Fórum Romano e o Coliseu:

T4i2015 - 0446

Fórum Romano em detalhe:

T4i2015 - 0451

Descemos e continuamos nossa caminhada por Roma. Próxima parada, o Coliseu.

T4i2015 - 0457

A avenida acima é a Via Dei Dori Imperiali, foi construída por Mussolini para a nascente indústria automobilística, mas acabou dividindo ao meio e soterrando parte dos Foruns de Trajano, Augusto, César e Nerva. Em 2013, o trânsito de carros particulares foi proibido pelo prefeito, e hoje a Via Dei Dori Imperiali está assim, fechada para automóveis e caminhões, mas livre para pedestres, ciclistas, taxis e ônibus. Roma é para ser conhecida a pé!

4 – O Coliseu

O Coliseu acho que todos já conhecem, seja por fotos, desenhos, filmes (Gladiador, 2000). Agora uma coisa que eu não sabia é que, pasmem, os jogos de inauguração, em 80 AC, duraram cem dias! Resultado da carnificina: mais de 5.000 animais foram mortos nos “espetáculos”.

Ao chegar ao Coliseu, se você seguiu a dica do início do post, nada de pegar a fila da bilheteria, vá direto para a entrada, à direita na foto:

T4i2015 - 0460

O Coliseu por dentro:

T4i2015 - 0477

T4i2015 - 0468

T4i2015 - 0469

Estrutura de túneis subterrâneos, que ficava embaixo do piso da arena:

DCIM\100GOPRO

DCIM\100GOPRO

Dia 2 – Da Escadaria Espanhola até o Castelo Santo Ângelo

Neste segundo dia de passeio caminhamos um pouco menos, por volta de 5 km. O passeio começa na Piazza di Spagna, pegamos metrô até lá. Aí está a famosa escadaria espanhola (spanish steps), que já foi cenário de vários filmes. Tradicionalmente, do aniversário da fundação de Roma em 21 de abril até maio, a escadaria é enfeitada com azaleias. Nós pegamos esta época:

T4i2015 - 0487

T4i2015 - 0489

Aos pés da escadaria, a Fontana della Barcaccia:

DCIM\100GOPRO

Daí seguimos para a Fontana di Trevi. As ruas ao redor são bem agradáveis para passear, há restaurantes e cafés espalhados por todos os lados:

T4i2015 - 0492

T4i2015 - 0491

Fontana di Trevi:

T4i2015 - 0500

Estava em reforma quando fomos, mas faz parte… mesmo assim, conseguimos atirar uma moedinha em uma fonte que improvisaram ao lado!! Quando você for, ela estará novinha em folha! Foi construída originalmente no século XVIII, em razão do aqueduto original que terminava aí – reparem no detalhe de uma das esculturas: para onde o Romano aponta do dedo? … para o aqueduto!

T4i2015 - 0499

Seguimos caminhando…  mais adiante, o templo de Adriano:

T4i2015 - 0501

… e o Panteão:

T4i2015 - 0506

Construído em 34BC pelo general Agrippa, é belo exemplo da arquitetura romana, e após 2000 anos, ainda permanece a maior cúpula de concreto não reforçado do mundo. Apesar de Panteão significar casa de todos os Deuses, não tinha relevância religiosa –  os templos importantes eram dedicados a uma única divindade.

Para aliviar o forte sol na cabeça, pausa para um gelato!

IMG_84961

300 metros adiante, a Piazza Navona. Nesta praça fica o Palazzo Pamphilj, atualmente sede da embaixada brasileira em Roma:

T4i2015 - 0519

T4i2015 - 0518

A praça ainda conserva o formato original do Circus Agonalis, construído há 2.000 anos pelo imperador romano Domiciano:

image

E o obelisco egípcio ainda existe, foi reinstalado em 1651 no topo da Fontana dei Quattro Fiumi (de Bernini), significa fonte dos 4 rios, e representa os 4 principais continentes do mundo contados a partir de seus mais importantes rios em sua época: Nilo, Ganges, Danúbio e da Prata:

T4i2015 - 0508    T4i2015 - 0511

Uma banda tocava na praça neste dia, ficamos lá por alguns minutos, admirando…

T4i2015 - 0515

Nossa última parada neste dia, o castelo de Santo Ângelo e a ponte de mesmo nome, sobre o rio Tibre:

T4i2015 - 0525

Foi construído no ano de 135 pelo imperador Adriano como Mausoléu para si e sua família. É possível subir até o topo, onde há um mirante:

T4i2015 - 0529

O vaticano fica bem próximo, é possível avista-lo de cima do castelo:

T4i2015 - 0538

Dia 3 – Museu do Vaticano, Capela Sistina, Igreja e Praça de São Pedro

Temos uma matéria bem completa aqui no site sobre a visita ao Vaticano, nela você verá o que ver, fazer e as atrações dentro do Vaticano a visitar, Igreja de São Pedro por dentro, a cúpula, como chegar, com que tipo de roupa você deve ir, mostro também um passo a passo de como comprar os ingressos online para visitação da Capela Sistina e Museu do Vaticano e evitar filas (são absurdamente grandes). Não deixe de ler.

A ala as tapeçarias do museu do Vaticano:

T4i2015 - 0563

Roma vista da cúpula da Igreja de São Pedro – consegue achar o Castelo de Santo Ângelo?

Vaticano: Praça de São Pedro

A Capela Sistina e a famosa cena da criação do Homem, pintada no teto por Michelangelo – o acesso é por dentro do Museu do Vaticano:

Vaticano: teto e altar da Capela Sistina, pintados por Michelangelo

Mapa das Atrações Turísticas

Tem mais dias em Roma ?

Se tiver mais tempo em Roma, você pode diluir os dias 1 e 2 do roteiro acima em três dias de passeio, visitar outras ruinas que não visitamos, como por exemplo o Circus Maximus, cenário histórico do filme Ben Hur, ou se você gosta de museus, considere visitar alguns da relação abaixo:

Qual a melhor época para visitar Roma?

O auge do verão na Itália coincide com o período das férias na Europa. Os meses de julho e agosto são os meses mais quentes, mais lotados e mais caros para se visitar Roma. Por conta disso, se puder, evite ir nesta época.

image

De dezembro a fevereiro faz muito frio, e Roma é uma cidade para se conhecer ao ar livre, caminhando, não combina com frio. Adicionalmente, o período chuvoso começa a partir de outubro, e pegar frio com chuva ninguém merece nas férias!

image

A melhor época para visitar Roma vai de abril a início de junho (primavera) e de setembro a outubro (outono), quando o tempo já está quente o suficiente para sair nas ruas, mas ainda assim com temperaturas amenas, e a cidade ainda não está em sua lotação máxima.

Bom, é isso aí, vou ficando por aqui! Veja todas as nossas matérias sobre Roma aqui e de outras cidades na Itália aqui.

Para procurar as melhores tarifas de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com

Até a próxima trip!


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 pensamentos em “O que fazer em Roma: principais atrações em roteiro de 3, 4 ou 5 dias

  • Luan Ivys

    Olá, excelente post!
    Uma dúvida… vocês conseguiram tirar essa foto das pinturas na Capela Sistina tranquilamente?
    Já ouvi falar que era proibido e os seguranças impendem muitas vezes de tirar um foto.
    Agradeço desde já.

    • Erika

      Oi Luan, não sabíamos que era proibido até que a gente viu o guarda apitando 🙂
      Mas daí já tínhamos a foto com a GoPro e o Iphone… o problema maior é o flash, como não usamos flash, não estragamos nada! 🙂