Parte alta do Parque Nacional do Itatiaia: trilha até o pico das Agulhas Negras, com muitas fotos e dicas 12


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Já tinha ouvido falar do parque nacional de Itatiaia, mas não sabia quão bonito era o lugar. A idéia de um passeio na parte alta do parque veio da Erika. Isso para a minha sorte e azar ao mesmo tempo…  “azar” porque a idéia não foi minha! e sorte porque ela sempre tem boas idéias. Tá, não vamos encher muito a bola dela!!

O lugar vale cada respiro que você vai dar, e acredite, vai respirar bastante, porque a caminhada é feita a uma altitude de 2300 metros. Isso se você for apenas caminhar (nosso caso), sem escalar nada. Na foto abaixo, com vista para o Pico das Agulhas Negras, eu e a Erika estávamos a 2450 metros.

Mirante do pico das Agulhas Negras - Itatiaia - Rio de Janeiro

Abaixo, para você não se perder, fiz um mapa do google com as trilhas que fizemos na parte alta de Itatiaia. Todas começam na portaria do parque (o guardinha amarelo no mapa). A trilha verde tem 3 km de extensão. Ela é na verdade uma estrada, e vai da portaria até o abrigo rebouças. É bem tranquila, praticamente plana, sem desnível. Daí partem as demais trilhas para:

  • Trilha até o pico das Agulhas Negras: em azul no mapa – 2km.
  • Trilha até a região das Prateleiras: em amarelo no mapa – 2.5km.

DICA: para essas duas trilhas, a azul e a amarela, é bom levar um GPS. Você vai entender o porque ao longo do post. Não é imprescindível, mas ajuda bastante se você tiver, principalmente no nosso caso, que fizemos esse passeio de forma 100% independente.


O mapa do google acima é interativo. Você pode clicar nos símbolos, dar zoom, etc.

Parte alta de Itatiaia: trilha até o Abrigo Rebouças (em verde no mapa)

Se não for época de reprodução do sapo flamenguinho, a estrada que sai da portaria e vai até o abrigo rebouças fica aberta para o trânsito de carros. Há regras para o estacionamento dentro do parque. Nós fizemos este trecho a pé.

 

 

Na foto abaixo, a entrada do parque Nacional do Itatiaia – parte alta. Na portaria você vai comprar os ingressos, e eles vão te dar uma braçadeira que você deve usar durante sua permanência no parque. Maiores informações e preços aqui.

Portaria do Parque nacional do Itatiaia – posto avançado Agulhas Negras, também conhecido como parte alta

Abaixo, a estrada de terra (ou seria de pedras?!) que vai da portaria até um pouco depois do abrigo rebouças.

PN Itatiaia - parte alta. Estrada de terra, que vai da portaria até o abrigo rebouças

DICA: Leve uma bota de caminhada ou qualquer calçado que considere adequado… eu e a Erika demos cada “topada” nessas pedras aí, que se não fosse a proteção das botas, teríamos quebrado o dedão. E olhe por onde pisa para não torcer o pé!

Como podem ver pelas fotos, estávamos bem agasalhados. Essas fotos foram tiradas entre 09 e 10h da manhã, e ainda estava fazendo frio! A temperatura só foi melhorar lá pelo meio dia. Então aqui vai outra dica: leve um agasalho! Ao meio dia vai esquentar, mas de manhã e no fim da tarde a temperatura cai bastante, pelo menos no inverno.

Parque Nacional do Itatiaia - parte alta. Rochas com riscos

Agora uma coisa que me chamou a atenção em Itatiaia foram as faces das rochas. Reparem que elas são planas e cheias de “riscos”. Eu não sei o motivo disso, mas achei bem interessante.

Parque Nacional do Itatiaia - parte alta. Rochas com riscos - foto 2

Parte alta de Itatiaia: trilha até o Pico das Agulhas Negras (em azul no mapa)

Nossa trilha até o Agulhas Negras começou no abrigo rebouças. Esta trilha é muito parecida com a trilha das prateleiras (próximo post), a vegetação é o capim de altitude e há muitas  pedras pelo caminho. A altitude é praticamente a mesma, ficou entre os 2350 e 2450 metros por todo o percurso. Portanto, um desnível de 100 metros, bem tranquilo.

Vamos as fotos:

Parque Nacional do Itatiaia - ponte na trilha até o Pico das Agulhas Negras

Essas fotos foram tiradas por volta do meio dia. Neste horário, já estava um pouco mais quente, e deixamos nossos agasalhos na mochila. Não se esqueça de levar água e protetor solar!

Itatiaia parte alta - trilha até o pico das Agulhas Negras

Depois de quase 5 quilômetros de caminhada, desde a portaria, chegamos no ponto da foto abaixo, com vista para o Pico das Agulhas Negras. Para mim, as formações rochosas em Itatiaia são sempre uma atração a parte. Sentamos e descansamos um pouco, para admirar a vista …

Parque Nacional do Itatiaia - parte alta. Mirante das Agulhas Negras

Mais uma última olhada para as agulhas negras…

Parque Nacional do Itatiaia - parte alta. Vista do Pico das Agulhas Negras

Bom, neste post vou ficando por aqui.

No próximo post, a trilha até o maciço das Prateleiras. Não percam, as fotos são muito bonitas! Até lá!!

Para procurar os melhores preços de hotéis e reservar, pesquise em nosso parceiro, Booking.com:

Booking.com
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 

 

Promoção de Hotéis:

Ao efetuar sua reserva de hotel em nosso parceiro Booking.com, ganhamos uma pequena comissão – você não paga nada mais por isso e ainda ajuda nosso blog a se manter sempre atualizado e com novidades.

Booking.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

12 pensamentos em “Parte alta do Parque Nacional do Itatiaia: trilha até o pico das Agulhas Negras, com muitas fotos e dicas

  • Andrea Marques

    Olá
    Adorei o blog! Gostaria de saber onde vcs ficaram hospedados quando fizeram a escalaminhada para o pico das agulhas negras e pras prateleiras? Tem alguma indicação? Obrigada, Andrea

    • Erika

      Olá Andrea!

      anos atrás o melhor lugar pra ficar era na Pousada Alsene e Pousada dos Lobos, ambos bem proximos à entrada da parte alta do parque. Com o fechamento de ambos por problemas com o IBAMA, o jeito é tentar se hospedar na cidade mesmo. Tente o tripadvisor para saber recomendacoes.

      Até mais e obrigada pela visita

  • Diego Vargas

    Olá, parabéns pelo blog. Estou interessado em fazer essa trilha e gostaria de saber se foi necessária a utilização de algum equipamento para escalada, ou é possível fazer a trilha sem equipamentos.

    Att,

    Diego Vargas

    • Gustavo Autor do post

      Olá Diego, nos passeios que mostramos aqui no blog (Prateleiras e Agulhas Negras) não utilizamos nenhum equipamento de escalada. Nós não fomos até o final da trilha das Agulhas Negras, mas aí você vai precisar de alguns equipamentos e noções de escalada.

  • henriqueta

    Muito bom o blog de vocês! Eu conheço bem o Parna Itatiaia, principalmente a parte alta. Realmente é um lugar deslumbrante!!! Um lugar para voltar muitas vezes e explorar cada cantinho. Eu fui até o final das Agulhas, e no último obstáculo utilizei uma corda, mas, foi mesmo para efeito psicológico, pois, o abismo era enorme , porém a distância a ser pulada era bem pequena. Como a corda estava lá, deixada por alguém, aproveitei e usei. abraço

  • Leandro Bindi

    Vocês fizeram as trilhas para as agulhas negras e para as prateleiras no mesmo dia ou uma em cada dia? Tô me programando pra ir ao Parna Itatiaia e fazer essas trilhas e gostaria de saber se dá pra fazer as duas trilhas no mesmo dia.

  • Sidney

    Olá,
    Estou planejando visitar o PNI e gostaria de saber as condições da estrada até a entrada do parque e/ou o abrigo rebouças para um carro comum trafegar. Podem dar sua opinião? Obrigado.

    • Erika

      Oi Sidney, nao temos informacoes atuais, entre em contato com a adm do parque! Quando fomos, alguns anos atrás, a estrada era de terra com pedras na parte perto do parque, mas estavamos com um 4×4, entao nao era problema para nós. Mas as coisas mudam muito!!!

  • Raissa

    Estava com dúvidas se precisava de guia ou não e os comentários de vocês ajudaram muito! Não vejo a hora de visitar o lugar. Obrigada pelas dicas.